acompanhe o blog
nas redes sociais

21.12.17

The Beauty Of Darkness, Vol.03 - Crônicas De Amor E Ódio [Mary E. Pearson]

Crônicas De Amor E Ódi
Ed. DarkSide, 2017 - 576 páginas
- "Lia sobreviveu a Venda, mas não foi a única. Um grande mal pretende destruir o reino de Morrighan, e somente ela pode impedi-lo. Com a guerra no horizonte, Lia não tem escolha a não ser assumir seu papel de Primeira Filha, como uma verdadeira guerreira — e líder. Enquanto luta para chegar a Morrighan a tempo de salvar seu povo, ela precisa cuidar do seu coração e seus sentimentos conflituosos em relação a Rafe e as suspeitas contra Kaden, que a tem perseguido. Nesta conclusão de tirar o fôlego, os traidores devem ser aniquilados, sacrifícios precisam ser feitos e conflitos que pareciam insolúveis terão que ser superados enquanto o futuro de todos os reinos está por um fio e nas mãos dessa determinada e inigualável mulher."

Onde comprar:

Quando uma voz nos guia

A história de nossa heroína é marcada por trágicos acontecimentos. Presenciou o assassinato de membros de sua família, começou a ter visões e receber mensagens e motivada por elas decide fazer treinamentos militares. Suas vitórias lhe rendem reconhecimento e inveja na mesma proporção. Capturada é acusada de bruxaria.

Alguém dirá que já conhece esta história. E nós diremos: “sim, claro, é Joana D’Arc, a santa padroeira da França e heroína da Guerra dos Cem Anos”. A heroína deste livro não é Joana D’Arc, mas poderia ter sido. Seu nome é Lia e ela é tão forte quanto a santa guerreira, súditos a veneram, inimigos a temem. Ferida muitas vezes no corpo e outras tantas na alma, princesa Lia vive rememorando o que deveria ter feito e não fez. Ela se lembra bem da fuga e do porquê de sua decisão tão drástica: estava prometida em casamento sem sequer poder opinar.

“Meu terror estava enraizado na realidade desse homem chegando em Civica para assinar os contratos de casamento. Ao vê-lo, vi minhas escolhas esmagadas, minha voz sendo silenciada para sempre em um reino estranho do qual eu pouco sabia. Eu era uma propriedade a ser escambada como uma carroça cheia de vinho, embora talvez fosse menos preciosa e certamente bem menos apreciada.”

O príncipe Rafe percebe isso e sabe que dessa forma ela não conseguirá seguir em frente. Quando se está assim a cabeça nunca é boa conselheira. Porém, ele próprio mentiu inúmeras vezes e se deixou enredar pela mesma armadilha e pela mesma frase recursiva: o que aconteceria se eu tivesse feito diferente?

“... O não dito e as insinuações indiretas dele haviam maculado a sua verdade. Eu supunha que todos nós precisávamos de prática com isso. A verdade era uma habilidade mais difícil de se dominar do que o gingar de uma espada.”

Sou um romanticão desavergonhado e sem conserto. Torço descaradamente pelos casais dos livros e me encanto com cada toque, beijo, entrega entre os amantes. Por tudo isso e mais um estilo medieval com espadas e intrigas, as “Crônicas de Amor e Ódio” se tornaram minha queridinha rapidamente. Em The beauty of darkness – Volume 3 (Darkside, 576 páginas), chega ao fim a apetitosa trilogia escrita por Mary E. Pearson.

The Beauty Of Darkness

Um príncipe, futuro rei, elevado ao trono à força. Um soldado açoitado desde criança pelos seus. Uma princesa traída – um improvável e bizarro triângulo amoroso definindo o destino do mundo. Mortos vão sendo empilhados e tudo isso pesa na consciência dos que têm compaixão.

“… Estávamos seguindo caminho novamente, todos nós sujos de sangue... Os Rahtans mortos estavam espalhados pelo chão, em uma cena horrível de homens assassinados, alguns deles despidos das necessárias roupas de baixo. Enquanto nós pegávamos os suprimentos de que precisávamos dos corpos mortos, eu me sentia como um abutre...

Lia mais uma vez consegue preservar sua vida após novo atentado. Mas ela não sai totalmente ilesa, sua vida balança perigosamente no fio da navalha. O que lhe resta é seguir seu “dom”, a voz do universo que lhe sopra insistentemente o que deve fazer.

“As mesmas pessoas a quem ela dera as boas-vindas no seu acampamento a traíram. Seu modo de vida... e sua inocência... foram roubados. Uma dessas coisas ela pode conseguir de volta; a outra, nunca.”

Para isso ela deverá abrir mão de seu único amor, Rafe, em prol de seu reino. E pior, deverá seguir caminho com o inimigo juramentado e maior rival de seu amado, Kaden. Não há palavras nem gestos, apenas desejos insatisfeitos e planos desfeitos. Há decisões que carecem de explicação, sacrifícios precisam ser feitos e só uma heroína como Lia é capaz de abrir mão de si para que outros possam sobreviver em harmonia no futuro.

“Essa seria a última vez em que eu choraria, não importava quanto outros corpos empilhássemos para que fossem queimados ou enterrados. A imensidão da morte era entorpecedora. No entanto, eu sabia que, em algum ponto, as lágrimas voltariam. A dor tomaria conta de mim de forma inesperada e me colocaria de joelhos. Não existia qualquer regra para o pesar e o luto, mas havia regras para a vida, e, nesses primeiros dias, os requisitos dos vivos demandavam que eu continuasse seguindo em frente.”

O poder feminino determina o destino de nações em conflito e por isso este é um livro imprescindível nos dias de hoje, em que a intolerância sexual é manchete em todos os jornais. Quem sabe possamos aprender um pouco mais sobre respeito, simpatia, altruísmo e ternura, mesmo que por meio do sofrimento. A verdade nem sempre chega sem danos.

“Olhei para trás, para a minha mãe. Esse era mais um motivo pelo qual ela não nutrira o meu dom. A verdade tinha pontas afiadas que poderiam nos eviscerar por inteiro.”

A escuridão está em cada canto e o Komizar e seu séquito de Rathans assassinos poderá retornar do mundo dos mortos para assombrar Lia e impedir que os reinos possam se unir. É neste momento que amor e doação farão toda a diferença.

“... milhares de quilômetros nos separam. Sei que você tem os seus deveres infinitos aqui e eu tenho os meus... Mas nós fizemos o impossível, Lia. Se conseguirmos encontrar uma maneira de colocar um fim em séculos de animosidade entre os reinos, com certeza, podemos encontrar um jeito para nós.”

Ahhhh o amor, sempre sobrepujando vaidades, temores, violência e ódio. Só o amor constrói e o desejo dos corpos é gasolina na fogueira.

A narrativa de batalhas é quase sempre uma descrição cansativa, mas aqui não o foi em momento algum. Participei do combate, me senti parte atuante do choque de lanças, espadas, flechas e alabardas. Foi ali que Pearson me ganhou de vez. Notei alguns erros de tradução/tipográficos que poderiam ser corrigidos numa próxima edição, mas que não afetaram em nada minha leitura. Não quero me alongar mais para não estragar a surpresa dos acontecimentos, todos tratados de forma delicada e exemplar, uma aula de escrita. O livro é no mínimo arrebatador. Toda cruzada tem seu fim, mas definitivamente nem todas têm o sabor desta. Imperdível!

Clique nas capas para ler as resenhas dos livros anteriores:



Rodolfo Luiz Euflauzino
Ciumento por natureza, descobri-me por amor aos livros, então os tenho em alta conta. Revelam aquilo que está soterrado em meu subconsciente e por isso o escorpiano em mim vive em constante penitência, sem jamais se dar por vencido. Culpa dos livros!
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

comentários pelo facebook:

40 comentários em "The Beauty Of Darkness, Vol.03 - Crônicas De Amor E Ódio [Mary E. Pearson]"

  1. Namoro esta trilogia desde que foi lançada e antes de tudo é preciso sempre falar da beleza das capas dos três livros! Eu acho a terceira a mais linda, mas todas merecem um aplauso especial.
    Adoro livros assim, que colocam o leitor dentro das páginas, realmente vivendo as situações e claro, as batalhas principalmente. Sou também uma romântica incurável e torço demais pelos casais. Ainda mais quando há algo como "Ou o reino ou eu".
    Quero muito ler os livros e farei isso em breve!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. querida, esta trilogia é um love só e as capas (duras) são maravilhosas. só pra constar saiu um prelúdio desta trilogia chamada "crônicas de morrighan". o que realmente importa nesta obra é o empoderamento feminino, a força que irrompe descontroladamente e encontra na princesa Lia sua morada. não deixe de ler. bjos

      Excluir
  2. Tô qrendo mt ler essa série!
    Vou tentar aproveitar as férias da faculdade!

    Bjoooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara Fernanda, as férias são propícias e sei que após a leitura você ficará querendo ler mais e mais, inclusive durante as aulas, rs. bjos

      Excluir
  3. Oi Rodolfo, me animei pra esse terceiro livro, parei no segundo mas nem posso demorar tanto pra ler esse terceiro pra não perder o ritmo da história e pelo que li na resenha, o terceiro é ótimo. Eu também amo o amor haha, e criei uma empatia grande por Lia e Rafe, e ai vem minha preocupação e curiosidade pelas decisões que Mia terá que tomar em prol do bem maior. Mia é uma personagem muito bem construída assim como todos nessa trama e fico feliz que esse final não decepciona, só me resta agora ler *__*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara Lili, demorei pra ler este terceiro, fiquei um pouco perdido, tive que retornar aos outros, se vc estiver na vibe não pare, leia tudo de uma vez, o sabor será outro. (estranhei a "Mia", rsrsrs). bjos

      Excluir
    2. kkkkkkkkk erro de digitação *Lia

      Excluir
  4. Caro Rodolfo, o que falar dessa trilogia? Sou romântica demais então simplesmente amei a trilogia! Uma historia fascinante, a autora soube me prender desde o primeiro livro. Nesse livro vários segredos são revelados e nos traz uma ansiedade e uma insegurança por não saber como será o final, mas ao mesmo tempo com o desenrolar da historia tudo vai se encaixando. A autora nos prende não somente pelo romance, mas pela guerra entre os reinos, pelos personagens, pelo cenário. O livro é recheado de personagens interessantes que ficam gravados na memória. Lia é uma personagem incrível, forte, destemida, que amadureceu muito no decorrer da trilogia e ela e todos os personagens ficarão em meu coração. A trilogia é linda, mágica e emocionante! Adorei suas resenhas...acho que vc também sentiu toda essa emoção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara Sophia, como bons românticos que somos este livro é um prato cheio. o problema é que além de românticos somos ansiosos, isso pesa muito e a espera foi longa rs. o que mais me chamou a atenção foi o "empoderamento" da personagem. ela nunca foi frágil, mas era ingênua e por ser assim seu caminho tornou-se longo e sofrido. porém, toda esta carga foi suficiente para que ela fosse criando a blindagem necessária para se tornar a rainha que todos desejavam (ops, acho que estou falando demais). pode ter certeza que senti tudo o que você descreveu, palavra por palavra. obrigado pelo comentário mágico também. bjos

      Excluir
  5. Olá Rodolfo! Sou uma versão feminina de você, também sofro com esses romances, me jogo de cabeça neles juntamente com as personagens. Tenho os dois primeiro volumes da série mas ainda não li nada, esperando ter verba para comprar esta última beldade. Sem dúvida esses são os livros mais caros que tenho em minha estante, estou até pensando em vender um rim para comprar o The Beauty of Darkness, mas sei que tanto investimento vale a pena. Exageros a parte, acho que já vi esse filme de príncipe apaixonado pela donzela e um soldado pra complicar o romance (Sim, estou falando de A Seleção) porém o universo criado pela autora é muito mais rico e cada personagem possui sua singularidade. Mal posso esperar para embarcar nessa aventura. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara Aline, adorei minha versão feminina, rsrsr. acho que em relação aos outros livros no mercado este nem é assim tão caro e em época de festas o preço costuma cair bastante, além do mais o qualidade gráfica e os livros em capa dura da Darkside são um espetáculo né? sou como você, só inicio a leitura após toda saga completa dormir agradavelmente em minha estante, mas como eu sabia da seriedade com que a editora encara o lançamento de uma saga, não havia dúvidas pra mim que lançariam ela completinha, então comecei a ler o primeiro sem os outros e não me arrependi. compre o que falta (desfalque o cofrinho) e depois me diga o que achou. bjos

      Excluir
  6. Olá, faz algum tempo que quero ler a trilogia, afinal a Darkside fez e continua fazendo uma grande divulgação para promovê-la. Vejo que a escrita de Pearson conquista o leitor logo no começo e constrói o romance de forma gradual e crível, tornando impossível não criar empatia com os personagens. Outro ponto positivo é a pitada de girl power que permeia tanto essa quanto as obras anteriores, mostrando a coragem da protagonista em enfrentar uma sociedade moldada no patriarcalismo. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim Alison, a Darkside fez uma campanha legal e este sucesso todo procede, já que a saga é belíssima. você disse muito bem, empatia é o que as personagens nos causam, além é claro o "empoderamento" feminino. adorei suas ponderações. bjos

      Excluir
  7. Rodolfo, nada melhor que um coração ardente de paixão para fazer Lia avançar, não desistir, lutar, encontrar saídas, encher-se de coragem e seguir em frente. Algum combustível melhor? Eu li um triângulo amoroso, aaaah, eu gosto dessa encruzilhada, rs. Essa moça atravessou muito sofrimento, carrega uma dor imensa, mas é forte e corajosa, decidida, acho que nós somos assim, nem desconfiamos da força que temos, mas ao precisarmos dela é uma centelha que inflama e nos move adiante. Assim como vc, eu tb fico na torcida pelo amor, pelo encontro, pelo entendimento, dos casais sobretudo, mas também (e sempre) pela paz entre pessoas e nações. Imagino o quanto os leitores da série vão se divertir, é aventura recheada de emoção, uma pausa nessa nossa louca vida. E quando termina a saga e já estamos bem íntimos dos personagens, como faz? Fiquei órfã, foi como me senti após a série napolitana chegar ao fim. O remédio é procurar mais livros da autora, vc tb se sente assim e busca outras histórias da escritora?
    Boas festas, meu amigo, ótimas leituras!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara Manuh, estes romances de fantasia medieval já me chamariam a atenção, agora quando tem romance na jogada, aí já é covardia conosco. o engraçado do triângulo é que o platonismo de um deles é definido desde o primeiro livro e o tal "amor" vai se transformando em respeito, admiração e amizade. sobrou o casal que poderia viver o grande "amor", porém a decisão não é tão simples: posso vivenciar meus sentimentos em detrimento da esperança que outros depositam em mim? esta é a grande questão: "há algo mais importante que o amor? ou isso também é uma derivação do próprio amor, amor entre as pessoas, amor não carnal. o livro é lindo e os questionamentos vão pipocando a todo momento. adorei.
      sou como você sim, quando gosto de um livro procuro todos os outros, corro atrás de resenhas, entro no skoob pra ver o que o pessoal achou. é um vício, rs. feliz natal pra ti e toda sua família. que 2018 venha carregado de leituras proveitosas. bjos

      Excluir
  8. Eu não gosto muito de fantasias (antes, eu tinha preconceito com esse gênero), mas se tem romance, já quero ler! Fantasia + romance, é uma boa mistura, juntamente com uma boa batalha! Espero ler essa série em breve, e espero não me decepcionar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara Daiane, eu classificaria como fantasia medieval, de qualquer forma tenho a impressão que você não se decepcionará, rs. bjos

      Excluir
  9. Rodolfo querido!
    Gostei demais e tenho os dois primeiros livros dessa série aqui, só na espera para que consiga uma oportunidade para ler e acompanhar toda trama, que parece bem desenvolvidas no transcorrer das páginas e dos livros.
    Ah o amor! É tudo de bom e o sentimento mais lindo e profundo de todos.
    Preciso ler.
    “Celebrar o Natal é crer na força do amor, é isto que transforma o homem e o mundo. Feliz Natal!” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA dezembro 3 livros + 2 Kits papelaria, 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara Rudynha, mais uma saga que você não pode deixar passar em brancas nuvens. a história é uma delícia e as personagens construídas com maestria. o amor a tudo vence, a todos abarca. feliz natal, querida. bjos

      Excluir
  10. Oi, Rodolfo.
    Essa leitura é obrigatória na minha lista, provavelmente será a próxima, preciso ver como termina a história da Lia e entrar dentro do combate.
    Adorei ver que a resenha recebeu 5 estrelas, encerrou a trilogia muito bem =]

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara Helen, que legal que ela também está em sua lista. há pouco tempo estava na minha também e devorei rapidamente a saga toda. trilogia encerrada com louvor. bjos

      Excluir
  11. Oi Rodolfo.
    Que resenha incrível, esse é um dos poucos livros que tem triângulo amoroso que estou ansiosa para ler, eu adoro que a mocinha é uma personagem forte e decidida, estou com pena dela por tudo o que terá que passar, já comecei a leitura do primeiro livro, todavia tive que dar um tempo, pois tinha umas leituras que precisa de prioridades, espero nessas férias, ter um tempo para ler, enfim, ansiosa demais.
    Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara Marlene, ficou feliz demais com suas palavras.
      as tais prioridades algumas vezes nos derrubam, a gente lê uma coisa com a cabeça pensando em outra, rs. leia a saga, você não se arrependerá. bjosss

      Excluir
  12. Oi, Rodolfo!
    Senti aquele friozinho na barriga quando comecei a ler a sua resenha, bateu aquele medo de ler algum spoiler da estória mas me surpreendi com cada linha que li, achei linda a sua resenha de uma delicadeza que toca e anima todos aqueles que a lêem. Confesso que já o primeiro livro mas ate agora não li os dois últimos, mas vou remediar isso agora em janeiro vou tirar esses livros da estante e vou fazer essa leitura. E agradeço por essa resenha maravilhosa!
    Bjoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara Marta, faço de tudo para evitar os spoiler que também me tiram do sério, rs. obrigado pelas suas palavras doces, querida. li os dois primeiros livros rapidinho e fiquei aguardando a chegada do terceiro que é lindão (achei o segundo um pouquinho arrastado). bjos e feliz ano novo com novas leituras e muitas surpresas em forma de livro.

      Excluir
  13. Olá! Com certeza a autora terminou com chave de ouro essa série, eu experimentei praticamente todos os sentimentos na minha paleta emocional durante a leitura, o que Lia sentiu, eu senti, o que Rafe passou, ele me levou junto, foi uma conclusão ótima e muito sólida, a série teve de tudo: amizade, amor, dor, falhas e vitória, confiança, compreensão, empoderamento feminino e lealdade, tornou-se uma das minhas favoritas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara Elizete, terminou abalando corações, como deve ser. que legal que você leu. já viu o prequel "crônicas de morrighan"? pois é, lá vamos nós de novo adentrar este universo maravilhoso né? bjos

      Excluir
  14. Li a resenha e essa trilogia não se encaixa nos meus gostos literários,mas uma coisa eu tenho que admitir a darkside faz edição lindas e essa é uma delas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara Paola, isso às vezes acontece mesmo e o universo literário é tão vasto que não haverá problema em se apaixonar por outra leitura. darkside manda muito, rs.

      Excluir
  15. Olá!
    Já ouvir fala muito desse livro e da serie, muitos amam esse livro. Eu estou muito curiosa em ler e com certeza em conhecer essa historia. Já faz parte da lista de leitura!

    Meu Blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara Lily, pode me incluir nos que amam. se já faz parte de sua listinha bora ler pra gente prosear mais. bjos

      Excluir
  16. Também sou romantica torço, vibro e sofro pelos casais rs. Quero comprar essa trilogia, é bem elogiada, embora sei que vou passar raiva com esse triângulo amoroso. Pelo visto a trilogia termina de forma que agrada, com uma batalha que deve deixar o leitor aflito e ansioso para saber o desfecho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara Maria, bem vinda ao clube dos sofredores, rs. e saiba que você não vai passar raiva não, a não ser que como eu torça para o casal errado, rs. a trilogia tem seu final no ponto mais alto de tensão, uma delícia. corra pra ler. bjos

      Excluir
  17. Olá, eu estou no segundo livro da série, The Heart of Betrayal, mas estou com uma ansia fervente por saber com quem Lia vai ficar. Eu até gostava de ver ela com Rafe, mas depois de todas as atenções e cuidados do Kaden, ele sempre tão querido com ela (ele gosta dela), eu shippo eles dois. Sei que ainda tem muita história pela frente, mas cara, ele sofreu tanto na vida, acho que merecia ficar com ela, no fim das contas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. caro Ycaro, eu diria que o segundo livro é apenas uma ligação entre o primeiro e o terceiro que são geniais. não que ele seja fraco, é que os outros dois são muuuuito bons mesmo, rs. (e só pra constar, também sou do time do Kaden, só não posso contar mais nada).

      Excluir
  18. Olá Rodolfo!
    é interessante como as opiniões se divide. Li resenhas que afirma que apenas o livro um é bom, outros elogiam toda a série. Fico feliz que você tenha gostado, anseio poder ler essa série tão logo eu comprar os demais livros que me faltam.
    Bjão
    Feliz Ano Novo!
    Nizete
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eiiiiiiiiiiii Ni, gostei demais da sério. o primeiro livro é um estouro mesmo, o segundo é a ligação entre o primeiro e este, então é um pouco mais lento. o terceiro é pra ler com lencinho. bjos querida, sucesso, muito sucesso pra ti.

      Excluir
  19. Oi Rodolfo ;)
    Gostei demais dessa trilogia, foi uma ótima leitura em 2017 para mim!
    O segundo livro ainda é o melhor, na minha opinião. Eu amo esse mundo que a autora criou, e que é repleto de personagens incríveis e uma narrativa que prende a gente até o fim.
    Tive um misto de sensações com o final da trilogia, gostei de alguns pontos e de outros não. Apesar de tudo foi uma ótima fantasia, e me fez querer mais e mais livros do gênero!
    Abç

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara Isabela, esta trilogia foi uma das grandes sensações, seja pelo enredo prazeroso, seja pela edição mais que caprichada da darkside. assim como você torci o nariz para alguns fechamentos, mas nem tudo nos agrada, ainda mais se estamos torcendo pra alguns personagens que acabam sendo desprezados, rs. bjos

      Excluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir