acompanhe o blog
nas redes sociais

3.10.19

Branco Letal, Vol. 04 - Série Cormoran Strike [Robert Galbraith]

Cortesia da Editora Rocco

J.K. Rowling sempre foi e é uma das autoras mais admiradas do mundo. Sua escrita sempre voraz e apaixonada, rica em detalhes e em enredos complexos e bem escritos, a fazem se destacar mais do que ser apenas a mãe do bruxinho Harry Potter. Rowling vem se destacando cada vez mais com sua maestria em escrever livros adultos, colocando neles uma intensa carga dramática, mistérios, romance e suspense que deixam o leitor boquiaberto com tamanha facilidade em passar de um gênero para outro em fração de segundos e sem perder seu talento. Isto por si só é louvável!

Título: Branco Letal
Autor: Robert Galbraith
Tradutor: Ryta Vinagre
Série: Cormoran Strike
Editora: Rocco
Gênero: Policia
Páginas: 656
Edição:
Ano: 2019
Onde comprar: Amazon

No enredo de Branco Letal, quarto volume da série do Detetive Cormoran Strike, acompanharemos Billy, um jovem problemático, que procura sua agência para falar de um crime que ele jura ter testemunhado quando criança. Apesar de seus problemas visíveis, o jovem acaba passando confiança para Strike e este acredita em sua história, mas quando o garoto entra em pânico e foge do seu escritório, é que Strike decide pedir ajuda a sua nova companheira de trabalho Robin, que agora não trabalha mais como apenas secretária dele, mas como parceira e sócia, o que era meio óbvio depois dos ocorridos nos livros anteriores.

Pois bem, a história fica mais enigmática quando o Ministro da Cultura, Jasper Chiswell os procura para falar que está recebendo ameaças. Poderia ser dois casos diferentes e tudo bem, mas a pessoa que o está ameaçando, aparentemente, é o irmão do Billy. Isso tudo provoca uma investigação aprofundada, e nossos personagens são levados até as ruas de Londres, segredos bem guardados no Parlamento Britânico, e uma mansão que, além de muito bela, é suspeita.

“Ele é doente mental e por isso acha que viu um garoto ser estrangulado? Ou ele é doente mental e viu mesmo um garoto ser estrangulado?”

Os desdobramentos do mistério vão ocorrendo em partes, enquanto Robin decidi investigar os políticos da Câmara dos Comuns para saber quem deles poderia estar ou não chantageando Chiswell, Cormoran decide mergulhar de cabeça na vida de Billy para saber mais sobre o que aconteceu no seu passado e que assassinato foi esse que acabou testemunhando.

Branco Letal é um livro que dividiu minha opinião a cerca dessa série, e posso explicar facilmente. Primeiro, achei o livro um pouco moroso, não apenas pelos desdobramentos da investigação até chegarmos a sua conclusão, mas também todo o relacionamento latente que existe entre Cormoran e Robin. Nos primeiros livros vimos que Robin namorava com Matthew e que logo após se casaram. Vimos também que Matthew jamais foi alguém que Robin merecia, mas mesmo assim ela quis insistir no casamento, enquanto Strike sempre nutriu algo por ela, mas sempre foi aquela coisa morna que nunca conseguiu aproximar os dois. O que acontece é que vamos ter uma boa parte a respeito disso, de como os dois sentem algo um pelo outro, mas que não dão o primeiro passo. É legal até certa parte, pois eu torço para que o dois fiquem juntos, porém os diálogos são extensos, prolixos demais e resultaram em um livro de quase 700 páginas.

“[...]Robin não conseguia pensar em um jeito de dizer a Strike que ela lamentava, que entendia, que desejava que as coisas fossem diferentes, sem lembrar aos dois aquele abraço na escada em seu casamento, agora há tanto tempo sem ser mencionado que ela se perguntava se ele ainda se lembrava do fato. ”

Segundo, eu amo Londres, todo o cenário que ele possui, sua cultura, suas histórias sempre me fascinaram, e conhecer mais um pouco sobre a política britânica foi algo que me surpreendeu e me fez ir atrás de mais, como por exemplo, como o Parlamento é dividido e tudo mais. Deixou a trama mais realista e instigante para mim.

Terceiro motivo, e acho que muitos concordam comigo, é que o autor enrolou muito para entregar um livro que poderia ter se resolvido com poucas páginas. Li algumas resenhas e vi que isso foi pontuado por várias pessoas. Isso em si não foi um problema para mim, pois o desfecho foi surpreendente, mas o que quero dizer é que se a autora queria desenvolver mais os personagens, não precisava seguir por esse caminho tão longo, muito do que se lia parecia repetido demais. A sensação que sentimos é "Mas pra chegar até aqui, não precisava ir por ali". Não sei se ficou claro, mas espero que tenham entendido.

“Não posso - não vou - passar pela vida com um corpo morto nas costas.”

Enfim, o mistério é solucionado de uma forma que fiquei surpreso, isso se dá porque a autora nos entrega personagens enigmáticos que não nos decepciona nem um pouco. Prender a atenção é algo que poucos autores conseguem, e com esse final, onde a autora deixou tudo explicado, só comprova o quanto sua genialidade é incrível, e tudo fica bem encaixado.

A narrativa se dará em dois tempos, contando o passado onde o Billy testemunhou o assassinato, e no tempo presente para que a investigação possa dar frutos.

Fora toda a parte em que achei que foi um pouco enrolado, o livro segue uma trama muito boa e cumpri com o que promete. Dos quatro volumes, este não é ainda o meu favorito, permaneço com O Bicho da Seda por enquanto. A autora já chegou a revelar que a história de Cormoran Strike passará dos 7 livros pelo menos, sendo assim, estou ansioso para ler o quinto livro!

Vale ressaltar que Comoran Strike aparece acompanhado na capa do livro Branco Letal, achei legal pois enfatiza a participação ativa da Robin na investigação e o fato de ter se tornado detetive também. Percebam que nas outras capas Strike sempre apareceu sozinho. Apenas um detalhe, mas que significou muito.

Espero que gostem, boa leitura!

Se você quiser conhecer um pouco sobre os livros anteriores desta série, clique nas capas para ler as resenhas:


comentários pelo facebook:

17 comentários em "Branco Letal, Vol. 04 - Série Cormoran Strike [Robert Galbraith]"

  1. Olá, Douglas
    Confesso que apesar de eu amar a J. K. Rowling, não tenho a mínima vontade de ler esses livros.
    Eu ainda li Morte Súbita, gostei do livro, mas não o suficiente para querer outros livros do gênero escritos por ela. Quem sabe eu mude de ideia um dia.

    ResponderExcluir
  2. estou completamente apaixonada por Robin. Sua evolução não só como profissional mas principalmente como mulher me encantou desde o primeiro livro.
    Também curti a evolução de Rowling ou Robert como autora de thrillers policiais.

    ResponderExcluir
  3. Então..eu sou apaixonada pelas letras da autora e ver que ela conseguiu construir um universo totalmente oposto ao que a tornou conhecida mundialmente, é fascinante.
    O gênero é um que aprecio demais e quando li a resenha do primeiro livro, já o quis muito.
    É uma série que sim, foi elogiada e martirizada por este último livro. Poucos leitores concordaram com este último capítulo.rs
    Eu só sei que quero demais ler todos os livros e acompanhar essas turbulências na vida de Cormoran e Robin!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Li esse livro tem alguns dias. Eu gostei do desdobramento final mas, tenho que confessar que foi uma leitura bem lenta. Não por causa da quantidade de páginas mas porque foi tanta coisa para acontecer, tantos diálogos, tanta coisa que nem precisava e ia e voltava. Bom, mas o importante é que o final foi bom. Mas o livro dava pra ser um pouquinho menor. Esse não foi o melhor da série Cormoran Strike. Vamos aguardar o próximo.

    ResponderExcluir
  5. Permaneço chocada por saber que a JK tem um pseudônimo.
    Sobre o livro, percebo que não é uma leitura que me agrada. Não gosto quando acrescentam detalhes desnecessários só para ter umas páginas a mais.
    Gostei de conhecer sua opinião sobre esse livro.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. É Dougls!
    A autora tem se saído beme screvendo sobre um policial para adultos, mas o Harry mora no coraçaõ de quaase todos, né?
    Bem, gosto de livros detalhados, mas quando são fatos importantes, talvez não houvesse mesmo muita necesidade de 700 páginas para desenvolver um enredo que poderia ser mais curto.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  7. Oi Douglas,
    Apesar de conhecer a escrita de J.K. Rowling através de Harry Potter (que é uma de minhas séries de livros favorita) não a conheço pelo pseudônimo de Robert Galbraith, algo que sempre tive intenção de mudar, mas a oportunidade nunca surgiu. Amo livros policiais, mas, confesso que tenho ficado um pouco saturada de premissas tão semelhantes e que, ao final, não surpreendem. O que essa série tem de diferente para mim é justamente o cenário, ao qual eu sei que a autora sabe explorar muito bem e que casa perfeitamente com o gênero escrito. Minha ressalva para a história seria todo o desenrolar a respeito das partes pessoais dos personagens, que por mais que eu gosto de acompanhar um romance, quando estou lendo um suspense não é isso o que procuro. Eu vi o tamanho o livro quando foi lançado e me preocupei o quanto de páginas seriam, mesmo, aproveitadas. Mas fico feliz em saber que, ao final, a história surpreende e prende o leitor.

    ResponderExcluir
  8. Olá! Depois de tantas resenhas sobre esse livro, achei bem interessante essa sua observação sobre a capa, confesso que não havia dado importância a ela, mas depois que eu li, faz todo o sentido, mesmo com esse último volume mais lento e com mais páginas do que o necessário, ainda tenho muita vontade de conferir essa série e conhecer essa “nova” faceta da J.K. Rowling.

    ResponderExcluir
  9. Não tem como não se impactar, com o titulo, com a capa, com a sinopse, e principalmente com ls quotes.
    Ótimo livro!

    ResponderExcluir
  10. Meu filho tem a coleção HP da J.K. Rowling ,depois que descobriu que ela estava usando o pseudônimo para escrever esse livro ele não me dá sossego querendo ler logo.

    ResponderExcluir
  11. Olá! ♡ Eu sempre fico admirada com a genialidade da J.K. Rowling, ela tem uma escrita incrível, cheia de detalhes, os enredos que ela cria são muito bem desenvolvidos. De fato, quando a gente termina os livros sentimos que tudo está bem encaixado, sem furos ou coisas mal explicadas. Eu tenho adorado ver ela criando livros mais adultos, que fazem mais o meu estilo de leitura.
    Ainda estou lendo o Bicho da Seda e estou adorando, estou cada vez mais curiosa para conferir todos os livros lançados até agora. Gostei de saber que o Bicho da Seda é o seu favorito, isso é um ótimo sinal, pelo que já li até agora, tenho quase certeza de que ele será meu favorito também kkk ♡
    É uma pena que a autora tenha criado diálogos tão prolixos, acho tão chato quando isso acontece, a leitura por vezes acaba ficando cansativa demais, mas que bom que mesmo com esses diálogos desnecessários, a autora entregou um ótimo livro que cumpre com seu propósito.
    Beijos! ♡

    ResponderExcluir
  12. Curti bastante essa série, bem enigmático, do jeito que gosto. A resenha foi bem explicativa sem revelar demais. Com certeza são livros que quero acompanhar todas as leituras.

    ResponderExcluir
  13. Parece ser uma série incrível, de um autor que dispensa apresentações, ainda não consegui começar a leitura da série, mas ela esta na minha lista de desejados, gosto muito desses enredos repletos de mistério e ação.

    ResponderExcluir
  14. Oiii ❤ No momento estou lendo O Bicho da Seda, mas não vejo a hora de ler os próximos dois volumes.
    Ainda estou impressionada com a escrita da J.K Rowling, é tudo tão bem trabalhado, tramas bem resolvidas e personagens que já me apeguei.
    Pra mim, ler essa série é uma ótima experiência, pois nunca tinha lido nada sobre investigação até então e estou amando.
    Realmente, acho que não tinha a necessidade de fazer um livro tão grande, é uma pena que tenha coisas que deveriam ser resumidas, mas que não foram.
    Espero que Cormoran e Robin se acertem logo, pois tem horas que essa falta de iniciativa de ambos irrita.
    Beijos ❤

    ResponderExcluir
  15. Olá, Douglas
    Da autora só li a saga HP.
    Mas estou acompanhando a série aqui pelas resenhas, fiquei feliz em saber que a autora escreve outro gênero com facilidade.
    Estou curiosa para saber como Robin se saiu como detetive.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Oi, Douglas!
    Comecei a lê-lo mas parei.
    Quero continuar, porém achei muito arrastado.
    Adoro a escrita da J. K., mas com essa série ela enrola muito, bem diferente de Harry Potter.
    Que bom que a Robin se tornou detetive e tá tendo mais suas chances, já que ela sempre foi incrível e primorosa.
    Também quero que ela fique com o Strike mas que termine antes com o chato do Matthew, se bem que o Strike enrola muito, pelamor, que homem complicado! kkkk
    bjs

    ResponderExcluir
  17. Oi, Douglas!!
    Gosto muito de livro desse gênero que envolve investigação e fiquei bem chocada a saber que a série do Detetive Cormoran Strike é escrita nada menos que a J.K. Rowling! Bom gostei da indicação espero ter oportunidade de fazer essa leitura.
    Bjs

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir