acompanhe o blog
nas redes sociais

23.5.17

Espero por Você [Jennifer L. Armentrout]

Jennifer L. Armentrout
Ed. Novo Conceito, 2017 - 384 páginas
Algumas coisas valem a pena esperar. Algumas coisas valem a pena experimentar. Algumas coisas não devem ser mantidas em silêncio. E, por algumas coisas, vale a pena lutar. Avery Morgansten precisa fugir. Ir para uma faculdade a centenas de quilômetros de casa foi a única forma que encontrou para esquecer o acontecimento fatídico que, cinco anos antes, mudara a sua vida para sempre. O que não estava em seus planos era atrair a atenção do único rapaz que pode mudar totalmente a rota do futuro que Avery está tentando construir. Cameron Hamilton tem um metro e noventa de altura, impressionantes olhos azuis e uma habilidade notável para fazer com que Avery deseje coisas que ela acreditava terem sido roubadas irrevogavelmente dela. Envolver-se com ele é perigoso. No entanto, ignorar a tensão entre eles — e despertar um lado dela que nunca soube que existia — é impossível. Até onde ela estará disposta a ir e o que fará para esquecer o passado e viver aquela relação intensa e apaixonada, que ameaça ruir todas as suas certezas e fazê-la conhecer um mundo de sensações que julgava estar negadas para sempre?

Onde comprar:

Avery era uma moça de 19 a caminho da faculdade que devido a algo que aconteceu a ela aos 14 anos resolveu se mudar para o mais longe possível da casa dos pais e da adolescência turbulenta. Ela saiu do Texas para o outro lado do país totalmente contra a vontade dos pais, mas diga-se de passagem, foi a melhor coisa que poderia ter acontecido a ela.

Queria ter essa sorte de no primeiro dia de aula da faculdade esbarrar com o cara mais gato e popular da universidade rsrrs, Cameron Hamilton, olhos azuis e um corpo de tirar suspiros de qualquer beata. Porém minha querida e amada Avery saiu correndo no sentido contrário só para não entrar atrasada na sala de aula de astronomia, deixando Cam pra trás sem entender nada. Ao contar o acontecido para Jacob e Britanny seus mais amigos de carteirinha (coisa essa que Avery sentia falta desde o halloween de 5 anos atrás), seus amigos ficam empolgadíssimos com a ideia de Cam ter conversado com ela.

Espero por Você

Avery e Cam são lindos juntos e isso vocês mesmos vão chegar a conclusão no decorrer do livro, mas o lance da autora é questionar até que ponto alguém aceitaria a opinião dos pais sobre algo que pode mudar a sua vida e transformá-la de cabeça para baixo.

Uma menina de 14 anos sofre um abuso por um garoto 3 anos mais velho. Conta para a polícia, presta queixa e o seus pais preocupados com o que a sociedade vai pensar, a convence a ceder, aceitando um acordo solicitado pelo pai do garoto. O que a pobre Avery não podia imaginar era ter que passar o ensino médio inteiro ouvindo as pessoas falando coisas horríveis sobre ela e sair do status "popular" para "puta mentirosa". Como você lidaria com isso? O que você faria?

"Algumas coisas valem a pena esperar.
Algumas coisas valem a pena experimentar.
Algumas coisas não devem ser mantidas em silêncio.
E por algumas coisas, vale a pena lutar."

Avery não tomou as melhores decisões após o acontecido, mais foi muito feliz na escolha de faculdade, e Cam foi insistente o suficiente para mostrar que ela é mais forte do imagina, e que o que aconteceu com ela não a torna um ser desprezível. O que nos leva a pensar: que tipo de mãe prefere ver a filha sofrer todos os dias ao invés de apoia-la?

Convido você a ler e se emocionar com o amor dos dois.

Top Comentarista de Maio

Luana Miranda Rodrigues
Analista de Sistemas, "Meus filhos terão computadores, sim, mas antes terão livros. Sem livros, sem leitura, os nossos filhos serão incapazes de escrever - inclusive a sua própria história". Bill Gates tem toda razão.
Cortesia da Editora Novo Conceito
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

comentários pelo facebook:

33 comentários em "Espero por Você [Jennifer L. Armentrout]"

  1. Oi Luana!
    Pela capa eu já pegaria pra ler, é linda. Estou imaginando os personagens, assim como essa mãe que faz a filha ceder á um absurdo desses...
    Qro conhecer em breve!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Já tinha lido algumas resenhas e realmente a historia é boa mostra uma intensa e triste realidade que acontece muitos casos e muitos se calam, é um livro que eu leria com toda certeza.
    Até mais!!!

    ResponderExcluir
  3. Oi Luana,
    Vi pessoas que amaram e outras que odiaram o livro. O tema é bem pertinente (superação de um abuso e bullying) espero que o romance seja bem construído para torná-lo melhor ainda.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi Luana, esse é um ótimo livro e Cam é um personagem incrível, gosto muito dele e de como ele ajuda Avery. A decisão que os pais a fizeram tomar é bem polêmica e as consequências terríveis, pois o que vem depois que ela aceita o acordo é irritante, mas todo o passado dela a leva a conhecer Cam e daí se desenvolve uma história linda.Tô super contente que ele finalmente veio a ser publicado por aqui e espero que a editora continue e traga toda a série :)

    ResponderExcluir
  5. Nossa!
    Que tipo de pais fazem isso com uma filha. Se eu fosse filha deles os odiaria para sempre. Depois desse desabafo acho que nem preciso dizer que amei o livro. Quero muito lê-lo e vou torcer muito para que ela seja feliz, talvez até torço por uma vingancinha. Amei a resenha e quero muito ler esse livro. Beijos!!

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia esse livro, pelo que percebi trabalha com temas importantes, há camadas, o romance é uma peça para essa superação.

    ResponderExcluir
  7. Oi Luana,
    Que trama pesada que a autora propôs para este livro. Pai e mãe tem um papel muito grande e, diria, principal na vida de um filho e este papel se resume em proteger e ensinar valores que serão carregados para a vida toda. Agora quando seus pais não dão o apoio necessário ou se preocupam mais com a opinião alheia, como ficam esses valores? Avery terá que ser forte, pois enfrentar o ensino médio é barra pesada quando sua reputação é a pior. Espero que Cam seja a pessoa que ela precisa e sua a vida, alguém que lhe passe segurança e acredita nela. Achei esta premissa muito promissora e fiquei curiosa para ler este livro.

    ResponderExcluir
  8. Muitos livros atualmente vêm tratando de temas pesados como esse. Como você acha que foi a abordagem desse? Lembro de ter lido uma resenha em outros blogs falando de livros que juntavam vários tipos de trauma mas não desenvolviam da maneira mais adequada e respeitosa. As vezes alguns autores esquecem da importância disso xD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então Tarcila o tema é complicado e o modo como a autora resolve ele é educado eu diria, porque eu se fosse a Avery não teria sido tão plena e calma na solução do problema, mais como se passou muito tempo do ocorrido e ela teve tempo suficiente para criar maturidade para lidar com isso achei valido a forma como ela resolveu o problema que no fundo só estava na mente dela, afinal que culpa tem uma mulher que foi violentada? mais esse é o assunto mais polemico afinal sempre somos culpadas de alguma forma pela sociedade machista que não vê, que qualquer violência só existe porque ela mesma cria situações assim o tempo inteiro, por exemplo, onde está o respeito aos professores se as crianças de hoje não respeitam nem os pais? então onde está o respeito a mulher se o filho cresce vendo o Pai desrespeitar a mãe e as demais mulheres na rua? Complicado.....

      Excluir
  9. Olá,
    já li algumas resenhas sobre esse livro e claro, que não podia deixa de me apaixonar, a trama dela me fez querer ler e conhecer esse romance desses dois casais, alias seria tão bom ter um cara super clichê...
    Amei muito o trecho que colocou do livro, é linda!

    ResponderExcluir
  10. Um tema bem pesado e necessário, quero muito ler e tirar minhas próprias conclusões

    ResponderExcluir
  11. Pode acreditar que existem muitas mães reais dentro da sociedade, como a mãe da personagem do livro, que prefere esconder as coisas, do enfrentar e lidar com a situação real. Enfim, imagino que isso deve ter mexido e muito com a cabeça da nossa personagem, ainda bem que ela vai encontrar uma pessoa que vai ficar do seu lado, apoiando-a, e fazendo com que consiga superar essa situação. Estou louca por esse livro, já quero conhecer esse casal, e suas estórias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. depois de tudo a Avery só precisava de um abraço e um eu acredito em você filha....
      Eu tive vontade de abraçar ela toda vez que a autora dava a entender o que tinha acontecido com ela. Não sei minha reação se estivesse no lugar da Avery, acredito que estaria morta.

      Excluir
  12. Oi Luana ;)
    Amo demais esse livro!
    Li em inglês há uns anos, e simplesmente amei!
    Achei maravilhoso que a Novo Conceito decidiu publicar.
    Pra mim Cam e Avery foram um dos melhores casais literários que já tive o prazer de conhecer, ela por apesar das dificuldades consegue ser forte e enfrentar os problemas, e ele por ser companheiro, estar sempre lá para ela e para os amigos!
    É clichê sim, mas que vale muito a pena ler!
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Isabela, clichê mais fofo fazer o que somos românticas kkkkk

      Excluir
  13. Olá! Gostei muito de ler este livro, ele é emocionante e divertido, o desenvolvimento do romance dos dois é lindo... Cam é praticamente perfeito, ele é lindo, inteligente, confiante e engraçado e Avery quer apenas uma coisa - começar de novo e ter uma vida normal, enfim uma leitura perfeita para um final de semana.

    ResponderExcluir
  14. Oi Luana.
    Também acho que esse casal é lindo junto eu realmente amei este livro Essa foi uma das minhas melhores leituras dessa série e da autora acho que por justamente ser o primeiro livro que li dela acabei me apegando mais aos personagens, li recentemente esse livro novamente e me apaixonei como fiz na primeira vez, o casal é realmente fofo e o questionamento de até onde ouvir seus pais é certo me cativou, adorei ver ela ganhando força e batalhando pelo que acreditava apesar de tudo.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  15. A historia parece ser bem reflexiva, sobre nossas atitudes e a influência que os pais exercem sobre os filhos, eles deveriam apoiar a filha ao invés de se preocuparem com aparências, com que os outros vão pensar. O casal parece ser cativante e ele um fofo por apoiá-la.

    ResponderExcluir
  16. cara Luana, é absurdo o pensamento de que todos na sociedade devem manter as "aparências" para que as coisas não saiam dos seus devidos lugares. não existem "devidos lugares", o que existe é aquilo que carregamos no corpo, no coração e na mente. ninguém pode medir o sofrimento alheio a não ser ele próprio. mesmo quem passou pela mesma situação a sentiu de forma diferente, particular. é preciso denunciar sim, porque não há mais espaço para a violência e o tempo da mordaça já vai longe. ótima dica para quem quer aprender através da dor de outrem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho um absurdo Rodolfo foi difícil escrever a resenha sem querer bater na cara dessa sociedade hipócrita.

      Excluir
  17. Oi.
    Se o enredo é bem construído e os personagens cativam o leitor, a leitura parece ser interessante. Tema importante e reflexivo.
    A dica está anotada, espero ter a oportunidade de conferir.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  18. Oi, Luana. Eu amei esse livro! Gostei da forma como a autora abordou as inseguranças e as consequências do tema. Eu amei o Cam, porque ele é do tipo que sabe realmente esperar e sabe dar o apoio que a Avery precisa, sem ser forçado. Amei essa leitura e também indico.
    Beijo!
    Leitora Encantada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EI Miriã o Cam é um príncipe encantado esperado por todas as mulheres rsrsrs
      Beijo
      Ler para Divertir

      Excluir
  19. Luana!
    Que pais são esses? Pelo amor de Deus!
    Como ignorar um fato tão catastrófico e doloroso? Algo que ela terá de levar para o resto da vida? Absurdo total.
    Bom saber que ela conseguiu ir para faculdade e lá encontrou Cam.
    “A solidão é a mãe da sabedoria.” (Laurence Sterne)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE MAIO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. sabe o que é mais triste ?
    é saber q tem pais na realidade como o dela... que prefere manter o status por cima de qq coisa
    ou ainda coloca a culpa nela
    que bom saber que ela conseguiu achar alguém como o cam.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente é e por saber que existem pais assim que precisamos fazer meninas que passaram por isso entender que elas não são culpadas que elas precisam denunciar e não importar com o que os pais ou a sociedade vão pensar. Pois só depois de terem tirado esse peso das costas vão conseguir talvez ainda viver melhor, afinal é impossível afirmar a forma como cada um vai lidar com o que aconteceu a si mesmo.
      Abraços
      Ler para Divertir

      Excluir
  21. Oi! Eu não sou muito fã do romance, mas ao ver que a autora do livro é a mesma autora da Saga Lux (meu amorzinho) eu não pude deixar de colocar esse livro na minha lista de desejados! Amo a escrita da autora e acredito que esse é uma boa história de superação. Beijoss

    ResponderExcluir
  22. Oi!
    Ainda não li esse livro, mas estou bem curiosa para conhecer essa historia, gosto muito da escrita da autora, já li duas series dela que me conquistaram e estou curiosa para ler um romance único, gostei muito do tema que ela trata nesse livro e esse casal parece bem fofo, esse livro está na minha lista de leitura !!

    ResponderExcluir
  23. Olá, não conhecia esse livro, mas já quero muito lê-lo! A história parece nos prender bastante, e nos deixar com uma certa raiva desses "pais", pq onde já se viu não apoiar a própria filha, ainda mais numa situação dessas??

    ResponderExcluir
  24. Histórias de abuso sexual sempre me comovem e mesmo lendo isso na ficção sabemos que isso é mais recorrente do que pensamos, para mim é difícil acreditar que um acordo desse pode ser feito e isso já vai me causar raiva na história, mas ver também que aparece um cara que quer mostrar a ela que as coisas podem ser diferentes vai ser muito gostoso de acompanhar isso, com certeza quando tiver oportunidade vou querer sim acompanhar essa história.

    ResponderExcluir
  25. Pelo jeito mais pais para serem odiados. O livro já chamou minha atenção pela capa e agora lendo a resenha tenho certeza que é o tipo de romance que gosto. Quero acompanhar a superação da Avery. Cam parece um doce. Dica anotada!

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir