acompanhe o blog
nas redes sociais

19.12.16

O Mundo Perdido [Michael Crichton]

Michael Crichton
Ed. Aleph, 2016 - 448 páginas:
      Seis anos se passaram desde os terríveis acontecimentos no Jurassic Park. Seis anos, desde que o sonho extraordinário, nos limites entre a ciência e a imaginação humana, acabou se tornando um trágico pesadelo. A Isla Nublar não era o único lugar usado por John Hammond em suas pesquisas genéticas de ponta. Agora, o matemático Ian Malcolm e uma equipe de cientistas – além de certos pequenos clandestinos – devem explorar outra ilha na Costa Rica, repleta dos mais perigosos dinossauros que já caminharam pela Terra.


Onde comprar:



O mundo perdido, lançado em originalmente em 1995 como continuação de Jurassic Park, nos traz uma ficção científica que definitivamente pode ser chamada de um must-read – ou seja, um livro que deve ser lido com certeza, seja por amantes do scifi ou não. Foi uma ótima surpresa!

Nessa história, temos o Dr. Richard Levine que se encontra cheio de evidências que podem confirmar uma possível escapada dos dinossauros da extinção. Eles estariam em uma ilha perto da Costa Rica, porém sua existência estaria sendo abafada pelo governo Costa-riquenho. Levine, com sua característica impulsiva, decide então por conta própria ir até a ilha descobrir o mistério dos dinossauros e se possível tentar provar suas teorias sobre a extinção na Terra. E isso é só o gatilho do que vem acontecer depois...

O Mundo Perdido é um scifi que não tem uma linguagem complicada, mesmo tendo muito mais descrições científicas que seu antecessor. Isso pode ser um ponto positivo para aquelas pessoas que não são tão fãs do gênero, pois é uma leitura bem tranquila e instigante, mesmo que a narração científica seja extensa. Não é um ponto negativo, pelo contrário, é um fato que acrescenta a leitura. Ao fazer tais descrições, o autor revela nos diálogos algumas reflexões profundas como o orgulho e arrogância presentes na Academia; Criacionismo X Evolucionismo; reflexões acerca do uso de animais em pesquisas; evolução, entre outros pontos.

Outro ponto positivo em minha opinião foi a narração rápida, característica base de um livro de ação. Isso fez com que a história ficasse dinâmica e ágil, fazendo com que o leitor se agarre ainda mais na narrativa. Para mim, o livro tem toda cara de um roteiro de filme. E por mais que dinossauros e ficção científica soem extremamente clichés, quando as estrelas do livro finalmente aparecem, é um espetáculo à parte. As descrições são muito ricas, dando facilidade ao imaginar cada tipo de dinossauro ao seu modo. Achei isso um dos pontos altos da história, além também dos personagens serem muito cativantes. Dou destaque para o Arby e a Kelly, que se provaram essenciais na expedição.

Michael Crichton acertou mais uma vez. Mesmo que você não seja fã de ficção científica, mas que tenha a oportunidade de ler esse livro, leia. Pode se tornar uma grande surpresa. Creio que mesmo não tendo lido Jurassic Park (que também é uma maravilha, by the way), se somente ler O Mundo Perdido, o enredo não se torna difícil de entender, pois este dá algumas dicas do que aconteceu no livro anterior, sem entregar muito da história. E por fim, deixo mais uma vez meu amor pela Editora Aleph, que não só ressuscitou um dos livros clássicos do scifi, mas como o transformou em uma obra-prima de diagramação. A edição está linda demais! Virou favorito!

 Cortesia da Editora Aleph
Pâmela Fardim
20 anos e Estudante de Psicologia. Bookaholic, apaixonada por músicas lindas. Maratonista de seriados de carteirinha, companion perdida do doctor e seguidora de Sherlock Holmes, Patrick Jane e Cal Lightman. Pensa em um dia conhecer o Reino Unido e é fã de uns caras conspiradores que tocam em uma banda chamada Muse.
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

9 comentários:

  1. Oi, Pâmela...
    Realmente a capa desta edição é incrível!!! A Aleph arrasa nas capas... Há pouco tempo descobri que os filmes da série Jurassic Park são uma adaptação... Conheci os livros e achei as edições lindas demais, mas ainda não tive oportunidade de ler... Adoro ficção científica e os filmes são incríveis... Espero poder ler esses livros em algum momento...
    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  2. Oi Pâmela, tudo bem?

    Eu não sabia do livro!! Adorei saber! Eu gosto bastante do filme Jurassic Park e o fato de não ter uma narrativa complicada me agrada bastante!!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. Como gosto muito de ler livros do gênero ficção científica, e gosto de Jurassic Park, me interessei por este livro, sem dúvidas pretendo ler.

    ResponderExcluir
  4. Pâmela!
    Tudo que se relaciona aos dinossauros e ao mundo Jurassic Park são sempre uma ficção bem escrita e elaborada e vale a pena a leitura.
    “Há mais, muito mais, para o Natal do que luz de vela e alegria; É o espírito de doce amizade que brilha todo o ano. É consideração e bondade, é a esperança renascida novamente, para paz, para entendimento, e para benevolência dos homens.” (Desconhecido)
    Boas Festas!
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de DEZEMBRO ESPECIAL livros + BRINDES e 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bom?
    Gostei muito da resenha, confesso que ainda não li nenhum livro de ficção cientifica, mas gostaria muito de conhecer o gênero. Como você disse que o livro envolve até quem não gosta do gênero, pretendo dar uma chance.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  6. Oi, Pâmela!!
    Ainda não li esse livro mais quero muito ler. No momento só assisti os filmes mais quero muito ler os livros. Acho esse livo muito bonito e a diagramação dele é linda. Gostei demais da indicação.
    Beijoss

    ResponderExcluir
  7. Sou fã da franquia Jurassic Park mas confesso que em se tratando do gênero  ficção científica prefiro assistir e não ler algo sobre o gênero, por isso O Mundo Perdido não é pra mim...
    Abraços!

    ResponderExcluir
  8. Ah,a continuação do Jurassic!Me recomendaram ele,mas ainda não tive a oportunidade de ler.
    Parece trazer reflexões interessantes,mesmo pra quem não é alucinado por dinossauros é uma leitura para dar um chance,também acho que ele pode surpreender.

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Só assistir as filmes de Jurassic Park, mas achei bem interessante esse scifi, pois parece um livro para servi de base, com uma historia envolvente e bem explicada, fiquei curiosa para poder ler e entender melhor, principalmente essa mensagem que o livro consegue passar !!

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

 
Ler para Divertir © 2015 - Blog no ar desde 31.10.2010
topo giovana joris • design e código gabi melo