acompanhe o blog
nas redes sociais

15.7.15

Mistborn - Nascidos da Bruma: O Poço da Ascensão, Vol. 2 [Brandon Sanderson]

Brandon Sanderson
Ed. Leya, 2015 - 720 páginas:
      Elend Venture subiu ao trono de Luthadel, a principal cidade do Império Final. O novo rei revolucionou as relações entre os skaa – a classe social inferior – e os nobres e atraiu a atenção dos diversos governantes das outras partes do grande império. Dentro das muralhas de Luthadel, o perigo espreita de todos os lados. Assassinos de aluguel alomânticos ameaçam a vida do rei, a desconfiança generalizada faz a população temer pelos rumos da cidade e desejar o retorno do Senhor Soberano, e um inverno inclemente se aproxima. Elend, Vin e o bando de Kelsier tentam a todo o custo manter o controle, mas os piores inimigos ainda estão por vir. Fora das muralhas, arma-se um cerco militar gigantesco. O destino de todo o Império Final está envolto nas brumas, e apenas uma força sobrenatural será capaz de desvendar os mistérios que assolam seus habitantes.

Onde comprar:

O Livro acabou mas a história não sai da minha cabeça, os personagens ainda continuam lá, dividindo comigo suas angustias e problemas, amores e alegrias, parece que ainda sinto a confiança conquistada, o medo da morte, a amizade que une uma gangue de ladrões, o idealismo de um nobre que sofre ao achar que não é um bom rei, em resumo, ainda lembro a mistura de sensações criadas neste livro de fantasia e aventura. É isso que Brandon Sanderson faz com a gente, mexe com nossas emoções, cria um universo fantástico realmente "fantástico", e ainda consegue inserir em todo este contexto fantasioso aspectos importantes sobre política, religião, relacionamento, classes socais, tornando sua obra completa. Acredito que seja justamente isso que o autor deseja, fazer o leitor pensar numa obra de entretenimento.

O Poço da Ascensão, é a continuação do espetacular O Império Final, livros que compõe a saga "Mistborn - Nascidos da Bruma", e mesmo sendo o livro de meio, com 720 páginas, consegue manter o leitor impressionado com a obra, não é moroso em momento algum, pelo contrário, devido ao número de bons personagens e a história de ação intensa, é empolgante do início ao fim.

Na resenha do primeiro livro, O Império Final, fiz uma descrição dos núcleos que compõe a história e seus personagens principais. Agora vou precisar falar um pouco mais dos acontecimentos relevantes, então no texto abaixo você pode encontrar algum spoiler do livro anterior.

Luthadel, principal cidade do Império Final, foi palco de uma grande revolução, onde Kelsier, ajudado por sua gangue conseguiu realizar o inimaginável, vencer o Senhor Soberano, deus-imperador imortal e déspota que reinou mil anos sobre o Império Final. Elend Venture, filho de uma das casas mais ricas e fortes de todo o império, sempre foi um idealista, sonhando em melhorar as condições de vida do povo skaa, escravizados pelo Senhor Soberano. Elend assumiu o trono de Luthadel no caos que sucedeu à queda do império final, apoiado pelos homens de Kelsier, Dockson, Brisa, Ham, Trevo e Sazed, alomânticos, com poderes de queimar metal para se tornarem mais poderosos, além de Vin, uma Nascida das Brumas, a mais poderosa do grupo, que possui poderes místicos.

Um ano depois da queda, Elend aplica em seu reinado todos os conceitos que tanto estudou durante sua vida, criando um governo justo, onde todas as classes sociais têm voz ativa através dos votos de seus representantes na assembleia. Mas seu sonho de igualdade social está sendo ameaçado, pois diversos governantes tiranos de outras partes do grande império desejam conquistar Luthadel, ameaçando a cidade com grandes exércitos, armando um cerco militar gigantesco fora das muralhas da cidade.

Um dos seus opositores é justamente seu pai, Straff Venture, que fugiu da cidade durante a queda do Senhor Soberano e agora retorna com um grandioso exército para conquista-la, ao qual Elend não tem a menor chance de vencer.

Vin tornou-se guarda costa de Elend e precisa protege-lo dos diversos atentados a sua vida, ao mesmo tempo que se questiona sobre um mal ainda maior que os exércitos que os atacam, um mal milenar, chamado de Profundezas, que foi combatido a mil anos atrás pelo Senhor Soberano e agora, com sua morte, ameaça voltar.

O livro tem de tudo, muitas cenas de ação, combates dignos de cinema, estratégias de exércitos, relação de amizade e confiança, relações amorosas, conflitos interiores, traições, perdas, religião e política. Já perceberam que o autor me conquistou, não só com essa trilogia mas com o primeiro livro que li dele, Elantris, uma obra também espetacular. Para quem ainda não leu nada de Brandon, fica aqui meu convite.

"Escrevo estas palavras em aço, pois qualquer coisa que não seja inscrita em metal não é digna de crédito."

Veja a resenha do primeiro volume, O Império Final clicando sobre a capa:


Cortesia da Editora Leya

Capixaba, leonina, analista de sistemas e mãe. Apaixonada por livros, sou uma leitora compulsiva e como o tempo é curto, leio em todo o lugar: esperando o elevador, dentro do ônibus, no salão de beleza... Ler é meu prazer e minha paixão!

*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

comentários pelo facebook:

13 comentários em "Mistborn - Nascidos da Bruma: O Poço da Ascensão, Vol. 2 [Brandon Sanderson]"

  1. Este livro parece uma aventura fantástica e cheia de reviravoltas e o melhor é que todos os personagens aparentam ser encantadores ao seu modo. Em um livro isso faz toda a diferença.
    Não tinha conhecimento sobre esta série e por isso não li seu primeiro volume, mas sua resenha me deixou empolgada para me aventurar neste mundo tão complexo e envolvente em todos os aspectos.
    Certamente darei uma chance a saga Mistborn e espero me envolver tanto quanto você ou, quem sabe, ainda mais.
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. querida Gi, sua empolgação acabou por me contagiar. só uma adendo, mistborn nasceu como trilogia, mas já tem 7 livros lançados lá fora, isso me preocupa um tiquinho, já que é máxima por aqui lançarem de acordo com as vendas (eta, mundo capitalista). mas deixemos essa picuinhas de lado.
    confesso que pulei a parte da resenha em que você fala do primeiro livro, sorry, é que suas palavras me fizeram querer ler a saga, pontaço pra você. um livro 5 estrelas pra minha coleção de desejados - culpa sua! obrigado pela dica, sua resenha está maravilhosa!

    ResponderExcluir
  3. Muito legal sua resenha! Não conhecia a saga Mistborn - Nascidos da Bruma, mas pela empolgação que você transmitiu na resenha sobre o livro, fiquei curiosa para conhecer um pouco mais dessa história, super me interesso por livros que tem ação, então pretendo ler em breve.

    ResponderExcluir
  4. Sensacional, Gisela! Já tá na minha lista! Abraços!

    ResponderExcluir
  5. Oi, Gisela! Não conhecia a série e, pela resenha, já deu para perceber o quanto ela é incrível. A história contém ingredientes que deixam qualquer leitor, fã de uma boa aventura, extremamente aflito para poder conhecer e apreciar esse universo fantástico. E eu me incluo nessa categoria rs... quero já!

    ResponderExcluir
  6. Eu não li a resenha completa, parei na parte "você pode encontrar algum spoiler do livro anterior"
    Eu gostei muito do que li antes desta frase (rsrs) e como fã de fantasia é claro que vou add a trilogia na minha lista. Fiquei feliz porque geralmente o livro do meio não é tão bom...
    E apesar do número de páginas me assustar um pouco eu vou cair de cabeça nesta aventura.
    Adorei a dica. Bjs.

    ResponderExcluir
  7. Gisela!
    Muito bom quando uma trilogia cresce, tanto quanto aos personagens, quanto na evolução do próprio enredo.
    Adoro ficção fantasia e já anotei aqui para ver se adquiro.
    “Ser feliz sem motivo é a mais autêntica forma de felicidade.”(Carlos Drummond de Andrade)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe no nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  8. Gisela, apesar do autor ter te conquistado, esse gênero não me agrada muito, não consigo ler livros com ação, mas prometo a você que qualquer dia desses vou tentar. Quem sabe não dá certo? ;) Abçs!!

    ResponderExcluir
  9. Livro de fantasia não me atrai muito, mas quando a estória é boa costumo dar uma chance. Vou adicionar a lista e espero poder lê-lo.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Gisela!
    Um livro que nos faz lembrar de tantos detalhes depois de finalizar sua leitura vale com certeza a pena ler! Romance, amizade, ação, combates dignos de cinemas - com sua descrição do livro fiquei com essa impressão mesmo, como se um filme estivesse passando em minha frente, e fiquei bastante curiosa em conhecer esse universo que o autor criou... Valeu pela dica!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  11. Oi, Gisela! A Leya tem ótimas publicações de livros do gênero fantasia e aventura, né? Como fã de livros de aventura, gostei muito da dica e tentarei ler assim que possível. :)

    ResponderExcluir
  12. Também gosto muito quando os autores criam um mundo de fantasia, mas insere coisa que nos levam refletir sobre a realidade. Confesso que sempre me assusto com livros grandes, mas, se a narrativa do autor for dinâmica e fazer com que não sinta o passar das páginas, isso passa despercebido. Outra coisa que vi é que é uma obra completa, pois tem de tudo um pouco. Claro que vou correr atrás dessa saga.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  13. É Gi, realmente estes livros não me chamaram atenção; não consegui sentir uma conectividade a ponto de querer descobrir algo nele enfim, este não passou para mim, mas nem sempre a gente gosta não é??

    BJss

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir