acompanhe o blog
nas redes sociais

24.11.16

Novas Espécies: Fury - Livro 01 [Laurann Dohner]

Laurann Dohner
Ed. Universo Dos Livros, 2015 - 368 páginas:
      Ellie é uma enfermeira e fica horrorizada ao descobrir que a companhia farmacêutica para qual trabalha – as Indústrias Mercile – tem feito experimentos genéticos ilegais. Os cientistas combinaram DNA de humanos com o DNA de animais, criando uma nova espécie: seres humanos mais fortes e desenvolvidos. Um desses ''experimentos'', o prisioneiro 416, captura o coração de Ellie enquanto ela tenta salvá-lo. Fury – como o 416 também é conhecido – nunca conheceu compaixão ou amor. Ele passou a vida inteira em uma cela, acorrentado e sofrendo abusos. Ellie, a única mulher em quem ele confiou, o traiu, e agora Fury está livre e à procura de vingança. O ex-prisioneiro jura acabar com a vida da enfermeira que o salvou, contudo, quando ela finalmente está em suas mãos, a única coisa que Fury não quer fazer com esta mulher pequenina e sexy é machucá-la.

Onde comprar:

Finalmente resolvi me arriscar na leitura da série Novas Espécies da autora Laurann Dohner, que é especialista em séries no estilo literatura fantástica erótica. O que isso significa? Fugindo um pouco do estereotipado vampiro, Laurann cria universos fantásticos baseados em novas criaturas, como cyborgs, alienígenas ou novas espécies criadas em laboratório, misturando a isso muitas cenas carregadas de erotismo.

A série Novas Espécies já conta com 14 livros lançados no exterior e 3 aqui no Brasil, é baseada em criaturas que foram criadas ilegalmente em laboratório, por uma indústria de pesquisa e desenvolvimento de drogas, que uniu a genética humana com a de animais, criando seres mais fortes que os humanos normais e com uma aparência um pouco alterada. Estes seres viveram em cativeiro até o dia em que os centros de testes foram invadidos pelo governo e por órgãos de segurança pública, libertando-os. Depois de libertados eles se autodenominaram "Novas Espécies".

Com o apoio do governo americano, os Novas Espécies foram acolhidos num lugar chamado Homeland, um oásis à parte do mundo, onde poderiam viver e se ajustar à liberdade em uma comunidade segura. Eles ainda tinham muito que aprender, mas eram bem inteligentes e estavam se adaptando muito rápido.

Ellie trabalhava com enfermeira e espiã nos cativeiros da indústria Mercile. Estava colhendo provas para ajudar o governo a desmascarar as atividades ilegais da Mercile, lá ela conheceu 416 (todas as criaturas eram chamadas por números, não tinham nome próprio) e ficou fascinada por ele. Agora, onze meses depois, Ellie trabalha em Homeland, como governanta do alojamento feminino. Contudo, 416 ainda assombra seus sonhos.

Agora libertados, com seus direitos garantidos pelo governo americano, os Novas Espécies se deram nomes, e 416 tornou-se Fury. Ele é o segundo no comando dos Novas Espécies e odeia os humanos, principalmente a linda enfermeira Ellie, a única mulher em quem confiou, mas que o traiu e a qual jurou vingança.

"- Você - rosnou asperamente uma voz masculina atrás dela.
Ellie tentou se virar para ver de quem era aquela voz assustadora, mas alguém pegou sua mão. Ela emitiu um som, uma mistura de grunhido e arquejo, e então seu corpo se levantou do chão. Braços fortes a giraram no ar. A dor atravessou suas costas e o ar foi arrancado de seus pulmões. Seus olhos se arregalaram ao olhar para o rosto de um raivoso... 416."

Como em todo primeiro volume de uma nova série, a autora nos ambientaliza, descrevendo as características dos Novas Espécies, seus medos, anseios e desejos, e também quem são seus inimigos, pois, mesmo agora tendo seu próprio espaço, alguns humanos já os odeiam, por serem diferentes e querem destruí-los.

Como os Novas Espécies sempre viveram em cativeiro, não são familiarizados com muitas palavras e atitudes humanas, refletindo isso no seu comportamento, tornando-os bem divertidos, além do mais devido a sua mistura com o DNA animal, são excessivamente territoriais e quando acasalam é para toda a vida. Junte tudo isso aos seus físicos avantajados e extremamente sexy e bingo! Temos a fórmula perfeita para uma fantasia erótica de sucesso.

Fica a dica para que é fã do gênero.

 Cortesia da Editora Universo dos Livros
Gisela Menicucci Bortoloso
Capixaba, leonina, analista de sistemas e mãe. Apaixonada por livros, sou uma leitora compulsiva e como o tempo é curto, leio em todo o lugar: esperando o elevador, dentro do ônibus, no salão de beleza... Ler é meu prazer e minha paixão!
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

comentários pelo facebook:

18 comentários em "Novas Espécies: Fury - Livro 01 [Laurann Dohner]"

  1. cara Gi, sei que é uma saga (então pode vir toda ela ou apenas parte dela, como de praxe). sei que é um chick-lit. sei que é literatura pra passatempo. mas nada disso me tirou a vontade de lê-la todinha. acho incrível quando alguém tem uma sacada e inventa algo diferente. ahhh tudo bem, parece x-men ou algo parecido, mas ainda assim gostei demais e a curiosidade fala mais alto. quero ler sim e parte da culpa é sua viu, fiquei fascinado.

    ResponderExcluir
  2. Nossa!
    É sempre bom sais da zona de conforto!
    Sempre leio coisas de vampiros e lobisomens!
    Nunca li nada sobre aliens ou coisa do tipo!
    Parece ser um livro totalmente diferente que leio, mas com uma pitada das coisas que já conhecemos!
    Gosteii

    ResponderExcluir
  3. Oi, Gi! Eu amei a resenha assim como a premissa do livro, completamente diferente do que estou acostumada. Sempre é bom sair da mesmice e por isso eu já anotei a dica.
    Beijo! Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  4. Oi,Gi
    Não conhecia essa séria,novas espécies feitas em laboratório?Diferente ver uma pegada mais sexy com essa temática.
    Aguardo suas impressões dos próximos livros.

    ResponderExcluir
  5. Gi!
    Desde a primeira resenha que li sobre os livros dessa série, fiquei super empolgada para poder ler, primeiro porque cria uma nova espécie, o que é bem criativo e depois, por serem romances hots que tanto gosto.
    “Só a mágoa deveria ser a instrutora dos sábios; Tristeza é saber.”(George Lord Byron)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de NOVEMBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  6. Estou amado essa série, já li os três primeiros livros, achando a história eletrizante e super bem bolada, gostando muito da escrita da Laurann Dohner, tomara que a editora lance todos os volumes aqui no Brasil, curto muito esse gênero.

    ResponderExcluir
  7. Oi Gi!
    Eu qro tentar ler tbm, há um tempinho q anotei na lista e ainda não li, mas não estou com mta expectativa não...Não sei o q esperar da série, vamo v se eu vou curtir né...

    ResponderExcluir
  8. Não sou fã do gênero, mas essa é uma inovação neste meio. A história parece ser bem escrita e inova muito. Espero que os outros livros sejam lançados, embora não goste do gênero e a série seja bem extensa acho que daria uma chance. Gostei da resenha.
    Abraço!
    A Arte de Escrever

    ResponderExcluir
  9. Olá, Gisela.
    A premissa de engenharia genética, investigação governamental e etc me agrada bastante. Se parasse por aí, certamente conferiria. Contudo, o lado erótico me desanima. Não sou fã desse tipo de livro.
    De toda forma, ao menos um livro que foge do lugar comum.
    Boa dica.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de novembro. Serão dois vencedores, dividindo 3 livros.

    ResponderExcluir
  10. Eu leria muito!
    Sei que é uma saga (então pode vir toda ela ou apenas parte dela, como de praxe). sei que é um chick-lit.
    sei que é literatura pra passatempo.
    mas nada disso me tirou a vontade de lê-la todinha.
    acho incrível quando alguém tem uma sacada e inventa algo diferente.
    ahhh tudo bem, parece x-men ou algo parecido, mas ainda assim gostei demais e a curiosidade fala mais alto.
    quero ler sim e parte da culpa é sua viu, fiquei fascinado.
    Quero muito agora!

    ResponderExcluir
  11. Oi Gisela,
    Conheci essa série quando vi a divulgação do lançamento do terceiro livro e desde então estava curiosa para conhecer um pouco mais sobre a saga. É a primeira resenha que leio e posso dizer que fiquei sim interessada em ler, apesar de estar um pouco cansada de livros eróticos. Mas gostei desse enredo original, personagens que fogem dos seres sobrenaturais que são mais comuns nas fantasias eróticas. Então é uma boa dica para ler quando sentir vontade de me aventurar novamente nesse gênero, até lá espero que mais livros sejam publicados no Brasil.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oi, Gisela!!
    Já conhecia essa série e devo confessar que adoro esses livros!! Só não sabia que esse série era composta por 14 livros! ! Mas mesmo assim a a autora sabe como cativar o leitor com protagonistas maravilhosos!! Vale super a pena ler esse livro e os outros da séries.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. OI GI.
    Eu sou louca de paixão por essa série, fiquei muito feliz quando soube do lançamento aqui, Adorei a história de Fury, partiu meu coração seu sofrimento em cativeiro, espero Gi que goste dos próximos por que eu particularmente amo.
    Boa Tarde.

    ResponderExcluir
  14. Olááá!
    Desde a primeira resenha que li sobre os livros dessa série.
    Fiquei super empolgada para poder ler, primeiro porque cria uma nova espécie.
    O que é bem criativo e depois, por serem romances hots que tanto gosto.
    Gostei da indicação!

    ResponderExcluir
  15. Não curto muito o gênero erótico, mas foi boa essa ideia da autora de criar uma fantasia erótica. E ficou muito legal esse universo criado por ela, esses seres diferentes, novas espécies mesmo, até pode influenciar os fãs de fantasia a lerem. Mas como o gênero erótico não é dos meus preferidos, não fiquei muito interessada em ler.

    ResponderExcluir
  16. Não conheço o trabalho de Laurann Dohner, mas é inegável a quantidade de fãs apaixonadas que a serie Novas Espécies possui. Fico um pouco desanimada quando vejo que são 14 livros lançados e 3 apenas no Brasil. O intervalo de lançamentos dos livros é angustiante. Tirando isto esta é uma serie que tem tudo que gosto. Estou curiosa para conhecer este novo mundo.

    ResponderExcluir
  17. Oi, Gi!
    Eu achei a premissa desse livro bem diferente com a criação de uma nova espécie e tudo que envolve essa luta deles pela liberdade, mas achei que a autora forçou um pouco quando colocou isso de sensual demais, acho que só como estava já estava bom.

    ResponderExcluir
  18. Oi, tudo bom?
    Eu ainda não li nenhum livro desse gênero, sempre gostei de fantasia, mas nunca li uma erótica hahaha, achei bem criativo a autora criar criaturas novas, muito bacana, e gente tem 14 livros lançados, e aqui no Brasil quase nada, só 3.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir