acompanhe o blog
nas redes sociais

9.5.16

Outlander: Os Tambores do Outono, Vol. 04 – Parte I [Diana Gabaldon]

Diana Gabaldon
Ed. Arqueiro, 2016 - 576 páginas:
      Após tomar a difícil decisão de deixar a filha no século XX e viajar no tempo novamente para reencontrar seu grande amor, Claire Randall tem mais um desafio: criar raízes na América colonial do século XVIII ao lado de Jamie Fraser. Eles partem rumo à Carolina do Norte para encontrar um novo lar e contam com a ajuda de Jocasta Cameron, tia de Jamie e dona de uma propriedade na região. Enquanto isso, em 1969, Brianna Randall se une a Roger Wakefield, professor de história e descendente do clã dos MacKenzie, para encontrar as respostas sobre as próprias origens e sobre Jamie, o pai biológico que nunca conheceu. Em meio às buscas, ambos encontram indícios de um incêndio fatal envolvendo os pais de Brianna.

Onde comprar:

Outlander é uma série grande, onde cada livro individualmente tem em média 1000 páginas, então alguns deles são divididos em partes, para facilitar seu manuseio. Com o livro três já foi assim e o mesmo aconteceu com o livro quatro, Os Tambores do Outono.

Como ocorre em toda a série, a principal trama realiza-se no século XVIII, protagonizadas geralmente pelo casal principal Jamie e Claire, mas também temos alguns personagens que vivem no século XX, interligados na história a Claire e Jamie. E como não podia deixar de ser numa série tão extensa, ela é populada por vários personagens secundários, que contribuem para sua perfeita construção.

Só quem lê Outlander pode entender a magnitude da escrita de Diana Gabaldon, que mistura ficção a fatos históricos ocorridos no período em que a trama se desenvolve. O Trabalho de pesquisa da autora é primoroso e com isso ela não só transporta a Claire para o século XVIII, mas todos os seus leitores. Esta ambientalização detalhada pode não agradar a muitos leitores e este é o ponto principal que deve ser levado em conta para decisão da leitura da série. Particularmente gosto de livros como Outlander, pois suas riquezas nos detalhes do cotidiano dos personagens nos submergem na trama.

Em Os Tambores do Outono, Jamie e Claire naufragaram na costa da Geórgia em 1767, fugindo das Índias depois de resgatar seu sobrinho Ian. A principio, estar na América é uma surpresa agradável para Claire, já que em 1967 ela viu a lápide de James, onde estava escrito "Amado marido de Claire", fazendo-a deduzir que ela vai enterra-lo na Escócia, e como a lápide não tinha data, ela não sabe quando isso será, mas este conhecimento acaba atormentando-a, aliás, toda a história se desenvolve nas tentativas do casal em tentar prevenir acontecimentos históricos que são de conhecimento de uma viajante do tempo. Mas será possível alterar o passado?

Em 1969, Brianna está cada vez mas envolvida com o historiador Roger Wakefield, que por sua vez se vê apaixonado pela bela jovem ruiva, agora órfã. Brianna sente muita falta de sua mãe e está cada vez mais curiosa sobre seu verdadeiro pai e disposta a procurar nos livros históricos tudo que possa lhe informar sobre como foi a vida de seus pais no século XVIII.

"Então Roger a viu, e o rosto dele acendeu como uma vela. Sem se controlar, Brianna sentiu um sorriso enorme e idiota aparecer em seu rosto em resposta."

Jamie e Claire, bem como Fergus e Ian, estão desbravando a América e pretendem se estabelecer no sopé da Carolina do Norte, construir algo que seria deles, o seu legado. Enfrentam nesta aventura piratas, ursos e até índios, além das epidemias naturais da época.

"- Mais um o quê? - perguntei sonolenta. Estava muito escuro na cabana e o fogo queimava baixo na lareira.
- Mais um maldito vazamento! Entrou água na minha orelha, inferno!"

No desbravamento da América se passa toda a primeira parte do livro quatro, quando nos últimos capítulos uma visita para lá de inesperada acontece, esquentando um pouco mais a história. E no século XX Roger descobre uma peça trágica da história que ameaça a felicidade de Jamie e Claire no passado.

Acabo aqui e deixo para vocês uma lembrança de Jamie Fraser. E como diz Claire: "Um escocês das Terras Altas com vestimenta completa é uma visão muito impressionante. Um escocês alto, de corpo esguio no auge de sua vida é de tirar o fôlego."


A coleção Outlander agora é publicada pela Editora Arqueiro:

Livro 01 (2014) - A Viajante do Tempo
Livro 02 (2014) - A Libélula no Âmbar
Livro 03 (2015) - O Resgate no Mar (Parte I)
Livro 03 (2015) - O Resgate no Mar (Parte II)
Livro 04 (2016) - Os Tambores do Outono (Parte I)

 Cortesia da Editora Arqueiro
Gisela Menicucci Bortoloso
Capixaba, leonina, analista de sistemas e mãe. Apaixonada por livros, sou uma leitora compulsiva e como o tempo é curto, leio em todo o lugar: esperando o elevador, dentro do ônibus, no salão de beleza... Ler é meu prazer e minha paixão!
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

21 comentários em "Outlander: Os Tambores do Outono, Vol. 04 – Parte I [Diana Gabaldon]"

  1. Gi!
    Já nem vou mais dizer o quanto gosto demais dessa série e o quanto desejo lê-la, porque além de falar sobre a viagem no tempo, que é um assunto que muito me interessa, tem romance.
    “A sabedoria não nos é dada. É preciso descobri-la por nós mesmos, depois de uma viagem que ninguém nos pode poupar ou fazer por nós.” (Marcel Proust)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Gisela!

    Acho a mistura de ficção com fatos históricos uma coisa incrível e que não é pra qualquer um não. Não acompanho os livros de Outlander e nem a série, mas quero muito conhecer essa história!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. cara Gi, não tenho nenhum problema com livros grandes, monstruosos, aliás até gosto mais quando são assim, trabalha-se melhor as personagens periféricas, expande o universo de cada uma delas. tenho um apetite imenso para ler esta saga, e como não quero ver nenhum spoiler evito inclusive a série de tv. vida de leitor não é nada fácil: é preciso mais tempo no dia, é preciso mais dinheiro na conta bancária, rs. vou continuar acompanhando através de suas palavras inspiradas (deve ser por causa dos escoceses esguios), assim não me sentirei órfão. um dia compro tudinho.

    ResponderExcluir
  4. Oi Gi!
    Aaai essa série! Desejo dmais a leitura...
    Gostei tanto da história, bastante curiosa!
    Bjs!!

    ResponderExcluir
  5. Oi Gi! Eu já ouvi falar da série, ainda mais que ela passa em algum canal pago, mas ainda não me permiti lê-la. Sei que a história é sensacional e reserva grandes surpresas, mas tenho certo receio de começar ainda. Sua resenha está maravilhosa, como sempre. Beijos!
    O Reino Encantado de uma Leitora

    ResponderExcluir
  6. Acho incrível a capacidade que alguns autores tem de misturar história com ficção (um dos motivos do Follett ser um dos reis do universo).
    Nunca li Outlander, e não sai porque . Acho que é porque nunca acho o livro barato. Mas está na minha lista.

    ResponderExcluir
  7. Olá, Gisela.
    Adoro quando os autores conseguem misturar ficção e história com tamanha perfeição. Ademais, essas "viagens no tempo" deixa tudo mais interessante.
    O único ponto que me assusta é o tamanho dos livros. rs
    Ótima resenha.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de maio. Serão três vencedores!

    ResponderExcluir
  8. Eu estou a um bom tempo querendo começar a ler a Série Outlander, só leio comentários positivos referentes a esses livro, mas como ainda não tenho eles, vou aguardar a leitura.

    ResponderExcluir
  9. Ainda nem li o primeiro e confesso não estar muito animada. Essa série tem livros bem grandes e acho que no momento não estou disposta a ler um livro tão grande; ainda mais se é um livro que não conheço a escrita da autora.

    ResponderExcluir
  10. estou tao ansiosa para ler e depois ver a serie. achei mto bacana! a serie parece ser longaaa mas todo mundo esta falando tao bem que nao tem como naao ler

    ResponderExcluir
  11. Gisela, não li muito da resenha porque ainda estou no livro 1 e de repente tem algum detalhe que só gostaria de saber fazendo a leitura. rs Mas o que posso dizer é que estou gostando muito, mesmo com tantoz detalhes, pra mim não está sendo cansativo. Eu só fico pensando o tempo todo se ela vai conseguir voltar para o tempo dela e como vai ser o desenrolar. Já estou ansiosa para chegar ao final, não só do livro 1, mas da série! :D

    ResponderExcluir
  12. Quero muito ler essa coleção. Porém, estou com medo de acabar me decepcionando. Mesmo o livro tendo várias páginas, acredito que se a leitura for fluída elas vão passando rapidinho. Estou, ao mesmo tempo, empolgada e receosa para ler esses livros.

    ResponderExcluir
  13. Oi Gi.
    Já tinha ouvido falar da série muitas vezes, e confesso que estou muito curiosa, mas o tamanho me Deixa com um pé atrás com medo de que no decorrer da trama a estória se torne extremamente cansativa e igual, gosto muito de livros históricos e ficção, estou ansiosa, mas porem ainda não me convense.
    Boa Noite

    ResponderExcluir
  14. Como estou acompanhando pela série,não faço ideia de como as situações vão se desenrolar para chegar na América!
    Os fatos históricos são interessantes,conseguir fazer essa ambientação é um ponto muito positivo,vai demorar,mas pretendo ler.

    ResponderExcluir
  15. Ainda não comecei a ler essa série, mas sei que vou me apaixonar. Também não ligo para histórias bem detalhadas, acho que ajuda a ambientar melhor o que estamos lendo. Desse ano não passa e espero curtir bastante a leitura.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir
  16. É impossível vendo tantos elogios a essa série não desejar dar uma chance a ela, Outlander está na minha lista faz algum tempo. A autora parece ter muito talento ao misturar ficção e história, tanto que apesar do tamanho monstruoso de seus livros conquista cada vez mais leitores.
    Acho que começarei essa série apenas quando ela estiver próxima do fim, mas com sorte talvez antes.
    Abraços

    ResponderExcluir
  17. eu ainda não li (nem assistir ) essa série, mas são muitos elogios que eu fico tentada a dar uma chance, a única coisa que me incomoda é que é uma série enorme (e acho que não acabou ainda) e já estou meio chateada com essa angustia de esperar livros e depois sem saber se vai ser lançado por aqui
    tvz qd tiverem anunciado o fim eu dê uma chance

    ResponderExcluir
  18. Oi Gisela, recebi ontem a parte 2 e nao vejo a hora de começar a ler. Achei esta parte um pouco morna, mesmo assim gostei do livro. Acho que a continuação vai ser bem melhor, ainda mais pelo encontro entre pai e filha, já vejo muitas lágrimas da minha parte :)
    Obrigada pela bela foto do Jamie, fiquei aqui babando... kkkk
    Bjs!

    ResponderExcluir
  19. Vejo muitas pessoas falando bem sobre essa série e estou ficando louco para ler. E também quero muito assistir a série, pois muitas pessoas dizem que é boa. Fico feliz que o livro tenha te proporcionado o misto de emoções. Vejo que a autora escreve de forma excelente passando muito bem os sentimentos para os leitores.

    ResponderExcluir
  20. Eu amo Outlander, mesmo que este tenha realmente sido um pouco mais parado porque eu acho que aquele segredo que o Roger sabe vai mudar a segunda parte do livro e por isso acabou ficando assim. Estou À espera do outro chegar para saber mais.

    ResponderExcluir
  21. Eu estou louca para ler esse livro e gosto muito dessa série, seja dos livros até o da TV. Li sua resenha por cima porque não quero ter surpresas quando for fazer essa leitura, mas pelo que pude perceber é mais uma continuação maravilhosa. Essa ambientação é mesmo fantástica né?! Eu estou bem curiosa sobre esses acontecimentos, especialmente porque sei o quanto a autora sabe surpreender bem seus leitores.

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

siga no instagram @lerparadivertir