acompanhe o blog
nas redes sociais

28.5.18

A Viajante, Vol. 02 - Série Seeker [Arwen Elys Dayton]

Ed. Fantástica Rocco, 2018 - 426 páginas
- "Quin Kincaid é uma Seeker. Esta honra é a sua herança, uma função nobre transmitida de geração em geração. Mas o que ela descobriu na noite em que prestou juramento mudou o seu mundo para sempre. Aquilo que se comprometeu a fazer é uma monstruosa mentira: distante dos ideais cavalheirescos, o seu cargo de Seeker condena-a à barbárie. O seu pai revela-se um assassino, o seu tio um mentiroso, a sua mãe uma vítima colateral. E o rapaz que um dia ela amou vive agora para se vingar da família de Quin. Mas Quin não está sozinha. Shinobu, o seu companheiro mais antigo, talvez seja a única pessoa em quem pode confiar. O único que também procura desesperadamente respostas. Mas quanto mais eles investigam o passado, mas o presente se torna sombrio. Há a questão das outras famílias Seeker desaparecidas, de alianças obscuras e, pior ainda: um plano sinistro iniciado várias gerações antes com o poder de destruir a todos."

Onde comprar:

Seeker – A Guerra dos Clãs, já resenhado aqui no blog, foi de certa forma um livro bom, com personagens amigáveis e um mundo interessante, porém, foi também, um livro mediano e previsível. Muitas perguntas tinham ficado abertas, destinos de personagem ficaram um pouco duvidosos, então eu necessitava do segundo volume para esclarecer tudo. Deixar à panos limpos! Então acompanhe minha opinião sobre A Viajante – O Passado é implacável.

“Outras famílias de Seekers pareciam histórias antiga. Faziam parte dos velhos contos que o pai de Shinobu lhes contava quando crianças, histórias sobre Seekers que destronaram reis terríveis, perseguiram assassinos, enxotaram criminosos das terras medievais e foram a força por trás de vários feitos ao longo da história. Se..., pensou Quin, irritada, alguma dessas histórias fosse verdade...”

De inicio tenho que falar que tive uma enorme dificuldade em me lembrar dos fatos do livro anterior. Eu comecei a ler este segundo livro e me via perdido, incomodado por tudo, pois eu não me lembrava de mais nada, então peguei o primeiro livro pra dar uma revisada e aí sim continuar a leitura. Pra situar todos melhor, nossos personagens vivem em aparentemente em mundo distópico, bem à frente no futuro. Nesse mundo há os Seekers, que aparentemente não sabemos o que são ou para que servem. Acompanhamos três personagens que inicialmente estão prestes a fazer o juramento e se tornarem Seekers: Quin, Shinobu e John. Depois descobrimos que a função do seeker é viajar no tempo e evitar tragédias causadas por reis tiranos, assassinos, dentre mais como ficou dito na citação acima. Todavia, os seekers que deveriam “proteger” a todos, Quin descobre no juramento que eles se tornaram assassinos de aluguel. Isso deixa seu mundo no chão, decepcionada com tudo, o que causa desavenças entre os clãs.


SPOILERS

O segundo livro dará continuidade do ponto em que paramos. Quin e Shinobu estão em um hospital, situado aparentemente em Londres, se recuperando dos ataques sofridos na Traveler, e enquanto nossa protagonista tenta assimilar os fatos, tentando achar um bom motivo para tudo estar acontecendo daquela forma, Briac e mais dois jovens os atacam após chegar de um portal aberto pelo athame. Ambos os garotos que estavam com Briac usam espadas-chicotes, algo que intriga firmemente Quin sobre a existência de outras famílias Seekers, já que inicialmente as restantes eram apenas a sua, a de Shinobu e John.

“Eles tinham espadas-chicotes. Seriam Seekers? Quin achava que não: seu estilo de luta era ousado, mas muito selvagem. E estavam sujos e desgrenhados. No entanto, o que ela poderia realmente saber sobre outros Seekers? Seu pai esondera até mesmo a existência deles. Quem quer que fossem esses meninos, suas habilidades eram inesperadamente boas.”

A partir disso vemos uma porrada de cenas de ação, reviravoltas a todo instante, e aquilo que eu mais queria: explicação para dezenas de perguntas deixadas no primeiro livro. Todavia novas perguntas são deixadas, deixando-nos atordoados. O objetivo de Briac e os misteriosos garotos são pegar o athame de raposa em posse de Quin e Shinobu, o que faz ela se perguntar...

“Será que a Jovem Pavor dera o athame para Quin sabendo que esses meninos iriam atrás dela? Ela analisava seus rostos imundos e brutais por entre os galhos. Não. Ela não conseguia imaginar nenhuma relação entre a Jovem Pavor e esses garotos.”

A narrativa deste segundo volume segue a mesma do anterior, alternando narrativas com pontos de vistas diferentes de cada personagem, o que é um ponto forte, pois amplia mais ainda nossa visão sobre os acontecimentos. Com isso, sabemos que a Jovem Pavor, ou simplesmente Maud, está dando continuidade ao treinamento de John, visto que seu mestre Briac o chutou.

FIM SPOILERS


A personagem da Quin cresce muito nesse livro, a vemos mais madura e a frente das situações, o que chama muita atenção, pois senti sua presença alheia ao que acontecia no primeiro volume. Shinobu, que não gostava muito, me conquistou e me surpreendeu também. Na verdade senti que todos os personagens são mais trabalhados, desenvolvidos em cena. Mil vezes melhor do que já vimos.

Ao mesmo tempo em que fecha e dá explicações sobre algumas coisas, ela abre um leque com mais dúvidas ainda, arrastando para o terceiro livro. Senti que poderia ter dado uma enxugada no que ela queria contar e assim concluir, mas estou ansioso para essa conclusão. Torço para que todas as pontas soltas sejam logo amarradas.

Clique na capa para ler a resenha do livro anterior:



Douglas Brandão
Geminiano, formado em Magistério e futuro professor de História. Mora na Bahia e louco por livros. Um pouco ciumento e orgulho. Fanático por Harry Potter e chegou a receber o apelido de "Vírgula" por sempre dar uma opinião ou comentário, porque sempre usa "Entretanto", "Contudo" e "Todavia" por ser sempre "Do Contra". Sincero ao extremo e venho para compartilhar meu gosto de leitura com vocês.
Cortesia da Editora Rocco
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

comentários pelo facebook:

19 comentários em "A Viajante, Vol. 02 - Série Seeker [Arwen Elys Dayton]"

  1. Tive que puxar a resenha do primeiro livro, já que não tinha nem visto ou ouvido falar nada a respeito desta trilogia!
    Apesar de amar o gênero, vejo que há muitos pontos a serem resolvidos e pelo que li, o primeiro livro foca muito em um triângulo amoroso e deixa a aventura meio que lado, coisa que parece ter sido resolvida neste segundo volume!
    Mesmo que ainda tenham ficado pontas soltas, quem sabe o encerramento da trilogia não sane tudo isso?
    Como não conhecia, vai os dois para a lista de desejados.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi, Douglas.

    Um segundo livro sempre é bom para cobrir todas as lacunas.

    E, esse livro, parece ser mais instigante por aprimorar mais descobertas.

    ResponderExcluir
  3. Oi Douglas, acompanhei algumas resenhas do primeiro livro que tem uma trama diferente e aparentemente interessante mas segundo algumas opiniões e a sua inclusa era de que faltava algumas coisas pra ser ótimo e fiquei feliz em saber que nesse segundo livro já vemos uma evolução positiva da história. As capas são bem bonitas e vou ficar de olho na resenha do próximo pra ver como se encerra a trilogia e decidir se quero ou não ler ;)

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia esse livro e fui dar uma olhada na primeira resenha, esse gênero ainda está me conquistando aos poucos mas gostei bastante dessa história. Imagino como foi pra Quin descobrir a verdade sobre o que era ser um Seekers. Achei a personagem super forte o que me agrada bastante pra começar uma leitura e que bom que a autora apesar de instigar mais perguntas para o terceiro livro, conseguiu responder as que o leitor tinha do primeiro. Isso da um gás para continuar a leitura.

    ResponderExcluir
  5. Estou um pouco saturado desse gênero literário,por mais que eu tente os livros parecessem iguais,só mudam os nomes dos personagens,é como se um escritor tivesse abrido as portas e os outros não inovaram só mudam os personagens,os conflitos são sempre nos mesmos...

    ResponderExcluir
  6. Se tem uma editora capaz de me fazer ler livros com temas de fantasia ou mitologia é a Rocco,todas as publicações dela que já li me deixaram extasiada,são quantos livros ao todo dessa saga?

    ResponderExcluir
  7. Oi Douglas!
    Li sua resenha do primeiro livro na época, mas tive que ir lá dar mais uma olhadinha pq não lembrava mto do que se tratava, assim como o primeiro, o segundo livro parece ser bom, fiquei curiosa pra conhecer, eu adorei essa capa tbm.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia a série, mas parecia ser um ótimo livro de fantasia.
    Gostei bastante de toda essa premissa após dar uma olhada pra primeira resenha.
    Que bom que ela fecha e abre dúvidas ao mesmo tempo, assim podemos caminhar para terceiro livro com aquela vontade de quero mais.
    Adorei a capa.

    beijinhos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir
  9. Oi Douglas.
    Como comentei na resenha anterior, eu queria muito ler esse livro, mas acabei desistindo da ideia, quando soube que havia um triângulo amoroso, coisa que eu não sou nenhum pouco fã. Eu gostei de saber que a personagem cresceu muito desde o primeiro livro, mas ainda assim, não acho que essa seja uma leitura para mim.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  10. Olá, Douglas!
    Precisei ler a resenha do primeiro livro da trilogia para entender do que se trata a série.
    Comparando os livros o primeiro apesar do triangulo amoroso começa a história, no segundo gostei mais porque a Quin cresceu mais como personagem.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Oi Douglas,
    Não conhecia essa série, mas fui procurar mais sobre ela e já fiquei com muita vontade de ler! Tem cara de ser muitooo boa!

    ResponderExcluir
  12. Oi Douglas,
    Me lembro que a premissa do primeiro livro não me deixou muito interessada, por diversas razões, que acabei até me esquecendo dessa série. Mas diferente do primeiro volume, A viajante trás uma premissa bem mais intrigante. Com certeza as explicações (que faltaram em Seeker) é o ponto alto dessa trama, pois é quando tudo irá começar a fazer mais sentido. E que bom que a autora focou mais nas cenas de ação, o que parece ser exatamente como a história deveria ser desde o início. Ainda não tenho certeza se lerei esses livros, mas, diferente do que aconteceu anteriormente, fiquei mais empolgada com o que a trama tem a oferecer.

    ResponderExcluir
  13. Nunca havia ouvido falar dessa série, mas parece interessante essa temática. Eu me atraio por essas histórias distópicas, mas às vezes aparecem muitos clichês, já que está na moda!

    ResponderExcluir
  14. Eu gosto de séries, mas não curto muito quando tenho a sensação de não ter terminado o livro no final. Entendo a necessidade de deixar algo que nos impulsione a desejar o próximo volume, mas nos deixar simplesmente cheio de perguntas e pontas soltas é um crime. Eu gostei do enredo e achei interessante. Quanto a se sentir perdido ao ler um livro de sequência, geralmente acontece comigo, a não ser que eu tenha gostado muito.

    ResponderExcluir
  15. Douglas!
    Muito bom ver uma distopia bem escrita e melhor, trazer todas as resposta que queria o leitor, sem deixar falhas.
    E ainda tem muita ação e reviravolta, deve ser uma boa série.
    “O meu objetivo é colocar no papel aquilo que vejo e aquilo que sinto da mais simples e melhor maneira.. “(Ernest Hemingway)
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    O livro tem uma premissa muito boa. Uma distopia bem diferenciada dos livros que sou acostumada a ler, não tinha muito conhecimento desse livro mas adorei conhecer.. Espero ler em breve!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  17. Olá Douglas
    Procurei a resenha do primeiro livro aqui no blog, para eu ter uma opinião melhor sobre os livros...
    Então, o gênero literário das obras não é um que eu leio com tanta frequência. Acho que o enredo do livro, talvez possa parecer um pouco previsível... Não é um livro que eu leria!

    ResponderExcluir
  18. Olá! Que bom que o segundo livro responde muitas das perguntas deixadas no primeiro, adoro histórias com muitas reviravoltas e ação do começo ao fim. Fiquei curiosa para conferir a conclusão dessa trilogia.

    ResponderExcluir
  19. Oi, Douglas!!
    Nossa não sei por que não lembro dessa série Seeker, tive que recorrer a primeira resenha para entender um pouco desse segundo livro. E como gosto de livros que são uma mistura de fantasia épica pitadas de ficção científica fiquei interessada na série.
    Bjos

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir