acompanhe o blog
nas redes sociais

25.8.15

Desafio [C. J. Redwine]

Ed. Novo Conceito, 2014 - 368 páginas:
      No interior das muralhas de Baalboden, à sombra do brutal Comandante da cidade, Rachel Adams guarda um segredo. Enquanto as outras garotas fazem vestidos e obedecem a seus Protetores, Rachel é capaz de sobreviver nas florestas e de manejar uma espada com destreza. Quando seu pai, Jared, é declarado morto em uma missão, o Comandante designa para Rachel um novo Protetor: Logan, o aprendiz de seu pai, o mesmo rapaz a quem Rachel declarou o seu amor há dois anos, e o mesmo que a rejeitou. Com nada além da forte convicção de que seu pai está vivo, Rachel decide fugir e encontrá-lo por conta própria. Mas uma traição contra o Comandante tem um preço alto, e o destino que a aguarda nas Terras Ermas pode destruí-la. 

Onde comprar:


Fiquei bem ansioso quando soube que a Novo Conceito ia lançar Desafio, pois já tinha um grande interesse pela obra vendo os comentários de blogs americanos. Mas quando fiquei sabendo que se tratava de uma distopia, fui atingido por um quilo de decepção. Não me entenda mal, eu amo distopias e é o meu gênero favorito, mas ninguém precisa de mais um livro onde a protagonista tímida e oprimida salva a nação inteira com o seu amado.

Foi com esse pensamento que eu comecei a leitura de Desafio, sem grandes expectativas.

A história gira em torno de Rachel, de 17 anos, e Logan, de 19, em uma cidade comentada por um "comandante" que manda em tudo e em todos.

Neste mundo distópico, toda mulher precisa de um guardião, e, ironicamente, Logan se torna o de Rachel logo após a misteriosa suposta morte de seu pai. O irônico é: Rachel tem uma relação de amor e ódio com ele, pois em um passado recente ela declarou seu amor pelo jovem, que infelizmente não era recíproco.

A cidade é cercada por uma muralha que só é ultrapassada por alguém quando se tem ordem do comandante. O exterior da pequena cidade de Baalboden é perigoso e desconhecido.

Uma fera chamada de "a maldita" habita o lugar, exterminando todos que passam por seu caminho.

Inconformados com a suspeita morte de seu pai e mestre, que tinha partido em uma missão além das muralhas, os dois partem para o lado de fora no intuito de achá-lo e declara-lo como vivo.

Com isso, já dá pra perceber que Desafio não é a típica distopia que eu citei acima. Consegue se manter nos moldes distópicos atuais com um quê mais novo e interessante. A narrativa do livro è ótima e dividida entre Rachel e Logan, intercalando a trama com seus pontos de vista.

A autora conseguiu me prender do início ao fim, e o romance óbvio entre os dois protagonistas foi um dos únicos que não me irritou em um livro.

Se eu pudesse encontrar com C.J. Redwine agora, eu pediria perdão pela minha falta de confiança.


 Cortesia da Editora Novo Conceito
Samuel Teixeira de Almeida
Estudante carioca de 14 anos apaixonado por livros e por séries de TV. Li 23 livros em 4 meses de 2014 e 24 em 2013. Membro da Franqueza em Divergente, morador do Distrito 12 em Jogos Vorazes, Moroi em Academia de Vampiros e Caçador de Sombras em Os Instrumentos Mortais.

*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

comentários pelo facebook:

14 comentários em "Desafio [C. J. Redwine]"

  1. Desafio parece uma distopia interessante, mas pela sinopse jamais julgaria a primeira vista que se trata de uma distopia, nem de longe.
    O livro aparenta ter elementos interessantes e apesar dessa história de relação de amor e ódio entre mocinhos e mocinhas ter se tornado um tanto maçante para mim, pode ser concertado com uma boa narrativa, que segundo sua resenha é encontrada. Talvez eu me aventure em o Desafio mais para frente, mas por enquanto apenas lerei as resenhas.
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Oi, Samuel! Primeira resenha que leio sobre o livro e confesso que a história não me chamou tanto a atenção. Eu adoro distopia também, e, sei lá, talvez por estar cansada um pouco do gênero, não consegui me sentir atraída pela trama. Mas adorei sua resenha e a dica ficará anotada.

    ResponderExcluir
  3. Também me decepcionei demais depois de saber que esse livro é uma distopia, mas ao mesmo tempo fiquei muito curiosa em relação a história e para saber o que vai acontecer.
    Adicionei o livro em minha lista de leitura e pretendo ler.

    ResponderExcluir
  4. Esse livro está na minha lista faz tempo, mas não ando muito animada em ler. Ando numa onda de só ler Thriller e não me vejo lendo outro tipo de livro tão cedo.

    ResponderExcluir
  5. Já conhecia esse livro por nome mas não sabia que era uma distopia :O e pelo que deu a entender é uma distopia bem diferente, me chamou a atenção. Gostei da sua resenha, ficou bem legal.
    Beijos:*

    Escritas na Chuva

    ResponderExcluir
  6. Oi,
    Quando vi a capa desse livro e li a sinopse me interessei muito. Não sabia que era uma distopia, mas eu amei saber que se trata de uma. Meu gênero preferito <3. Adorei a sinopse! É bom saber que além de ser uma distopia e manter os moldes, esse livro possui algo a mais. Certos romances entre as personagens me fazem perder muito o interesse pela leitura. Pretendo ler, e espero gostar também.
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. E aí, Samuel?! De principio, não havia me interessado pelo livro. Mas, com sua resenha pude perceber que a leitura é bem envolvente e cheia de quesitos distópicos modernos. Lendo e relendo, fiquei imaginando um final para o livro. Seria uma contra-rejeição de Rachel por Logan? Ou a morte da protagonista, Rachel? Bem curioso esse livro.

    ResponderExcluir
  8. Oie
    Também lembro de quando a editora anunciou o lançamento desse livro,eu queri muito,mas depois de um tempo acabei me esquecendo.Adoro capítulos intercalados já que temos uma visão bem mais ampla do que está acontecendo e os personagens parecem ser mesmo maravilhosos.Só estou achando que a continuação está demorando demais sair.

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Desde da primeira vez que vi esse livro a capa me encantou adorei os roxo ficou lindo, mas ao ler a resenha o livro não me decepcionou gostei bastante de livro primeiro por ser uma distopia algo que não sabia e depois por ter esse formato mais novo e não sendo mais do mesmo !!!

    ResponderExcluir
  10. Adorei sua humildade em pedir desculpas por começar o livro sem grandes expectativas, e ser surpreendido por uma leitura adorável ;)
    Gostei muito do tema abordado na obra, que acredito está mais focado em Rachel ir em busca de seu pai com seu guardião, Logan.
    Gostei muito da resenha, e já adicionei em minha lista de leitura.
    Abçs Samuel!!

    ResponderExcluir
  11. Samuel!
    Tive oportunidade de ler esse livro o ano passado e foi uma das melhores leituras para mim, porque além de gostar de distopias, achei todo enredo muito bem escrito e tudo ficou amarradinho.
    “A nossa maior glória não reside no fato de nunca cairmos, mas sim em levantarmo-nos sempre depois de cada queda.”(Oliver Goldsmith)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  12. Oiii
    Li o livro ano passado quando a Novo Conceito mandou
    E achei que não iria gostar também , mas simplesmente me apaixonei
    Gostei da resenha
    Ili Bandeira
    http://www.oclubedameianoite.com/

    ResponderExcluir
  13. Eu adoro distopia e sempre vou cheia de expectativas tb, por isso, às vezes me decepciono.
    Gostei da premissa deste livro parece bem diferente do que já li.
    Fiquei intrigada com a tal Fera e torcendo para que o pai de Rachel esteja vivo.
    O romance é algo que dá um toque especial na trama e gostei porque de início o sentimento não é compartilhado...
    Curti muito mesmo.

    ResponderExcluir
  14. Eu também adoro distopias, e ainda não me cansei delas, mesmo sempre sendo muito parecidas umas com as outras. No mais, achei legal que a autora direcionou um pouco mais a trama nessa busca pelo pai desaparecido. Claro que vou querer ler em breve.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir