acompanhe o blog
nas redes sociais

26.9.16

As Épicas Aventuras de Lydia Bennet [Kate Rorick e Rachel Kiley]

Kate Rorick e Rachel Kiley
Ed. Verus, 2016 - 400 páginas:
  Este livro é estrelado por Lydia, a espevitada irmã de Lizzie, conforme ela encara as alegrias e os tropeços no caminho de se tornar adulta na era digital. Antes de Lizzie começar seu popular vlog, Lydia era apenas uma garota normal tramando maneiras de matar aula e criar a identidade falsa perfeita para entrar nas baladas. Talvez ela não tivesse muito foco, mas amava sua família e se divertia para valer. Até que o vlog de Lizzie transformou as irmãs Bennet em sensações da internet, e Lydia adorou virar o centro das atenções, conforme as pessoas assistiam, debatiam, postavam no Twitter, no Tumblr e em blogs sobre a vida dela. Mas então Lydia aprendeu que nem toda atenção é positiva... Depois que seu ex-namorado, George Wickham, aproveitou a fama recém¬adquirida de Lydia, traiu sua confiança e destruiu sua reputação, ela não é mais uma garota ingênua e despreocupada. Agora, Lydia terá de batalhar para reconquistar a confiança e o respeito de sua família e encontrar seu lugar no mundo. 

Onde comprar:

Oi gente. Tenho que confessar antes da resenha começar que sou uma apaixonada pelo trabalho da autora Jane Austen. Então, tudo que surge envolvendo o universo da autora, eu procuro saber – assistir ou ler. Quando a webssérie The Lizzie Bennet Diaries começou, achei a ideia fantástica, uma vez que a proposta era inserir o mundo de Orgulho e Preconceito nos dias de hoje. Deu tudo muito certo, e a partir dele foi lançado o livro de mesmo nome – aqui no Brasil lançado pela Editora Verus. Achei que não teria continuação, afinal a história foi toda contada ali, não é? Mal sabia eu que estava enganada.

Para quem conhece o romance de Austen ou assistiu/leu a história de The Lizzie Bennet Diaries, sabe que a irmã de Lizzie – Lydia Bennet – tem uma atenção a parte (em ambas histórias). E essa ideia de transformar a vida de Lydia em um livro após os acontecimentos do primeiro foi genial. Não tivemos isso no original, então porquê não conhecermos um pouco mais dessa Lydia contemporânea? Depois de todos os problemas que Lydia enfrentou envolvendo George Wickham, a jovem resolveu dar uma guinada em sua vida e esquecer o passado. Confiante de que precisa recuperar a confiança de sua família e amigos, ela toma as rédeas de sua vida e mostra que é muito mais do que irmã mais nova de Lizzie Bennet.

Ambos os livros foram escritos por dois autores, sendo que uma delas esteve presente na construção dos dois. Essa diferença de mentes com certeza trouxe um toque de peculiaridade para cada um dos romances. Além disso, no primeiro volume existia a preocupação da releitura da obra de Jane Austen. Já em As Épicas Aventuras de Lydia Bennet, os autores tiveram uma tela em branco e puderam ter a liberdade de trabalhar no que a personagem se tornaria.

Aparentemente, Lydia é uma jovem que só pensa em diversão e que não tem preocupações. É essa imagem que passa no primeiro livro. Já nesse volume, Lydia mostra ao leitor o quão foi capaz de se metamorfosear. Continuou divertida? Claro. Mas amadureceu e virou dona de si. A Lydia se empoderou. Além dela, temos grande participação de Mary – sua prima – que ganha um espaço que não teve anteriormente.

O livro é feito em primeira pessoa, tendo Lydia como ponto de vista. E exatamente por isso que temos a certeza maior das suas tomadas de decisões e reviravoltas em seu crescimento. A narrativa é leve, com capítulos em tamanhos exatos para que o dinamismo da leitura não fique prejudicado.

Adorei ter esse momento somente com a Lydia, mesmo que não seja a que Austen criou. Acho que ela fez jus a personagem original e deu um gostinho a mais aos fãs do clássico. Ela viveu sua própria aventura e fez com que os leitores se encantassem com ela, assim como tinha sido com o resto de suas irmãs.

 Cortesia do Grupo Editorial Record
Aline Polito
Fonoaudióloga, capixaba e leitora. Adora seriados, música, artesanato e deixa um pedacinho do seu tempo para se dedicar a blogar. Pretende viajar o mundo, ter uma pequena biblioteca e um telescópio. Sonhadora e inconstante.
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

15 comentários:

  1. Adoro as obras de Jane Austen, assisto as adaptações cinematográficas e séries que fazem dos livros dela, mas confesso que essa web série em que atualiza a Lizzie eu não consegui me apegar, sei que muita gente adoro e elogia, juro que tentei, mesmo assim, não curti essa adaptação moderna de Orgulho e Preconceito. As responsáveis pela atualização foram espertas ao pegar o gancho de um clássico e fazer livro com isso, assim muita gente que gosta já das personagens originais vão querer saber como elas se comportam na vida atual. Realmente Lydia deve causar bastante, desde o livro antigo ela já deu dor de cabeça para a família Bennet!

    ResponderExcluir
  2. Olá.
    Bem, eu ainda não li Orgulho e Preconceito, apesar de ter esse livro na estante. Então ainda não tenho uma opinião formada a respeito da obra, mas creio que irei gostar muito. Quanto a essa indicação, ainda não sei se irei ler, mas a resenha está ótima e muito motivadora. Obrigada. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Oi Aline!

    É bom saber a opinião de alguém que gosta muito da Jane Austen, se vc gostou é porque a obra deve ser boa mesmo. Gosto de leituras leves, acho que vou curtir a leitura!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  4. Acredita que eu nunca li nada da Jane Austen? Mas estou com o livro já na minha wishlist e quero muito conhecer. Eu tenho me sentido muito atraída por releituras e essa parece ser ótima, além de super divertida. No entanto, antes de embarcar nessa leitura, prefiro me arriscar primeiro com o original.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá, Aline.
    Interessante essa obra. Depois de desbravar um pouco de uma releitura, partir para algo ainda mais criativo e original, apesar de ainda ter ligação com o clássico. Sem dúvidas, isso tem tudo para dar muito certo.
    Além da boa premissa, a protagonista parece ser excelente.
    Quero conferir a série.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de setembro. Serão três vencedores, cada um ganhando dois livros.

    ResponderExcluir
  6. Oii Xará! :)
    Eu adorei esse livro! Não tinha lido nd sobre ele ainda...E o mais agradável, eh q a leitura parece fluir bem com uma narrativa boa assim...Já qro!
    bjs!

    ResponderExcluir
  7. Oi.
    Eu confesso que nunca li nada da Jane Austen, não por falta de vontade, mas por falta de tempo e coragem ja que eu não curto muito romances clássicos, mas esse livro me parece ser uma boa leitura e eu fiquei bastante curiosa para conferir, gosto bastante de releituras e acho que essa será uma história de irei adorar conferir.
    Boa Tarde.

    ResponderExcluir
  8. Olá, Aline! Ainda não li nada da Jane Austen, mas tenho mta vontade de conhecer suas obras. Talvez, por não ter lido ainda Orgulho e Preconceito, nem mesmo ter assistido à adaptação, não me senti tão atraída por essa leitura. Acredito que, para quem é fã e adora tudo que está relacionado ao trabalho da autora, poder ter uma nova perspectiva das personagens e acompanhar todo o seu processo de amadurecimento, é algo delicioso e fantástico.

    ResponderExcluir
  9. Interessante a premissa do livro. No começo da resenha fiquei bem confusa, pois não entendi se esse é o segundo volume de uma série, ou simplesmente está continuando o que foi contado na webserie. Mas de qualquer forma achei uma ótima ideia, e fiquei com vontade de ler o livro.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  10. Jane Austen sempre tem referências em diversos lugares,preciso ler o clássico antes de me aventurar nelas,assim dá pra aproveitar bem mais as obras inspiradas,sem perder nada.

    ResponderExcluir
  11. Oi, Aline. Eu já vi o primeiro livro mas ainda não li, até porque nunca assisti Orgulho e Preconceito e queria ver antes de tirar qualquer conclusão de alguma releitura que venha a ler depois. Esse livro parece ser bem divertido, daqueles que faz a gente rir demais. Eu adoraria lê-lo!
    Visite o Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  12. Olá Aline!
    Adoro a Jane Austen e fiquei curiosa por ver a personagem sobre outra ótica, mas eu tenho um certo problema com esse tipo de livro. Quando é feito pelo autor original ok, mas se outra pessoa pega e escreve a história já começo com desconfiança.
    Bjs

    EntreLinhas Fantásticas

    ResponderExcluir
  13. Não costumo ler esse tipo de livro, mas sua resenha me deixou animada em ler. Quero ler e espero gostar e assim, ler mais do mesmo.

    ResponderExcluir
  14. Aline!
    Adoro o universo da Jane Austen, embora não tenha lido s livros que citou e confesso que achei esse bem simplista e acredito que não lerei.
    “A sabedoria só nos chega quando não precisamos mais dela.” (Che Guevara)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Sou completamente apaixonada por Jane Austen e fico com medo de ler qualquer coisa que "deriva" da serie. Apesar disto adorei a ideia de conhecer um pouco mais da Lydia, mesmo uma Lydia contemporânea. Dica anotada!

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

 
Ler para Divertir © 2015 - Blog no ar desde 31.10.2010
topo giovana joris • design e código gabi melo