acompanhe o blog
nas redes sociais

14.6.18

Dicas da Imensidão [Margaret Atwood]

Ed. Rocco, 2017 - 240 páginas
- "Aos 77 anos, ela é ativa nas redes sociais, onde frequentemente expõe suas opiniões sobre temas como feminismo, meio ambiente, política e economia, assuntos presentes também em toda a sua extensa obra literária. Nesta coletânea de contos protagonizados por personagens femininas marcantes que inaugura o novo projeto gráfico para a obra da escritora pela Rocco, assinado pelo ilustrador Laurindo Feliciano, a canadense Margaret Atwood mostra mais uma vez por que é uma das principais vozes da literatura em língua inglesa contemporânea. São dez narrativas em que a fauna humana se apresenta em toda a sua banalidade e excepcionalidade, em que situações inquietantes subitamente desestabilizam o cotidiano de pessoas comuns, iluminando o instante único capaz de moldar uma vida inteira. Manejando com extrema habilidade os sentimentos, desejos, as frustrações e memórias de suas personagens, a escritora conduz o leitor por uma teia de histórias que falam da beleza e do mistério da condição humana."

Onde comprar:

A canadense Margaret Atwood ficou conhecida recentemente pelo livro O Conto da Aia, que foi adaptado sob seu nome original, The Handmaid's Tale. A fama de Margaret aqui no Brasil pode ser até recente, mas seus trabalhos são escritos e publicados (aqui no país, inclusive), há mais tempo.

Dicas da Imensidão é um livro de contos que reúne dez histórias curtas e centradas, quase sempre, em mulheres que passam por diferentes pontos e situações de suas vidas dando-se conta que nada aconteceu como realmente esperavam.


Essa colcha de retalhos tecida por diferentes mãos retratam realidades tranquilas e monótonas que surgem de repente depois das situações mais inquietantes e desestabilizadoras.

“Ele pega uma ficha de arquivo, escreve uma pequena nota de rodapé com sua letra desenhada e a repõem no mosaico de papel que está fazendo sobre o tempo da mesa. Seus olhos doem. Ele os fecha, descansa a testa sobe as duas mãos cerradas em punho, invoca seja lá o que for que restar do seu saber e talento, ajoelha-se ao lado dela na escuridão e mais uma vez junta as peças quebradas que a constituem.” - Retirado do conto Ísis na Escuridão -

Como narradora Margaret é de um talento quase perverso. As cenas são secas, descem a garganta com dificuldade e te fazem sentir o arranhado da ironia que se esconde por detrás de suas palavras.

Talvez tenha sido isso que tenha feito preferir à romancista a contista, uma vez que o tamanho reduzido da narrativa faça com que o bolo preso em nossa garganta desça de qualquer maneira, mesmo que precariamente digerido.


Luíza Thereza
Capixaba de coração e de nascença, Bacharel em Administração e apaixonada pela literatura desde o primeiro "Era uma vez". Fã incondicional da fantasia e apreciadora inveterada dos romances, os autores Anne Rice, J. K. Rowling e J. R. R, Tolkien ocupam um lugar especial em minha estante.
Cortesia da Editora Rocco
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

comentários pelo facebook:

18 comentários em "Dicas da Imensidão [Margaret Atwood]"

  1. Oi, Luíza.

    Não conhecia o livro, mas temos aqui, uma leitura fluída, que eu provavelmente iria gostar, por apresentar uma dimensão aprofundada das mais diversas situações enfrentadas por mulheres.

    ResponderExcluir
  2. Puxa, mesmo sendo fã incondicional da série, não fazia ideia deste trabalho da autora, em forma de contos!
    Amo contos, principalmente se vierem assim, crus e nus. Nos fazendo engolir meio que à seco.
    Só pela série, a gente faz uma vaga ideia do potencial da autora e já quero muito conferir este livro.
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o livro,mas pela resenha me interessou muito,essa mescla de contos sobre situações que as mulheres passam e que não esperavam por elas mas as vivem sempre trazem um algo a mais para se pensar,se analisar.

    ResponderExcluir
  4. Oi Luiza, eu conheço a autora porque muita gente leu O conto da Aia, mas eu ainda não li. Gosto da proposta de contos, apensar do pouco tempo pra digerir tudo, achei interessante!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  5. Oi Luiza, por conta da série fiquei conhecendo essa autora, ainda não assisti mas houve um burburinho intenso sobre ela, e desde então tenho visto algumas resenhas de suas obras, que parecem ser bem criticas e intensas, gerar grandes emoções, o que é super positivo, espero ter a oportunidade de conhecer a escrita dela futuramente. No entanto não sou tão fã de contos, ainda assim curti ler a resenha e conhecer um pouco mais dessa obra dela ;)

    ResponderExcluir
  6. Oi Luiza,
    Eu já assisti a série The Handmaid's Tale, mas nunca li o livro! Quero muito ler ele, e todos os outros dessa autora. A série é maravilhosa e a história toda é muito importante e marcante. Essa mulher merece todo o sucesso que está tendo!

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia esse livro mas fiquei bem interessada, a luta das mulheres sempre me deixa emocionada e com certeza esse livro vai me tocar fundo com essas histórias e lutas diárias.

    ResponderExcluir
  8. Oi Luíza,
    Nunca tinha ouvido falar de Margaret Atwood até a publicação de O Conto da Aia (que ainda não li, mas desejo muito), mas já pude perceber o grande talento da autora pelas premissas de suas histórias. Continuo dizendo que não sou grande fã de contos, mas acho que isso se deve ao fato de que não peguei a prática de ler o gênero. Dicas da Imensidão pode ser uma boa forma de adentrar nesse tipo de leitura, pois além de poder conhecer um pouco sobre o trabalho de Margaret, as histórias nele contadas parecem ser bem interessantes.

    ResponderExcluir
  9. Luíza!
    Gosto muito de livro de contos e ver aqui a visão tanto feminina como masculina sobre um determinado tema, deve ser uma leitura realmente modificadora e que nos faz refletir.
    “Sou uma só. (...) Sou um ser. E deixo que você seja. Isso lhe assusta? Creio que sim. Mas vale a pena. Mesmo que doa. Dói só no começo.” (Clarice Lispector)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA JUNHO - 5 GANHADORES
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  10. Oi, Luíza!
    Nunca li nada da Margaret Atwood, conheço O Conto da Aia mas não tenho interesse em ler... Em relação a Dicas da Imensidão, gosto de livros de contos, mas prefiro histórias leves e/ou românticas, e pelos seus comentários Dicas da Imensidão não é nesse estilo... por isso eu não fiquei interessada no livro e não pretendo lê-lo... Abraços!

    ResponderExcluir
  11. Oi, Luíza!!
    Não conhecia esse livro da Margaret Atwood, mas adoro livros de contos e achei bem interessante reunir nesse livro dez histórias sobre mulheres. Gostei da indicação e fiquei curiosa para descobrir esse lado contista da autora
    Bjoss

    ResponderExcluir
  12. Olá Luiza!
    Não tinha conhecimento desse livro ainda, gostei, ainda mais por trazer contos, adoro o gênero...
    Vai para a listinha.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  13. Olá! Gosto muito de livros que tenham várias histórias, acredito que eles são perfeitos para serem lidos em doses homeopáticas, achei a capa desse livro é linda, e embora tenha ficado um pouco receosa em razão dos contos serem assim um tanto “indigestos”, fiquei muito interessada em ler.

    ResponderExcluir
  14. Eu não conhecia esse livro, mas já li muitas coisa sobre Margaret Atwood, principalmente pelo Conto de Aia. Tenho curiosidade de conhecer um pouco da escrita da autora, essa escrita tão particular parece ser intensamente forte e ser do tipo que mexe com o leitor a cada página.

    ResponderExcluir
  15. Oi Luiza,
    Primeiro vi o seriado O Conto do Aia(que por acaso preciso deixar em dia, não vi a 2º temporada ainda), depois fui atrás da obra da Margaret Atwood, claro que fui fisgada, tenho interesse em conhecer outros livros da autora.
    Dicas da Imensidão é um boa dica, fiquei interessada nestes contos.

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Não tinha conhecimento desse livro, mas tem uma premissa ótima. Eu não tinha muito conhecimento sobre ela, mas adorei muito poder conhecer, espero poder ler os livros dela em breve.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  17. Oi, Luiza
    Ainda não tenho conhecimento da escrita de Margaret Atwood. Dicas da Imensidão é a primeira vez que vejo falar, e o Conto de Aia só conheço porque as pessoas comentam muito sobre o livro.
    Esse livro de contos trás diversas facetas humanas com finais triste, mas que podemos refletir sobre o assunto tratado em cada conto.
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Já me indicaram tantas vezes que visse essa série e nunca haviam mencionado vir de um livro! Acredito que agora darei uma chance! Contos tendem a descer meio secos na minha garganta também, ainda mais sobre histórias de mulheres, sempre tão duras!

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir