acompanhe o blog
nas redes sociais

23.9.15

O Conde Enfeitiçado, Vol. 6 - Série Os Bridgertons [Julia Quinn]

Série Os Bridgertons Julia Quinn
Ed. Arqueiro, 2015 - 304 páginas:
      Toda vida tem um divisor de águas, um momento súbito, empolgante e extraordinário que muda a pessoa para sempre. Para Michael Stirling, esse instante ocorreu na primeira vez em que pôs os olhos em Francesca Bridgerton. Depois de anos colecionando conquistas amorosas sem nunca entregar seu coração, o libertino mais famoso de Londres enfim se apaixonou. Infelizmente, conheceu a mulher de seus sonhos no jantar de ensaio do casamento dela. Em 36 horas, Francesca se tornaria esposa do primo dele. Mas isso foi no passado. Quatro anos depois, Francesca está livre, embora só pense em Michael como amigo e confidente. E ele não ousa falar com ela sobre seus sentimentos - a culpa por amar a viúva de John, praticamente um irmão para ele, não permite. Em um encontro inesperado, porém, Francesca começa a ver Michael de outro modo. 

Onde comprar:

O Conde Enfeitiçado conta a história de Francesca, a sexta irmã Bridgerton. Francesca a meu ver sempre foi negligenciada pela Julia Quinn, só sendo "citada" algumas vezes nos livros anteriores, nunca interagindo ativamente com sua família, talvez porque casou-se muito cedo, deixando o convívio de sua casa ou simplesmente porque é a irmã mais séria e reservada. Mas o que sabemos é que a mais bonita das irmãs Bridgerton sempre se sentiu um pouco diferente do resto da família, e, mesmo amando-os com fervor, ficava um pouco incomodada com sua grande e ruidosa família.

Nesta história, perde-se um pouco da diversão e interação dos Bridgerton, que sempre foi um dos pontos altos nos livros anteriores, mas mesmo assim O Conde Enfeitiçado tem seu encantando, principalmente graças a Michael Stirling, que roubou a história com seu charme sedutor e amor incondicional, enfeitiçando nosso coração. Impossível não se apaixonar.

Francesca casou-se aos vinte anos com o Conde de Kilmartin, foi praticamente um encontro de almas, ela acostumada a uma família grande precisava de um pouco mais de atenção e encontrou o que procurava nos braços de John, seu marido. Michael Stirling, primo de John, passou sua vida cortejando mulheres, sem jamais entregar-lhes o coração, até que viu Francesca uma única vez e se apaixonou perdidamente, e desde então soube que nunca a teria, afinal era a mulher de seu primo, então conformou-se em ama-la em segredo.

Só que o destino é traiçoeiro, e inesperadamente John, marido de Francesca morre, tornando Michael o Conde de Kilmartin e Francesca uma jovem viúva de 22 anos. Todos achavam que Michael era o homem mais sortudo de toda a Grã-Bretanha, mas somente ele sabia que nunca havia desejado aquilo, sim, desejava Francesca, mas não dessa forma, não àquele preço. Ele sempre amou John como a um irmão.

"Mas ele enfim se acostumara a ouvir a expressão "conde de Kilmartin" sem olhar por cima do ombro à procura do primo. Então, talvez agora, com a dor um pouco mais distante, pudesse estar ao lado de Francesca como amigo, sem a sensação de ser um ladrão planejando roubar aquilo que cobiçara por tanto tempo."

Como Michael sempre desejou Francesca, mesmo enquanto seu primo John era vivo, acha que é um traidor e se culpa de ter herdado tudo que era de seu primo, sendo Francesca a única coisa que sobrara de John da qual ele não se apossara. Por isso, mesmo depois de quatro anos da morte do primo, Michael ainda não se considera merecedor do amor de Francesca. O sentimento de culpa é sempre muito forte.

"Era apenas uma impressão, mas nem por isso menos devastadora. Ele experimentou a sensação de que Francesca estava disponível, foi tomado por uma terrível e tortuosa noção de que John realmente se fora e que a única coisa que impedia Michael de estender a mão e tocá-la era a própria consciência."

Já Francesca demora a perceber Michael como um homem, ela sempre o tratou como um amigo. Pelas atitudes de Francesca, ela inconscientemente sempre quis mais de Michael, só não admitia, porque também sentia culpa deste sentimento, achando que estava assim traindo a memória de seu marido.

"E, mesmo que fosse, aquilo não a impediria de cuidar dele. Afinal, era Michael. Era... bem, era difícil definir com precisão o que ele era para ela."

O Conde Enfeitiçado é mais voltado ao drama que a comédia romântica, o sentimento de culpa infundado de Michael, seu amor verdadeiro pela Francesca e todo o sofrimento decorrente á morte de John, resulta numa história de amor vibrante e sensível, capaz de arrebatar o mais emotivo dos leitores. Mais um ponto para nossa queridíssima Julia Quinn.

Clique sobre a capa para saber mais sobre os volumes anteriores:


 Cortesia da Editora Arqueiro
Gisela Menicucci Bortoloso
Capixaba, leonina, analista de sistemas e mãe. Apaixonada por livros, sou uma leitora compulsiva e como o tempo é curto, leio em todo o lugar: esperando o elevador, dentro do ônibus, no salão de beleza... Ler é meu prazer e minha paixão!
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

comentários pelo facebook:

12 comentários em "O Conde Enfeitiçado, Vol. 6 - Série Os Bridgertons [Julia Quinn]"

  1. Já li outras resenhas do livro e em todas até agora relatam como Francesca se diverge de seus irmãos e irmãs. Isso, junto da leve mudança que houve no ar do livro, que voltou-se mais o drama me deixa curiosa e apreensiva para conferir a história de amor dessa Bridgerton.
    Apenas pelas resenhas percebo que estou me apaixonando por Michael, ele aparenta ser um personagem incrível e que faz o leitor desejar a todo segundo que ele se permita a tentar conquistar o coração da mulher que amou por tanto tempo, em um silêncio contínuo, sufocante e por que não dizer, torturante.
    Mesmo este livro da série ter se voltado mais o drama, Julia Quinn não parece ter perdido o dom de criar personagens e casais maravilhosos - que continue assim! Imagino o sofrimento quando o último livro da série for publicado...
    Enfim, posso dizer que meu interesse pelo livro continua firme e forte, ainda mais com resenhas como essa.
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Pelos comentários que vi sobre essa série ela é bastante divertida, e confesso que essa mudança de comédia romântica para drama me surpreendeu bastante; ainda não li essa série porque nem todas as histórias me interessaram, e a trama de Conde enfeitiçado se enquadra nas que não me interessaram, um mocinho que se conforma em amar em segredo a mocinha não é uma trama que me atrai, acredito que é porque gosto de personagens determinados que lutam pelo que desejam... Como até agora foram poucas as histórias que me interessaram estou pensando em ler os que me interessou, se eu gostar lerei então todos os livros dessa série.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. querida Gi, fico me perguntando se seu dia tem mais do que 24 horas, rsrsrs. quando leio uma resenha como esta não me questiono, sei que sou um romântico de marca maior. é um dramalhão mexicano, mas e daí? é disso que gosto! então já marquei como um de meus desejos este livro, ou melhor, esta saga.

    ResponderExcluir
  4. Só tenho visto comentários positivos sobre esta série, e por este motivo comprei o livro O Duque e Eu, o primeiro da série, ainda não li, mas estou super ansiosa para começar a leitura, sua resenha está muito boa e só fiquei mais ansiosa ainda para começar a leitura da série imediatamente, como adoro um bom romance, sei que adorarei esses livros.

    ResponderExcluir
  5. eu amo a série de coração, mas não tinha me ligado tanto na história de Para sir Phillip com amor e então ao mesmo tempo que fiquei ansiosa pelo lançamento fiquei meio receosa de não conseguir curtir, mas a Julia me encantou com Michael e Francesca, eles são apaixonantes e a trama foi resgatada ficando super leve
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Não li nenhum livro dessa série e confesso não ter muita vontade. Esse tipo de estória não me atrai muito.

    ResponderExcluir
  7. Provavelmente não vou ler esse livro, não me interessei muito por ele, já que não gosto muito de livros de romance. Sei que muitas pessoas gostaram muito de seus livros, porém não é meu gênero.

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Comecei a ler essa serie e estou gostando muito, estou muito curiosa sobre esse livro porque também tenho essa sensação que de todos os Bridgerton a Francesca e a que menos conheço e também espero poder ver um poucos mais dessa família !!

    ResponderExcluir
  9. Gisela!
    Já li muitas resenhas comentando que esse é o livro da série que menos empolga, justamente por estar mais voltado ao drama e sofrimento, do que o próprio romance que rodeia toda série.
    Ainda assim quero lê-lo.
    “A vida é a arte do encontro, embora haja tanto desencontro pela vida.”(Vinicius de Moraes)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  10. Já li outra resenha deste livro e desde então estou tentando adquirir os livros logo.
    Bem, eu não li nada da Julia ainda, mas como adoro romances de época pretendo em breve.
    Adorei o drama da estória, a perda do marido e do amigo, depois o amor entre eles, algo que já havia pela parte do moço, mas por respeito ao amigo nunca foi revelado.
    Achei a atitude de Michael muito altruísta e corajosa... demostrou amor pelo amigo falecido.
    Achei legal porque o casal não fica junto de cara... pena que a mocinha tem de sofrer a morte de um amor para reconhecer O AMOR.
    Eu pretendo ler este livro, mas antes tem os outros, hehe.
    E pelo visto o final é feliz :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Pelo que vi, esse volume é o mais dramático de toda a série. Isso é legal, pois mostra que a autora não se prende apenas aos relacionamentos mais divertidos. Posso estar errado, mas creio que esse casal é o mais "problemático" de todos os que apareceram até agora. Como só leio resenhas positivas em relação aos livros da autora, ico bem curioso pra começar a ler logo essa série.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  12. Oie
    Estou bem curiosa com esse livro da Francesca que como você mesma disse ela não recebeu tanta atenção assim da Julia.E eu gostei dela ser uma personagem menos extrovertida que o resto de sua família,dá uma visão um tanto diferente dos acontecimentos.E espero que o Michael me encante assim como todos os bons personagens de Julia Quinn.Sem dúvidas vou torcer muito pra esses dois ficarem juntos.

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir