acompanhe o blog
nas redes sociais

24.8.17

Mulheres Perigosas [editado por George R.R.Martin & Gardner Dozois]

Mulheres Perigosas
Ed. Leya, 2017 - 736 páginas
- "George R. R. Martin apresenta as mulheres mais perigosas dos livros de fantasia. No ano em que o filme Rogue One chega às telas com uma heroína que reina absoluta, forte e autônoma, você vai conhecer as mulheres mais perigosas da literatura de fantasia mundial. Editada por George R. R. Martin, esta antologia traz 21 histórias inéditas sobre magia, ciúme, ambição, traição e rebeldia para Joana D’Arc nenhuma botar defeito. Esqueça o estereótipo de mulheres vítimas e heróis másculos enfrentando sozinhos qualquer perigo. Aqui você irá encontrar mulheres guerreiras, intrépidas pilotas, destemidas astronautas, perversas assassinas, heroínas formidáveis, sedutoras incorrigíveis e muito mais. Assinado por monstros da ficção científica e fantástica como Brandon Sanderson, (“Mistborn”), Megan Lindholm (“A Saga do Assassino”, sob o pseudônimo Robin Hobb), Melinda M. Snodgrass, Caroline Spector (“Wild Cards”) e novos nomes da literatura jovem como Megan Abbott (A febre) e Diana Gabaldon (“Outlander”), o volume conta ainda com uma novela do próprio Martin sobre A dança dos dragões, a guerra civil que assolou Westeros dois séculos antes dos acontecimentos de A guerra dos tronos. Mulheres perigosas é um livro simplesmente imperdível, daqueles que você não consegue parar de ler. Prepare-se para todo o tipo de perigo e para perder o fôlego com essas mulheres mais que poderosas."

Onde comprar:

É cor de rosa choque

Gosto de romances históricos, de preferência os medievais, mas apesar da capa nos induzir a esta conclusão, a verdade é que Mulheres perigosas (Leya, 736 páginas) está recheado de contos de diferentes épocas e os de que mais gostei foram os que não tratavam da Idade Média.

As mãos sempre certeiras do mago George R.R.Martin e seu parceiro Gardner Dozois nos brindam como uma edição repleta de autores consagrados (outros nem tanto, mas também muito bons). Sem contar meu encantamento pela forma fluida, moderna e saborosa com que o “tijolo” foi traduzido por Alexandre Martins (não sou de falar muito nisso pela falta de conhecimento do metiê). Sabemos que uma má tradução pode colocar tudo a perder.

Todos os contos têm como mote ou personagem principal a “mulher” – caridosa, inteligente, intuitiva, nobre, corajosa, otimista, teimosa, mentirosa, vingativa, interesseira, vulgar – uma gama inteira de qualidades e defeitos que fazem deste livro uma leitura interessante e de modo algum tediosa. É no mínimo instrutivo para todos aqueles que querem aprender um pouco mais sobre o vasto universo feminino. Por isso não provoque...

São 21 contos dessemelhantes. Há um ou outro que parece mais com um capítulo de livro inacabado, fica meio sem sentido. Mas no todo é surpreendente. Recebeu 4 estrelas por causa destes poucos contos que destoam, porém quero deixar claro que há outros tão comoventes que me deu vontade de relê-los ao final.

George R.R.Martin & Gardner Dozois

Entre os autores conhecidos temos Joe Abercrombie, autor da trilogia “A primeira lei” e da série “Mar despedaçado”, que nos brinda com uma personagem durona e explosiva do Velho Oeste, a destemida Shy.

"Quando as coisas aconteciam, Shy tinha a tendência de simplesmente fazer, sem pensar em misericórdia, sem pensar em resultado, sem pensar em quase nada. Era o que a tinha mantido viva durante toda aquela merda. E por falar nisso, era o que a colocara nela."

Jim Butcher, infelizmente pouco conhecido do público brasileiro, best-seller da série “Os arquivos Desden” com apenas um livro de alta octanagem publicado – “Frente de tempestade”. Aqui nos traz, além de um baita spoiler sobre a série, a aprendiz Molly, protegida de Dresden.

