acompanhe o blog
nas redes sociais

16.8.18

[Bookserie] Engenharia Reversa: Parte XL - O Jogo Mudou

André Luis Almeida Barreto

Engenharia Reversa

Parte XL - O Jogo Mudou

Passado o choque inicial, Davi começa a se levantar, mas sente o corpo dolorido e desaba novamente no chão. Suas roupas estão imundas, bem como sua pele e cabelos, saturados por um pó acinzentado. Tenta limpar o rosto com as mãos, levantando no ar uma pequena nuvem de poeira, que logo lhe invade as narinas e a boca, ele tosse, sentindo a garganta seca e dolorida, percebe, então, que está morrendo de sede.

Amanda o ignora. Ela continua com o cristal de dados nas mãos, observando minuciosamente o dispositivo.

Após tossir mais algumas vezes, Davi finalmente consegue sentar-se. Lembra-se dos últimos eventos: Maestro apontando a arma para eles, o estrondo, e a muralha caindo sobre ele e sobre Bel. Olha ao redor e reconhece o lugar, ainda está no Ninho do Gavião, mas a imponente fortaleza foi reduzida a um amontoado de pedras e metal. O que realmente aconteceu? Onde está Bel? E Maestro? E por que Amanda não o matou e não está usando armadura?

A cabeça de Davi volta a latejar, ele fecha os olhos e esfrega a testa, tentando fazer a dor passar. Abre os olhos e foca em Amanda, que agora o está encarando. Ele se assusta, afastando-se rente ao chão e sem tirar os olhos da inimiga. Então a observa melhor, notando que ela tem muitas avarias e machucados nos braços e pernas. Suas partes cromadas estão chamuscadas, o cabelo, cortado curto, também está impregnado com o mesmo pó cinzento. Ela veste apenas uma espécie de collant, rasgado em várias partes, e está descalça. Não lembra, nem de longe, a ciborgue letal que os caçou ferozmente desde Vix, porém, continua com mesma expressão ameaçadora de antes. Davi se recorda que o pátio estava cheio de soldados, e eles tinham muitas armas. Olha ao redor, mas nem sinal de corpos ou de alguma arma. Olha para trás, calculando o quanto vai precisar correr para escapar de Amanda.

- Não precisa fugir, Vampiro. Não tenho motivos para lhe fazer mal, mas se tentar algo contra mim, não vou hesitar em neutralizá-lo.

Surpreso, Davi arregala os olhos.

- Co-como assim, não vai me fazer mal?

- Minha missão acabou, e como pode ver, fui descartada pela VNR.

Todos os eventos que aconteceram até aquele momento voltam a mente de Davi. A perseguição em Vix, o Templo, a fuga pelo deserto. Amanda sempre estava lá, implacável, uma máquina assassina que só iria parar quando capturasse Bel. É difícil acreditar que ela simplesmente desistiu. Ele olha para cada detalhe do corpo da ciborgue, tentando entender.

- O que aconteceu com você? Foi ... foi aquela explosão?

- Sim. Mas isso é passado, não é relevante.

- Mas você desistiu de nos matar? Desistiu de capturar Bel? Eu não entendo...

- Vou repetir, Vampiro, minha missão acabou. Para seu registro, fui traída pela VNR e eles pagaram muito caro por isso.

- A explosão? Foi você?

- Isso não é relevante. Escute. O cristal contém as coordenadas, as senhas e os esquemas de engenharia de uma base secreta. Não sei como você o conseguiu, mas é nossa única esperança de sobrevivência.

"Ela conseguiu acessar os dados, eu contava com a Bel para isso, mas o que ele quer dizer com..."

- Nossa sobrevivência? Você pretende me levar junto? Não vou sair daqui sem antes encontrar Bel, o que você fez com ela?

Amanda franze a testa, irritada. Após alguns segundos, ela respira fundo e volta a falar:

- Captei o sinal do seu Datacrys. Rastreei o sinal até aqui e, quando estava me aproximando, uma nave saiu das nuvens e aterrissou. Muitos soldados, fortemente armados, eu não teria chance contra eles, não nesse estado em que estou. Os homens tiraram você e Bel dos escombros. O terrorista estava no meio do pátio, não foi atingido pela muralha, mas estava desmaiado e não pude ver se ainda respirava. Os soldados levaram os dois para a nave, e deixaram você em meio aos escombros. Por sorte, não te revistaram.

Davi começa a respirar de maneira ofegante, seu rosto se fecha, externalizando raiva. "Desgraçados, filhos da puta, traidores! Como puderam me deixar aqui nesse inferno!"

- Entendo sua ira. Como vê, estamos na mesma situação. O jogo mudou, mas ainda estamos jogando.

- Eu... eu tinha um contrato! Porra, eu tinha um maldito contrato!

- Agora, você só tem a mim.

Davi olha para Amanda de maneira perplexa.

- O que você quer dizer com isso? Eu jamais imaginei que um dia teríamos uma conversa dessas...Você enlouqueceu? E aqueles, aqueles porcos me traíram, Maestro, aquele filho da puta...

- Vampiro, escute: temos que cruzar a cidade e chagar até a garagem. Captei fontes de energia por lá, há boas chances de ainda existirem veículos funcionando. Temos que chegar até a garagem o mais rápido possível. Porém, minhas células de energia foram danificadas e estão no fim, e sem elas minhas partes cibernéticas vão parar de funcionar. Terei apenas algumas horas de vida. Se eu morrer, sua única chance de chegar ao abrigo morre também.

Davi respira ofegante, tenta recuperar a calma, então, após processar as palavras de Amanda, volta a falar:

- Ok. Mas o que eu posso fazer? Onde você vai conseguir células de energia do seu tipo? Isso aqui já era um inferno, e agora é um inferno em ruínas!

- Acalma-se. A minha nave, o Fantasma, possui uma carga de peças de reposição. Infelizmente ela foi derrubada pelo exército de Nova Esperança, porém, os contêineres de carga são extremamente resistentes, e devem estar intactos. A nave caiu nas proximidades da garagem. Vai ser nossa primeira parada.

- De novo: E eu? Onde eu entro nisso?

- Você terá que substituir as células. Não posso fazer isso sozinha. Em troca, protegerei você até chegarmos ao abrigo. Lá poderemos descansar. De acordo com os esquemas, existe uma antena de comunicação bem potente. Talvez possamos adaptá-la e pedir ajuda. Talvez você possa voltar para Vix ou outro lugar civilizado, mas primeiro precisamos chegar ao abrigo, e para isso precisamos de um veículo e de minhas células de energia. Como pode ver, você só tem uma escolha.

Davi respira fundo, processando as palavras de Amanda. Tenta pensar em alguma outra possibilidade, desconfiado dos planos da ciborgue, mas chega a conclusão de que ela está certa. Enfim, ele começa a se levantar, sentindo a perna doer.

- Eu preciso de água. Como você faz? Não sente sede?

Amanda se coloca de pé rapidamente. As engrenagens nas pernas dela produzem um som arranhado, como se as peças estivessem enferrujadas. Davi repara que , mesmo descalça, ela é bem mais alta do que ele, talvez mais de um palmo de diferença.

- Vamos, temos um longo caminho pela frente. Entre o Ninho do Gavião e Nova Esperança existe um campo de batalha e, com sorte, vamos encontrar armas, roupas e talvez comida por lá, temos que procurar nos blindados que resistiram à explosão, são poucos, mas creio que vamos dar sorte.

- Se você diz - responde Davi desconfiado. Ele começa a seguir Amanda.

https://www.facebook.com/engenhariareversalivro

IR PARA O PRIMEIRO CAPÍTULO

Para navegar entre os capítulos clique sobre os botões "Anterior" e "Próximo" disponíveis logos abaixo.

[Anterior] [Próximo]


André Luis Almeida Barreto
Aspirante a escritor, inquieto por natureza, ainda tenho vontade de mudar o mundo ou pelo menos colocar um monte de gente para pensar. Viciado em livros, games, idéias loucas e sempre procurando coisas que desafiem minha imaginação.

comentários pelo facebook:

32 comentários em "[Bookserie] Engenharia Reversa: Parte XL - O Jogo Mudou"

  1. Oi, André,

    Apesar dessa parte ser um pouco mais branda, dá pra ver que vem muita coisa intensa na próxima parte...

    ResponderExcluir
  2. Parece que Davi tem uma aliada inesperada :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Força das circunstâncias! Obrigado, Lili

      Excluir
  3. Depois de estar acompanhando esta série, é ver que ao menos essa batalha acabou, por enquanto.
    E que essa trégua é apenas um pequeno descanso para as surpresas que virão a seguida.
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito agradecido pelo comentário! Momentos de descanso são importantes, principalmente antes da guerra! Abraços!

      Excluir
  4. Olá André! Não conhecia essa novidade do blog. Achei bem bacana fazerem uma booksérie para entreter os leitores. Fiquei um pouco perdida pois peguei o "bonde andando" mas já vi que a história é muito bacana. Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá, no episódio de hoje os leitores tiveram tempo de desacelerar um pouco junto ao protagonista. E nem preciso dizer que já quero que Davi e Amanda sejam um casal fofo, né? Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alison. Sim, uma pausa merecida. Davi e Amanda? Quem sabe...rs

      Excluir
  6. Que interessante. Por ser nova aqui no Blog, não conhecia essa BookSerie, adorei a ideia.

    ResponderExcluir
  7. É, Davi, quem diria que Amanda seria uma aliada sua algum dia?!... Estou amando o rumo que a história está tomando!
    Abraços, esperando os próximos capítulos ansiosamente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é...Muito agradecido pelo seu comentário, Any. Você já acompanha desde o começo né? Massa!

      Excluir
  8. André!
    Isso que é reviravolta, hein?
    Não esperava de forma alguma, pelo menos agora eles tem mais uma laiada: Amanda, legal!
    Bom final de semana!
    “O amor é a força mais sutil do mundo.” (Mahatma Gandhi)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA AGOSTO - 5 GANHADORES - BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é! Foi o curso natural dos eventos. Aquele abraço, Rudy!

      Excluir
  9. Olá! Incrível como o mundo dá voltas, quem diria esses dois tendo que se unir para conseguirem sobreviver, mas acredito que ainda terão muitas reviravoltas nessa história.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente,Elizete! Realmente, ainda tem pano pra manga! Abracos!

      Excluir
  10. Oii André!
    Aah eu amei a aliada e surpresa com os dois tendo que se unir... Grande reviravolta vc nos trouxe
    Adorei!
    Bjs!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Aline! Muito grato! Abraços!

      Excluir
  11. As vezes nos encontramos com aliados realmente inesperados haha adorei a reviravolta e estou no aguardo de mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É! Muito obrigado, Jéssica! Abraço!

      Excluir
  12. Adoro uma boa reviravolta. Ele nunca pensou que o jogo mudaria e agora Amanda é sua alidada.
    Curiosa para saber o que vem por aí.

    beijinhos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma boa reviravolta sempre é bom! Abraços, Nicole.

      Excluir
  13. Não há outro caminho, é confiar ou morrer. O que surgirá dessa parceria inesperada só esperando os próximos capítulos.

    Evandro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente! Valeu pelo comentário, Evandro. Abraços.

      Excluir
  14. Oi André,
    Sorte do vampiro que as coisas mudaram XD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por muito pouco ele não morreu, RS. Muto agradecido, Helen. Abraço!

      Excluir
  15. Oi, André!
    Realmente o jogo mudou! E agora Davi vai ter que confiar e esperar para ver o que vai dar!
    Bjoss

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Nossa, vejo que mudou bastante coisa..O capitulo está ótimo e já estou bem curiosa pelo próximo...

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  17. Oi, André
    Que mudança hein, adorei esse capítulo.
    Será que vai ter um romance aí?
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. O Jogo Virou não é mesmo? já sinto um cheiro bem intenso de romance no ar vindo por aí hein

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir