acompanhe o blog
nas redes sociais

25.11.16

[Bookserie] Engenharia Reversa: Parte XXIII - Deadlock

André Luis Almeida Barreto


Engenharia Reversa


Parte XXIII - Deadlock


Pouco a pouco, Thiago começa a recobrar sua consciência. As agulhas de metal parecem ainda estar enfiadas na carne, atravessadas no crânio e provocando uma dor terrível. Então ele abre os olhos. Escuridão sem fim. Está deitado de costas, perfeitamente reto em um chão frio. Apenas o som do coração, forte, disparado, como se o órgão desejasse escapar da caixa torácica. Em um impulso se coloca de pé, leva as mãos à cabeça tentando arrancar as agulhas diabólicas daquela máquina, "drone maldito", pensa. Mas não há nada, nem agulha, nem drone. Só a escuridão.

-Davi? Marcela? Maestro? - Ele grita enquanto se move sem direção. Sua voz reverbera no chão e o eco desaparece lentamente, indicando que o lugar é muito, muito grande.

Mas, por fim, a verdade inevitável fica tão clara quanto água. Thiago se desespera, cai de joelhos e sente mais uma vez aquele chão gelado, como se suas roupas de nada adiantassem. "Fui hackeado", conclui tristemente.

- Quem é você? Quem são vocês? - Ele grita para a escuridão.

Uma gargalhada ecoa nas trevas, vinda de todos os lados e envolvendo o jovem como se ele estivesse cercado por alto-falantes. Aquela voz enfadonha, aquele sotaque das ruas mais perigosas, Thiago imediatamente reconhece de quem ela é.

- Olá, frangote! Dessa vez te pegamos de jeito! - Diz a voz com escárnio.

Thiago estremece. Então uma grande tela aparece do nada bem na frente dele, revelando a face cadavérica de Rat Bones. A imagem começa a se expandir e então o circula completamente, eliminando a escuridão.

- Tu tá morto, fedelho! Eu não disse que iria que te pagar? Eu não disse!? - Nova gargalhada.

- Sai daí, Rat, o otário já entendeu. - Diz Yuri, empurrando o mercenário magricela para o lado e tomando o lugar dele, Thiago se arrepia ao ver o Coveiro.

- Mas... Mas como vocês escaparam?

- Não é da sua conta, seu bosta! E fique sabendo que vou pegar o que você me roubou, vou me divertir com ela e depois vou estripar aquele otário do seu chefe, aquele filho da puta do Maestro.

- Chega! - Uma voz feminina autoritária faz com que Yuri se cale e abaixe o olhar. Thiago estranha a atitude brusca e submissa do caçador, então a imagem de Amanda toma de assalto toda a tela.

- Rainha de Fogo!

- Preste atenção, Thiago Klein: o drone injetou em seu sistema um vírus bioneural de última geração, o DeadLock. Ao meu comando, ele vai gerar um impulso sináptico que bloqueará um a um os seus órgãos vitais, cortando o fornecimento de sangue para eles. Não preciso dizer que será uma morte horrível. Se quiser viver, diga ao Maestro para se render imediatamente. Temos sua localização e já estamos a caminho. Se eu chegar aí e não encontrar a Bel Yagami, você morre.

A imagem se desfaz rapidamente, e em um espasmo Thiago levanta o tronco, abrindo os olhos. A primeira coisa que nota são as algemas nos pulsos, então percebe os pés amarrados. O lugar é bem apertado e ao seu lado uma pilha de caixas de plástico não permitem que ele se mova planamente.

- Socorro! Socorro!

Então vê a pequena câmera bem em cima do que parece ser uma escotilha grande o bastante para ser a porta. Olha para ela e continua a gritar. Em um instante a escotilha se abre, Maestro entra no compartimento seguido por Marcela, Thiago nota a pistola na mão do chefe.

- Ele está bem? Deixa eu ver! Deixa eu ver! - Diz Marcela aturdida.

- Fui grampeado. - Responde Thiago, melancólico.

Minutos depois, o grupo está reunido na sala de controle. Os outros dois veículos do comboio seguiram viagem, tomando rotas distintas, e o Lobo do Deserto está parado com os motores ligados e as armas preparadas.

- E agora, o que vamos fazer? - Questiona Karl.

Maestro está inquieto, andando de um lado para o outro e olhando para Thiago, que por sua vez está sentado no chão, abraçado por Marcela, mas com o olhar perdido.

- Não temos que fazer nada. Acabou. O melhor que pode acontecer é pegarmos uma pena branda, uns vinte anos na crioprisão, quem sabe. - Responde Davi, apático.

- Então, Bel, o que descobriu? - Pergunta Maestro.

Bel estava concentrada, sentada e de olhos fechados, esquadrinhando o CND de Thiago. Logo se levanta, se dirige para o melancólico hacker com passos curtos, olhando fixamente para ele.

- Thiago, eu sinto muito. - Então se volta para Maestro e os outros. - O vírus é totalmente reativo, qualquer tentativa de neutralizá-lo pode ativar o gatilho.

- Mas ele ainda não está ativado? - Pergunta Marcela.

- Não.

- E se formos embora? Como a Amanda vai ativar essa coisa à distância? - Pergunta Karl.

- Ele usa o próprio CND como uma antena, provavelmente está sendo rastreado via satélite. É tecnologia bem recente, eu diria até que é experimental. - Responde Bel.

- Tem uma solução, aliás, a única. - Diz Thiago, a voz baixa e monotônica

- Não! Nada disso! - Responde Marcela - A gente vai dar um jeito, vamos sair dessa, certo, Maestro?

Todos olham para Maestro, que, pensativo, encara cada um de volta. Então dá de ombros e se dirige para o corredor, mas antes olha de soslaio para Bel, piscando discretamente para ela antes de deixar o compartimento.

- Eu sabia! Estamos ferrados! Não dá mesmo para confiar nesse cara! - Esbraveja Davi.

Fora do Lobo, Bel encontra com Maestro, que está observando as estrelas.

- Então, qual o seu plano?

- Acho que temos uma chance. Não quis falar lá dentro porque Amanda pode estar ouvindo.

- Acho difícil, não encontrei nada estranho no sistema do Thiago além daquele vírus sinistro.

- Não quero arriscar.

- É, tá certo. E o que eu terei que fazer dessa vez? Eu espero sinceramente que você tenha um bom plano...

- Não sei se é bom, mas no momento é nossa melhor opção, e, para variar, suspeito que você só terá uma chance.

https://www.facebook.com/engenhariareversalivro

[Anterior] [Próximo]

André Luis Almeida Barreto
Aspirante a escritor, inquieto por natureza, ainda tenho vontade de mudar o mundo ou pelo menos colocar um monte de gente para pensar. Viciado em livros, games, idéias loucas e sempre procurando coisas que desafiem minha imaginação.

18 comentários em "[Bookserie] Engenharia Reversa: Parte XXIII - Deadlock"

  1. Ainda não li nada dessa história!
    Achei legal e bem interessante!
    Vou procurar o começo dela e ler!
    Boa sorte para você!

    ResponderExcluir
  2. andré!
    fico imaginando como tudo irá terminar e quando irá terminar, já ando ansiosa pelo final...kkkk
    “Só a mágoa deveria ser a instrutora dos sábios; Tristeza é saber.”(George Lord Byron)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de NOVEMBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rudy! Tá chegando o final! Se prepare para algumas surpresas! Beijos.

      Excluir
  3. Oi André!!
    Parabéns, tá excelente!!!!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Li e adorei!
    Realmente vc está fazendo um ótimo trabalho!
    Posta no wattpad!
    Beijosss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Camylla! Agradecido! Eu posto la sim! Me procure lá: https://www.wattpad.com/user/AndreLuis1

      Excluir
  5. Olá André,
    Ainda não tive oportunidade de ler no Wattpad os primeiros capítulos na integra, não sobrou tempo, mas como o capítulo anterior que você postou aqui no blog terminou daquele jeito não resisti e li essa continuação, agora fiquei com gostinho de quero mais haha
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Micheli, que bom que você curtiu! Se prepare que vem mais emoções por aí!
      Beijos!

      Excluir
  6. Oi, André! !
    Parabéns!! Vou começar a leitura no Wattpad !!
    Bjoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa! Começa sim, Marta!E por favor diz o que você achou!

      Excluir
  7. Oi André.
    Enfim consegue um tempinho para começar acompanhar pelo wattpad, estou adorando.
    Muito sucesso para você e parabéns.
    Boa Tarde.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado, Marlene! Dá uns votos lá hein!rs... Boa tarde!

      Excluir
  8. Oiiiiiii!
    ....
    Ainda não tive oportunidade de ler no Wattpad os primeiros capítulos na integra, Quando sobrar tempo vou ler tudo!
    Essa história parece ser interessante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim, Hérica! Tá quase no fim, mas a diversão é garantida!

      Excluir
  9. Como sempre mais um capitulo envolvente, estou gostando muito de acompanhar a historia.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

siga no instagram @lerparadivertir