"O que estava emanando naquele momento do cara novo era... era mais como fogos de artifício. Queimava mil vezes mais quente e brilhante e não parava de queimar. Eu já sentia lascívia e desejo nos outros antes. Aquilo era tão mais profundo e amplo que simples lascívia que não acho que existia uma palavra para definir. Era... uma ânsia enorme e inumana, fundida a um amor feroz e ciumento, temperado com atração sexual e desejo. Era como ficar de pé próximo a um pequeno sol..."

Brandon Sanderson, já bastante conhecido por aqui pela série “Mistborn – Nascido da bruma”, também está presente com um conto bastante sombrio sobre caçadoras de recompensa à borda de uma floresta cheia de más intenções.

"De qualquer forma, havia comércio, e isso mantinha a estrada desobstruída, mesmo que as árvores ao redor tivesse uma tendência a projetar galhos para baixo – como braços ansiosos – para tentar cobrir o caminho. Tomá-lo de volta. As Florestas não gostavam que os homens as tivessem infestado."

Lev Grossman, autor da prestigiada série fantástica “Os magos”. E com conhecimento de causa ele nos leva para uma escola de magos peculiar e cheia de elementos bizarros.

"Havia outra garota de pé no espelho em vez dela. Ou pelo menos tinha a forma de uma garota. Era azul e estava nua, e sua pele emitia uma luz sobrenatural. Mesmo seus dentes eram azuis. Seus olhos eram insanos."

Diana Gabaldon, tremendamente badalada por sua série “Outlander”. No livro ela nos apresenta Jamie Fraser, que virá a ser um dos protagonistas da série. Taí um conto divertido e que nos faz correr para a série para provar um pouco mais de sua escrita potente e saborosa.

"Ele ergueu os olhos, confuso, desesperado, e então os baixou enquanto o corpo da garota escorregava de seu aperto e caía sobre os joelhos com uma impossível graça desossada, o pequeno buraco escuro em seu seio branco sujo com apenas um pouco de sangue. Não muito."

Há inúmeros outros contos com famílias em lutas eternas pelo trono, como os Plantageneta, rainhas exiladas, juízas pós-apocalípticas e heroínas superpoderosas do universo Wild Cards, entre tantos outros.

Mulheres Perigosas

E claro, temos o boss George R.R.Martin, que hoje dispensa comentários. Ele vem com um conto inédito de Westeros e suas “Crônicas de gelo e fogo”, sobre a primeira Dança dos Dragões, a trágica batalha a qual ele vive retornando em sua obra. É um verdadeiro banho de sangue.

"Ao alvorecer, incêndios ardiam por toda a cidade, a Praça dos Sapateiros estava coberta de cadáveres, e bandos de fora da lei circulavam pela Baixada das Pulgas, invadindo lojas e casas e agredindo todas as pessoas honestas que encontravam. Os mantos dourados sobreviventes se recolheram aos seus alojamentos, enquanto cavaleiros de sarjeta, reis de fantasia e profetas loucos comandavam as ruas. Como as baratas que eles lembravam, os piores entre eles fugiram antes da luz, se retirando para esconderijos e adegas para dormir o sono dos ébrios, dividir o saque e lavar o sangue das mãos..."

Fiquem atentos para os contos “Lutando com Jesus” de Joe R.Lansdale e “Segundo arabesque, muito lentamente” de Nancy Kress. Os autores são desconhecidos, mas os contos são pura sensibilidade.

E por falar em sensibilidade o meu preferido é o conto “Vizinhos” de Megan Lindholm, por se tratar de um tema que me é muito caro – a velhice e suas limitações. Seria egoísmo abandonar os pais e levá-los para locais apropriados como asilos, ou seria mais cruel deixá-los à própria sorte em casa, vivendo sozinhos, muitas vezes sem o companheiro de uma vida inteira?

Então é isso pessoal. Um livro cheio de aventuras e também com pitadas líricas cheias de um sentimento que nos aperta o peito. Espero ter aberto o apetite de vocês. Leiam também, recomendo!


Rodolfo Luiz Euflauzino
Ciumento por natureza, descobri-me por amor aos livros, então os tenho em alta conta. Revelam aquilo que está soterrado em meu subconsciente e por isso o escorpiano em mim vive em constante penitência, sem jamais se dar por vencido. Culpa dos livros!
Cortesia da Editora Leya
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

comentários pelo facebook:

34 comentários em "Mulheres Perigosas [editado por George R.R.Martin & Gardner Dozois]"

  1. Oi Rodolfo, tem um conto com Jamie Fraser nesse livro?!! Já fiquei super interessada haha, ainda não li os livros da Diana, mas amo a série.
    Não sou muito chegada em livros de conto mas os nomes dos autores chamam a atenção na capa e contos que tratam de qualidades e defeitos tendo mulheres como principais é muito interessante. O conto que fiquei mais curiosa foi o Joe Abercrombie com sua personagem durona e explosiva do Velho Oeste. Curti demais a resenha e a dica ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara Lili, que bom que conhece Fraser, você irá adorar este conto, tem todo o ritmo da série. também tenho dificuldades com contos, mas este mereceu 4 estrelas com contos 5 estrelas fácil fácil, são belíssimos. Joe abre o livro, mas tem muuuuuita coisa boa. bjos.

      Excluir
  2. 736 PÁGINAS!! 21 CONTOS!!
    Ô povo pra escrever esse Sô.
    Mas, o que salva é a temática... Adoro personagens femininas, principalmente as fortes e inteligentes. Sinto cheiro de heroínas nesse livro. Apesar de correr dos livros grandes, quando nos oferece uma boa historia, -nesse caso várias ótimas histórias-, a gente enfrenta o medo e mergulha de cabeça na leitura.
    Gostei da dica.
    Bjão
    Ni
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  3. cara Ni, não há só heroínas, há bandidas também, com muito gosto, rs. a grande maioria das histórias são belíssimas, a gente viaja em épocas e personalidades tão distintas que nem percebemos o tempo se esvair. é leitura pra lá de prazerosa. embarque você também. bjos.

    ResponderExcluir
  4. Oi Rodolfo,
    Se George R.R. Martin está envolvido já sei que o negócio não é brincadeira. A representação da mulher nos livros nem sempre tem seu devido reconhecimento (mesmo este tendo mudado um pouco nos últimos anos), por isso ver um livro onde a figura feminina tem seu destaque, mesmo ele sendo em alguns momentos voltado para seus defeitos (com vilãs e bandidas), me deixa bem intrigada para realizar esta leitura. Me assustei um pouco quando vi o número de páginas, mas ao ver que estas estão divididas em contos me deixou mais aliviada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é isso mesmo cara Gislaine, Martin aparece e a gente corre atrás sem pestanejar. e só pra apimentar mais a coisa, as vilãs são deliciosamente inquietantes, adorei todas. não se assuste com as páginas, vá lendo aos poucos, conto a conto, verá que não vai pesar tanto assim. boa leitura.

      Excluir
  5. Olá!
    Nossa, quantas paginas, eu levaria quase um ano para terminar..kkk
    Não sou fã de contos mais já li alguns e sempre me deixaram maravilhada com a historia. Muitos autores não conheço mas já ouvi fala de George R.R Martin, dizem que o livro deles são maravilhosos, espero ter essa oportunidade de ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara Lily, sou extremamente lento quando leio, porque gosto de voltar a determinados pontos, observar a construção do parágrafo etc. por isso posso lhe dizer que este livro não me cansou em momento algum e rapidinho ele estava todo lido. não espere tanto, embarque também neste e nos outros livros do grande Martins.

      Excluir
  6. Nossa! Que calhamaço interessante, adorei Rodolfo!

    Grande abraço,
    www.cafeidilico.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. caro Victor, o livro é um espetáculo, não é cansativo, você verá que as páginas vão desfilar rapidamente. abração amigo.

      Excluir
  7. Oi, Rodolfo, um calhamaço e tanto para contos, mas acho que justamente por isso se torna agradável lê-lo, histórias diversas para todos os gostos. Minha primeira curiosidade foi saber se eram textos de autores e autoras, temi rótulos ou caricaturas das mulheres, ainda que heroínas, guerreiras, vilãs, e fiquei feliz pelo livro contemplar escritoras. Já fiquei com vontade de ler este último que vc contou (sobre a velhice), será que encontro pela internet? É um tema que me interessa muito.
    Por outro lado pensei que seriam contos sobre personagens famosas, como cada autor criaria um conto para elas, mas vejo que são criações próprias, estou certa? Tb fiquei pensando se o livro pegou carona nessa discussão atual do feminismo, tão quente e abrangente quanto necessária.
    Bela resenha, quotes instigantes. Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara Manuh, um "livrão" no mínimo surpreendente e sem dúvida agradável. é muita gente boa em várias histórias de diferentes gêneros, um caleidoscópio de cores formando um painel lindo sobre a mulher. autores e autoras, cada um com sua visão, mas todos com voz feminina, interessante demais.
      já percebi que o tratamento e o próprio tema - velhice - é algo que nos incomoda, nos tira do caminho rotineiro, mas também nos torna delicados e atenciosos. o tempo é implacável e aprender a conviver com isso é sempre lição obrigatória. os orientais respeitam (pra não dizer veneram) os mais velhos exemplarmente, precisamos tratá-los como espelhos de uma educação que o ocidente não nos contemplou.
      há algumas personagens históricas (famosas), mas há outras fruto de muita imaginação e sensibilidade. o feminismo veio pra abrir fronteiras, derrubar barreiras e mesmo para aqueles que não toleram o novo (não é o meu caso) é algo para se admirar e respeitar.
      bjos querida e obrigado pelas palavras carinhosas.

      Excluir
  8. Rodolfo querido!
    Suas indicações sempre fabulosas!
    Que livro fenomenal!
    Mostra mesmo o quanto as mulheres TEM CULTIVADO O PODER e tomado as rédeas de suas vidas sem precisar depender dos homens.
    E ainda o questionamento sobre colocar ou não nossos idosos em asilos... particularmente sou contra, tanto que mainha com 82 anos e várias limitações por causa dos avcs e da Alzheimer, está até hoje em casa, sobre os cuidados da minha mana e sobrinhos.
    Acredito que o aval do Gerorge Martin permite que tenhamos a visão de sensibilidade que a obra mostra.
    Nem preciso dizer que é leitura indispensável para nós mulheres modernas.
    Desejo um final de semana mais que tranquilo e abençoado!
    “Deus com Sua infinita Sabedoria, escondeu o Inferno no meio do Paraíso para que nós sempre estivéssemos atentos.” (Paulo Coelho)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE AGOSTO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara Rudynha, o livro é um espetáculo. acredito que se as mulheres governassem seríamos mais felizes, tomam decisões ponderadas, corajosas e dão ouvidos ao coração (está faltando muito disso atualmente). assim como você sou contra, mas também não gostaria de vê-la solitária, sem amigos pra conversar sobre a vida. é tema espinhoso demais.
      é leitura indispensável sim, inclusive para os homens que se preocupam em saber um pouco mais sobre o universo feminino, que é maravilhoso. bjos querida e obrigado pelas palavras sempre carinhosas.

      Excluir
  9. Ahh,tem Diana Gabaldon com um conto do Jamie Fraser?!Já quero.
    Claro que em uma grande coletânea nem todos têm o mesmo nível,mas gosto,é bom pra conhecer a escrita de outros autores.Vou prestar uma atenção especial em "Vizinhos" ^^
    Só não pego agora por causa do tamanho,preciso de mais tempo pra me dedicar a essa leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara Helen, confesso que Gabaldon me chamou muuuuuito a atenção. preste atenção em "vizinhos" sim, depois me diga o que achou. pode ler cada um dos contos fora da ordem, sem problemas. boa leitura!

      Excluir
  10. Nossa, tomei um susto quando vi o tamanho do livro! Adorei a resenha, achei maravilhosa, assim como as fotos! <3

    https://joaninhaliterariaa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara Aninha, é realmente assustador, mas é também prazeroso. as fotos são todas por conta da Gi que é uma artista. leia também e depois me diga o que achou. bjos

      Excluir
  11. Gostei da resenha do livro e do conteúdo, mas não leria no momento por se tratar de um livro muito grande. Quero terminar minha meta primeiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara Gislaine, este negócio de meta deixa a gente apertado, também tenho as minhas, rs. mas se o livro passar por você não o deixe escapar, é muuuito bom. obrigado pelas palavras carinhosas. bjos.

      Excluir
  12. Olá! Nossa adoro contos, e esse livro está repleto deles hein (21! Uau) a temática também me agradou bastante, personagens femininas fortes e determinadas, fiquei bem curiosa em conferir os contos do George R. R. Martin e da Diana Gabaldon, ainda não iniciei a leitura de Outlander, quem sabe esse conto não é o empurrãozinho que falta para eu começar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara Elizete... são contos de fôlego. gostei meia do conto de gabaldon que do de martin, mas aí é questão de gosto né? não iniciei outlander e nem crônicas de gelo e fogo. mas os contos abrem nosso apetite.

      Excluir
  13. OI Rodolfo.
    Leria pelo Jamie Fraser.
    Eu não sabia que tinha um conto da autora nesse livro, mas enfim, eu tenho muita curiosidade para conhecer a escrita do George, e acho essa uma oportunidade bem interessante já que uni o útil ao agradável além de ter um certo romance históricos o que eu particularmente amo.
    Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara Marlene, este é um livro pra travarmos conhecimento com novos autores, autores que estão chamando a atenção dos inúmeros leitores. e também há os consagrados, que fazemos questão de esticar um pouco mais as histórias que já amamos. bjos.

      Excluir
  14. Parece ser interessante ainda mais por se tratar das mulheres, alguns dos autores mencionados já ouvi falar outros não e fiquei bem curiosa com o da Diana Gabaldon assisto a série de TV e adoro. E também do George R. R. Martin que também assisto a série de TV. Os assuntos abordados nesses contos parecem que mexem com as nossas emoções, principalmente em relação aos idosos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara Maria Alves, é interessante por demais, rs. muitos eu também não conhecia, mas os que eu conhecia acabaram por me levar ao livro. os assuntos são variados e o denominador comum é a "mulher", início e fim de todas as nossas ações. adoooooro!

      Excluir
  15. Oi, tudo bom?
    Gostei muito da resenha, o livro pelo visto é maravilhoso, gosto muito de contos e tenho certeza de que esses viram para agradar, ainda não li nenhum livro da série Outlander, mas to assisto a série de TV e amando, e gente eu gosto muito dos livros do George R.R. Martin.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eiiiii Camila, é um belo livro, sem dúvida. e se você já está familiarizada com o universo de martin e de outlander, sem dúvida ficará louca pra ler. além do mais tem muitos outros contos de nível elevado. leia também. bjos!

      Excluir
  16. Oi, Rodolfo!!
    Gostei muito da resenha e acho super legal um livro recheado de contos com protagonistas fortes heroícas, destemidas e guerreiras. Sem dúvida amei essa indicação e vou adorar ler esse calhamaço.
    Bjoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara Marta, são contos bem grandinhos, parecem mais novelas, todos girando em torno da "mulher". é um livro pra lá de especial. leia mesmo. bjos

      Excluir
  17. Assim como você também gosto de romances históricos medievais, são os meus favoritos e fico contente em saber que em Mulheres Perigosas há alguns contos que se passam nessa época.
    Em relação a Mulheres Perigosas, desde que vi o lançamento dele tive vontade de ler, pois além de gostar de contos, o tema abordado - mulheres de todas as formas e personalidades - me deixou bastante curiosa, e não vejo a hora de ler esse livro!...
    Dos autores que você citou não li nenhum, mas acredito que irei gostar da leitura do livro, principalmente do conto sobre a destemida Shy.
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara Any, bem vinda ao time daqueles que se encantam com histórias da idade média, são realmente fabulosas. mas não é só isso, neste livro há inúmeras épocas, mesmo que a capa trate apenas de um conto voltado para o medieval, no caso um conto de Martin. leia também, sei que irá adorar. bjos

      Excluir
  18. Se tem Jamie Fraser eu já me interessei automaticamente, adoro a Diana e, principalmente Outlander. Sou apaixonada por calhamaços e adorei a proposta desse livro, que nos dá a oportunidade de conhecer outros autores e outras obras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara Mari, mais uma das reféns do grande Fraser hein, rs. não perca este livro, são muitos autores, a maioria cheia de fãs como nós, loucos por mais e mais histórias.

      Excluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir