acompanhe o blog
nas redes sociais

20.3.19

The Chase: A busca de Summer e Fitz [Elle Kennedy]

Cortesia do Grupo Companhia das Letras

The Chase: A busca de Summer e Fitz é o primeiro spin-off da série Amores Improváveis (O Acordo, O Erro, O Jogo e A Conquista) de Elle Kennedy. A autora é especialista em New Adult e os livros desta série, apesar de serem clichês, cumprem bem o que o gênero se propõe, pois Elle tem uma narrativa extremante agradável e envolvente, e a leitura de seus livros é sempre um divertimento garantido.


Título: The Chase: A busca de Summer e Fitz
Autor: Elle Kennedy
Tradutor: Juliana Romeiro
Série: Spin-off da série Amores Improváveis
Editora: Paralela
Gênero: Romance New Adult
Páginas: 300
Edição:
Ano: 2019
Onde comprar: Amazon

Agora é a vez dos personagens secundários que já conhecíamos da série, eles são os jogadores do time de hóquei amigos de Garrett, Logan, Dean e Tucker, e que agora ocupam a mesma casa que estes rapazes desocuparam depois que se formaram. Quem acompanhou a série passada e ficou triste quando cada um deles tomou seu próprio rumo depois da formatura, é a hora de matar a saudade. Quem não leu os livros anteriores, não tem problema algum, pode começar com The Chase.

Neste primeiro livro a protagonista é Summer, irmã mais nova de Dean. Já sabíamos que ela tinha uma "queda" pelo Fitzgerald, também jogador hóquei e amigo de seu irmão. Colin Fitzgerald, mais conhecido por Fitz, apesar de ser um atleta estereotipado, ou seja, grande e lindo, é também um nerd, gosta de se manter "invisível" e seu prazer é criar jogos virtuais.

“Mas que culpa tenho? Colin Fitzgerald é simplesmente um deus. Um deus alto, sensual e todo tatuado, por quem tenho uma quedinha.”

Já Summer é uma menina linda, muito rica, que adora moda e uma boa festa. Dito assim, podemos classifica-la como uma moça fútil, o que é que a primeira vista também parece para o Fitz, mas ela é muito mais que a Barbie que aparenta ser. Contudo por sofrer de "Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH)" que se caracteriza por sintomas de desatenção, inquietude e impulsividade, Summer tem dificuldades no aprendizado, o que acaba deixando-a insegura e duvidando de si mesma.

“Não sou fã dos meus próprios pensamentos. Eles tendem a ser um misto de insegurança, dúvida e autocrítica, com uma pitada de excesso de confiança injustificada. Minha mente é um lugar confuso.”

Summer mostra claramente sua atração a Fitz, que apesar de também se sentir extremante atraído por ela, acaba afastando-a por julga-la superficial, acreditando que eles nada têm em comum. Só que Summer foi expulsa da universidade que cursava e seu pai mexeu os pauzinhos para coloca-la na Universidade Briar. Como não tinha onde morar, Dean pede a Fitz que ela ocupe o quarto ainda vago da antiga república, agora ocupada por Fitz, Hunter, Hollis.

“Tenho medo de me expor de novo, quando ainda sinto o gosto amargo da rejeição da noite de Ano-Novo na garganta. Ainda o quero, mas nunca vou admitir, a menos que ele dê o primeiro passo.”

Morando na mesma casa, fica cada vez mais difícil para Fitz não sucumbir ao charme de Summer e a frear seus ciúmes ao ver seu amigo Hunter paquera-la descaradamente.

“Fitz pode sair com todas as mulheres da faculdade que não estou nem aí. Ele perdeu as chances comigo.”

É também muito fácil gostar dos personagens, como o livro é narrado hora pelo Fitz, hora pela Summer, criamos um forte conexão com eles. Fitz é um encanto de garoto, e mesmo sendo um jogador de hóquei do time da Briar e por isso mesmo endeusado pelas mulheres, não abusa deste privilégio, pelo contrario, está mais focado nos estudos, e Summer é uma garota legal, daquelas que gostaríamos de ter como amiga.

Eu particularmente me divirto com estes livros, pois me remetem a minha juventude, quando também morei numa republica de meninas para cursar a universidade e vivi situações similares. Elle Kennedy cria muito bem o ambiente universitário da Briar, com aos jogos de hóquei e às festas, problemas com professores e as dúvidas de inicio de carreira que acompanham os universitários, criando um vínculo entre os personagens e os leitores, tornado possível que estes se sintam como universitários outra vez.

Recomendado para quem é fã de New Adult.

comentários pelo facebook:

16 comentários em "The Chase: A busca de Summer e Fitz [Elle Kennedy]"

  1. Sou fã do gênero e morro de vontade ler a série toda!Adoro também as capas e mesmo já tendo passado em da idade de repúblicas e afins, não há como não deixar a mente viajar para esta época de escola,amigos,paqueras e afins!
    Acredito que por isso a série tenha se tornado queridinha de muitos leitores. Gostei muito disso também da autora trazer os personagens secundários agora com tipo outra missão!rs
    Espero ler!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi Gi
    Eu fiquei louca quando esse livro foi anunciado pela editora. Eu adoro demais os livros da Elle, ela é simplesmente maravilhosa. Eu amei conhecer o Fitz e a Summer, pra mim eles são ótimos juntos mesmo sendo tão diferentes como pessoas. Espero que a autora lance os demais logo!

    Beijo
    http://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá Gisela!
    Já senti uma empolgação para ler a história. Gosto bastante desses clichês mas a autora conseguiu caracterizar os personagens de forma única, dando um ar intelectual ao atleta e representando várias pessoas que tem TDAH através de Summer. Esse casal não poderia ser mais surpreendente, e esse jogo de rato e gato deixa o sentimento ainda mais pronunciado. Adorei a dica e quero muito ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi, Gi
    Ainda não li nada da autora.
    Mas adorei essa trama com um personagem lindo, jogador, sensual e ainda nerd, aí que tudo! E a Elle ainda coloca Summer uma personagem com TDAH e tenho certeza que formam um casal super fofo.
    Estou muito curiosa para ler e vai para lista de desejos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá Gisela!
    Elle Kennedy tem o domínio da técnica de fazer plots extremamente convencionais e tendendiciosos (sim, eu estou falando de Amores Improváveis) tornarem-se viciantes pela excelente estrutura narrativa de seus livros. Aqui não parece ser diferente, apesar de Fitz e Summer apresentarem uma caracterização que o leitor já viu em outros personagens.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Gi, amo Garreth, Dean, Logan e Tucker. Enquanto ia lendo a série Amores Improváveis, os demais companheiros de time dos meninos iam chamando a minha atenção.
    E qual não foi minha surpresa e alegria quando soube do spin off.
    Elle cria histórias clichês sim mas também apaixonantes, viciantes e com um que a mais. Foi assim com os 4 livros.
    Fitz e Summer são os típicos personagens que a princípio parecem estereotipados: atleta e patricinha mas que são muito mais que isso.
    E esse convívio mais próximo entre eles fará com que descubram a verdadeira essência um do outro.
    Quero muito ler

    ResponderExcluir
  7. Amei a resenha porque me ajudou a entender melhor sobre o livro; não sabia que era um Spin-off.
    Tão bom saber que é uma leitura agradável, preciso ler a série toda antes de me aventurar nesse.


    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi Gisela.
    Eu adorei a Série Amores Improváveis, e por isso estou muito a fim de conferir este livro.
    É a segunda resenha que leio sobre ele e já estou encantada pela história. Também histórias assim.
    Bjus

    ResponderExcluir
  9. Gi!
    Infelizmente não consegui ler nenhum livro da série Amores improváveis e tenho a maior vontade.
    E essa nova série parece ainda mais interesante.
    Quero ler.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  10. Oi Gi,
    Hum, lembrei dos outros livros da Elle Kennedy, não cheguei a ler a série, mas é bom ver que é possível começar com o The Chase sem problemas.
    Que sensação boa encontrar livros que remetem a época da juventude, com todo esse clima de república.

    ResponderExcluir
  11. Acho que esse livro é recomendado para mim. Adoro New Adult!
    Não passei pela experiência de morar em uma república, mas acho muito divertido ouvir as histórias de quem passou por isso.
    Ainda não li a série anterior da autora mas quero muito ler. Não sei se começo por esse ou se sigo a ordem cronológica do lançamento.
    Mas, com certeza, Briar vai divertir meus dias.

    ResponderExcluir
  12. Olá! O livro parece ser bem gostoso de ler (principalmente por conta de todo esse clichê), é sempre bom poder saber mais sobre personagens de outras séries, acho que é como fazer novos amigos e aí você vai conhecendo a família deles aos poucos.

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Vejo que é um livro bem gostoso de ler e ainda mas se apaixona facilmente pelos personagens. Eu quero muito ler os outros livros da autora, mas para isso pretendo começa pelo primeiro, apesar que obtenho o segundo na estante. Espero ler logo!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  14. Oi Gisela,
    Ainda nem conseguir ler a série Amores Improváveis e já estão sendo publicados os spin-offs. Essa é uma série que quero muito ler e não tenho dúvida de The Chase também entrará para minha lista de desejados. Gosto que a história seja clichê, pois muitas vezes o que quero é ler um romance bem previsível mesmo, só para curtir a leitura mesmo. Fitz e Summer formam aquele casal totalmente oposto, mas que tudo para dar certo. Acho interessante a autora trazer um tema TDAH, pois deixa a história mais séria e é bom sabermos mais sobre o assunto. A narrativa intercalando entre os protagonistas é a que mais gosto nesse tipo de história, assim consigo me conectar com ambos. Espero que este ano eu consiga conhecer mais da escrita de Elle Kennedy, pois tenha muita curiosidade e interesse em suas histórias.

    ResponderExcluir
  15. Oi, Gisela!
    Apesar de você dizer que não tem problema em ler The Chase mesmo que não tenha lido os livros anteriores prefiro ler a série Amores Improváveis primeiro para só então ler os spin-off pois me conheço bem e sei que vou ficar ansiosa para saber das histórias dos outros personagens rsrs...
    Achei interessante a protagonista sofrer de TDAH, geralmente quem sofre esse tipo de doença são os protagonistas masculinos... Enfim, valeu pela dica! Abraços.

    ResponderExcluir
  16. Oi, Gi!!
    Gosto muito de New Adult, e gostei muito de saber da spin-off da série Amores Improváveis, estou muito curiosa para conhecer o Fitz e Summer e principalmente saber mais sobre TDAH e como a Summer lida com a TDAH.
    Bjos

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir