acompanhe o blog
nas redes sociais

23.1.19

Até Você Chegar, Vol. 03 - Dinastia Westemoreland [Judith Mcnaught]

Judith Mcnaught
Cortesia do Grupo Editorial Record

Este lançamento da editora Bertrand é um livro que já estava aguardando ansiosa desde que saiu o primeiro volume desta maravilhosa série de romance de época. Como já disse nas resenhas anteriores, os romances de Judith Mcnaught são diferenciados, por serem um pouco mais longos, seus personagens são mais explorados, a trama é um pouco mais complexa, ao mesmo tempo em que mantém as características básicas do gênero, portanto, ao meu ver, ela se destaca e fechou a série com chave de ouro. (Existe o volume 3.5 de apenas 70 páginas chamado Milagres, que dá um desfecho para a história de Nicki du Ville, um personagem muito interessante que aparece no segundo e terceiro volume, mas não sei se será lançado aqui no Brasil.)

Até Você Chegar
Título: Até Você Chegar
Autor: Judith McNaught
Tradutor: Therezinha Monteiro
Série: Dinastia Westemoreland
Editora: Bertrand Brasil
Gênero: Romance de Época
Páginas: 404
Edição:
Ano: 2018
Favorito
Onde comprar: Amazon

O terceiro volume da Dinastia Westemoreland conta a história de Stephen David Elliott Westemoreland, Conde de Langford e irmão mais novo do Duque Westemoreland. Prepare-se para se apaixonar, pois Stephen é arrebatador, mesmo tendo desistido de se casar depois de sofrer uma decepção amorosa, que o tornou mais duro e cínico em relação as mulheres.

“Tratava-se de um homem muito desejado não pelo que era, mas sim por quem era e por aquilo que tinha.”

Voltando uma madrugada da casa de sua amante, uma das mulheres mais lindas da Inglaterra, Stephen atropela e mata um jovem Barão, que estava bêbado e se enfiou na frente de sua carruagem. Mesmo sendo um acidente, ele se sente responsabilizado, e sabendo pelo mordomo do barão falecido que sua "noiva" iria chegar a Londres no dia seguinte para o casamento, ele resolve ir recebê-la para dar-lhe a trágica notícia que iria destruir seus sonhos.

Em contrapartida conhecemos Sheridan Bromleigh, uma jovem de vinte e um anos, romântica e sonhadora, responsabilizada por acompanhar Charise Lancaster, a noiva do barão, até Londres, mas que agora está vivendo um pesadelo, pois acontece que Charise fugiu com outro homem durante a travessia, e Sheridan não sabe como irá dar a escandalosa noticia a seu noivo, que aguarda por ela no píer do porto.

Contudo, ao aportar em Londres, nervosa, antes de poder contar o infeliz acontecimento da fuga da noiva, é surpreendida por Stephen com a noticia do falecimento do noivo. Atordoada, vira-se para voltar ao navio, e neste momento, por uma infelicidade, uma rede se rompe e um caixote bate na cabeça de Sheridan, deixando-a inconsciente.

Stephen leva a "noiva" do barão falecido para sua casa, chama seu médico de confiança e depois de três longos dias, onde ela fica entre a vida e a morte, a jovem se recupera, mas com uma sequela, ela está com amnésia total, não se lembra nem de seu nome.

Dinastia Westemoreland

Bem, todos pensam que Sheridan é Charise, e é isso que contam para ela. Além disso, por um jogo de palavras ela acredita ser noiva de Stephen, que por sua vez não desmente o engano, para não piorar o estado de saúde da jovem. Sheridan acaba sendo uma grande tentação para Stephen, que se martiriza por desejar a noiva do homem que ele "assassinou".

“Na verdade, era corajosa, inteligente, espontânea, divertida, naturalmente sensual e incrivelmente engraçada. A surpreendente e irritante verdade era que ele gostava mais da companhia dela naquela noite do que ir ao teatro e estar na cama com Helene.”

A autora mescla passado e presente, aonde ela traça o perfil de Sheridan, contando o que lhe aconteceu desde que era uma criancinha até o momento que embarcou para Londres. Sheridan logo de cara cativa o leitor, o que nos faz torcer por ela do inicio ao fim do livro. Mesmo de natureza doce e encantadora, ela não tem papas na língua e encara de frente a aristocracia londrina.

“- Estava convencida de que todos os ingleses eram arbitrários, de humor instável, vaidosos e arrogantes, mas agora sei que não, apenas você é assim.”

Whitney, Clayton Westemoreland e Nicki du Ville também participam deste livro, é divertido o ciúmes que Nicki desperta nos irmãos Westemoreland, e toda a interação entre os personagens da família. A autora mantém os diálogos espirituosos e sua mão mágica para nos entreter neste romance arrebatador. Acabei a leitura com gostinho de "quero mais..."

Se você quiser conhecer um pouco sobre os livros anteriores desta série, clique nas capas para ler as resenhas:


comentários pelo facebook:

18 comentários em "Até Você Chegar, Vol. 03 - Dinastia Westemoreland [Judith Mcnaught]"

  1. Como não li ainda os livros anteriores, confesso que dei aquela perdidinha básica nos nomes dos personagens e na forma como chegaram até aqui.
    Mas mesmo assim, como é uma saga que estou acompanhando as resenhas desde o começo, não vejo a hora de poder mergulhar a fundo neste enredo.
    A autora é maravilhosa e tem mostrado muito bem que veio para ficar. Esse jeito dela de misturar romance, aventura e realidade é fantástico.
    Espero ter e ler todos os livros!
    Ah, capa lindíssima!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi, Gisela,

    O enredo não é muito convincente e é um pouco confuso, mas que dá para o leitor a certeza de que, em contrapartida, a autora soube desenvolver tudo bem, de forma extraordinária.

    ResponderExcluir
  3. Ainda não tive a chance de ler essa série, leio pouco romance de época.
    Mas essa me chama atenção, dá pra sentir que a autora segue uma linha diferente.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá! Essa história é realmente maravilhosa, Stephen e Sheridan ganharam meu coração, os dois são tão “maravilindos”, que esse, com certeza, é o meu preferido dessa série, seria um sonho se eles publicassem, ao menos em formato digital, a história do Nick.

    ResponderExcluir
  5. Olá Gisela!
    Essa série conta com capas belíssimas, que já antecipam uma leitura bastante prazerosa. Em relação à obra, percebi que a autora adora usar aqueles artifícios comuns de novelas mexicanas (aquela amnésia básica que a gente adora haha) e isso parece funcionar muito bem na dinâmica da narrativa, ainda que alguns acontecimentos sejam demasiados mirabolantes. A profundidade da escrita de McNaugh também é um fator decisivo para que o leitor compre a história desse romance, e a mesma não decepciona, não é mesmo?
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Gi
    Bom agora posso dizer que li romance de época Volte Para Mim.
    Ainda não li nada da autora, espero ler em breve, adoro as capas dos livros.
    Gostei muito do enredo do livro com esses pequenos enganos de assumir identidade de outra pessoa, muitos leitores não gostam que tenha vários detalhes da vida dos personagens nos livros, eu prefiro com esses detalhes.
    Vai para a lista de desejos que só cresce, beijos!

    ResponderExcluir
  7. Eu não conhecia a Dinastia Westemoreland e imaginei que não iria gostar, mas foi totalmente ao contrário. Eu amei a premissa proposta pela autora, fiquei muito curioso com o recebimento da notícia de ambos os lados da história, mas mais animado ainda com o caso de amnésia e uma nova história sendo criada. Adorei!

    ResponderExcluir
  8. Olá Gisela!
    Você não estava brincando quando disse que as tramas da autora são mais complexas, estou embasbacada com a quantidade de acontecimentos que se sucedem nessa história. Achei tudo bem original, exceto a personalidade intempestuosa da protagonista, que parece ser característica de muitas donzelas dos romances de época. É uma série que com certeza vai para lista de leituras pois adorei a premissa.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi Gisela,
    Fiquei louca para ler esse livro! Não conhecia, mas já pirei. Isso dela ter amnésia, e acharem que ela é outra pessoa! meu Deus. Já quero saber como vão resolver isso.
    Obrigada pela indicação <3

    ResponderExcluir
  10. Oi, Gisela!
    Confesso que não sou muito fã de personagens femininas de natureza doce e encantadora, mas é bom saber que mesmo sendo desse jeito a Sheridan tem papas na língua, sem falar que gosto de tramas sobre perda de memória e por causa disso confundem as identidades dos personagens, só por isso arriscarei a leitura de Até você chegar.
    Abraços, dica anotada!

    ResponderExcluir
  11. Oi Gisela,
    Judith Mcnaught é mais uma autora bem elogiada do gênero que ainda não tive a oportunidade de conhecer a escrita. Tem sinopses de romances de época que se repetem muito e isso não me deixa muito interessada na história, mas posso dizer com convicção que Até você chegar me deixou bem curiosa. Um acidente será o ponto de partida de uma história que começará com uma grande confusão. Stephen será um personagem interessante de acompanhar, pois através dele o sentimento de culpa será trabalhado, culpa pela morte do barão e pelos sentimentos por alguém que ele acredita ser outra pessoa. Esse livro promete trazer um enredo bem envolvente e espero ter a oportunidade de ler este e os outros livros dessa série.

    ResponderExcluir
  12. Não conhecia essa série, mas já quero conhecer. A trama desse livro parece ter bastante conflitos.
    Parece ser uma leitura envolvente, já que autora também apresenta o passado da Sheridan de uma maneira que cativa os leitores

    ResponderExcluir
  13. Oi Gi,
    Que bom que a série teve um desfecho que agradou, especialmente quando é tão esperado.
    Pela resenha a história parece se desenvolver bem naturalmente, encaixando as situações.

    ResponderExcluir
  14. Gi,
    Estou muito curiosa pelos livros da autora, amei como a usa o clichê dos romances a sei favor, e olha, que história divertida, imagino a confusão toda que essas "acidentes" irão causar, rsrs. Gosto quando os personagens são bem trabalhados, mesmo que o livro de estenda um pouco, sinto que nesse livro vou conseguir me conectar com os personagens!
    Ah, sou apaixonada por essas capas...
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Seria cômico se não fosse trágico. kkkkkkkk
    Amei o enredo. Ainda não conheço os dois primeiros livros mas esse terceiro ter um leve ar engraçado e romântico ao mesmo tempo. E no final, será que eles descobrem que ela não é a noiva de verdade?
    Super curiosa.

    ResponderExcluir
  16. Oi, Gi!!
    Ainda não li nada da Judith Mcnaught. Mas as histórias dela parecem se bem interessante. Achei que nessa história tem muito desastres e coincidências demais, mas mesmo assim estou bem curiosa para fazer a leitura dessa trilogia.
    Bjos

    ResponderExcluir
  17. Não li nenhum dessa série,me incomoda muito a capa do ATÉ VOCÊ CHEGAR, VOL. 03,a mão com as luvas parecem uma perna saindo de um vestido longo,achei muito estranho,acho que só eu vi isso...

    ResponderExcluir
  18. Gente do céu não fazia a menor ideia desse lançamento do terceiro livro da série maravilhosa com certeza eu vou ver ela e eu gostei bastante da conclusão do último livro então eu te espero mesmo que não aconteça a desgraça nesse livro

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir