acompanhe o blog
nas redes sociais

5.4.17

A Rainha Das Trevas - Trilogia das Joias Negras, Vol. 3 [Anne Bishop]

A Rainha Das Trevas
Ed. Arqueiro, 2017 - 400 páginas:
      Jaenelle Angelline é a feiticeira da profecia e rainha de Ebon Askavi. Agora, o reino das sombras está sob sua proteção. No entanto, membros corruptos dos Sangue continuam à espreita e, em um jogo perverso de política e intriga, pretendem destruir todos aqueles que ficaram do seu lado. Enquanto isso, depois de ter escapado da loucura do reino distorcido, Daemon Sadi finalmente chega a Kaeleer, onde o destino o levará a se reencontrar com Lucivar, Saetan... e Jaenelle. Mesmo após tanto tempo, seu amor continua inabalável. E, sendo consorte prometido da rainha, o poder de sua joia estará a serviço dela, caso Jaenelle assim o deseje. Entretanto, isso pode não ser suficiente para evitar o terrível plano que está prestes a ser executado. Uma guerra está a caminho. E, quando ela chegar, apenas um grande sacrifício poderá salvar o reino.

Onde comprar:

Meu maior temor até há pouco tempo era que a editora Arqueiro não lançasse o terceiro volume da Trilogia das Joias Negras, já que me apaixonei pela trilogia, que considero um tanto quanto diferente do "normal". Anne Bishop deixou as mesmices para trás e criou um novo conceito de fantasia, forte, rica, impactante, sombria e sensual, que te abduz para dentro de sua trama, e ao final, quando somos devolvidos para nossa realidade, precisamos de um tempo para voltar a normalidade.

Sim, os livros mexem com gente, porque tudo é muito intenso. Não é uma leitura fácil, pelo contrário, temos que prestar bastante atenção para entender o que está sendo claramente disposto e o que está subentendido nas entrelinhas, mas garanto que vale a pena. Mesmo que algumas partes sejam um pouco chocantes, de tão maléficas, outros personagens nos aliviam com sua extrema bondade. Contudo o livro não é divido entre o bem e o mal, pelo contrário, o que o torna tão intenso são seus personagens antagônicos.

A Trilogia das Joias Negras se passa num mundo de sociedade matriarcal, castigado por rainhas cruéis e corruptas, que escravizam os machos, que deveriam ser parceiros e protetores, para servirem aos seus malignos desejos. Jaenelle, a Feiticeira profetizada, destinada a transformar este reino de pesadelos, é única rival que poderá pôr fim ao jugo que as maldosas Rainhas Dorothea e Hekatah exercem no Reino de Terreille,


Em A Rainha das Trevas, Jaenelle, agora adulta, é rainha de Ebon Askavi, governa em Kaeleer, auxiliada pelo seu pai adotivo, Saetan, Senhor Supremo do Inferno, e seu irmão de coração Lucivar. Ameaçadas, Dorothea e Hekatah criam intrigas que deverão colocar Terreille e Kaeleer em guerra, com o objetivo de destruírem Jaenelle, sua única rival. Contudo as duas não fazem ideia do poder de Jaenelle.

"- Se Kaeleer entrar rm guerra contra Terreille, não restarão rainhas para curar a terra e manter os Sangue unidos. A carnificina prosseguirá até não restar mais ninguém. As feiticeiras ficarão tão estéreis quanto a terra. O dom que foi oferecido há tanto tempo será a arma que acabará nos destruindo."

E Daemon Sadi, que ficou sumido no livro anterior, reaparece em Kaeleer, reencontra seu irmão Lucivar, que o leva para Ebon Askavi. Perdido em uma corte com regras muitos diferentes daquelas ao qual foi criado, Daemon tem que enfrentar seus sentimentos por Jaenelle e aprender a dominar seus instintos de predador.

Quase toda a história se passa em Ebon Askavi e foi muito prazeroso ver a interação de Jaenelle com os seus familiares e amigos, ao mesmo tempo em que ela é a rainha suprema, é também filha e irmã amorosa. E não deixa também de ser mulher, com todas as inseguranças de uma moça de 25 anos de idade.

"- Desculpem, eu... - Deteve-se quando os viu, e sua desorientação se transformou em precaução. É família ou corte? - perguntou cautelosa.
- Corte - respondeu Saetan.
Fascinado, Daemon observou a mudança sutil de mulher para rainha."

O livro tem muitos personagens, todos com importância dentro da trama, alguns são animais, mas como possuem o poder do sangue, podem se comunicar com os humanos. Há uma forte mistura de sensualidade e poder, amizade e traição, do bem e do mal. Tudo isto torna a leitura ainda mais rica e fascinante.

O Final foi tudo que eu esperava e bem condizente com toda a trama, não podia ter sido melhor. E merece destaque também as belas edições da trilogia, com capas duplas que retratam as três fases da protagonista Jaenelle Angelline.

Só posso recomendar a leitura. É simplesmente imperdível.

Clique nas capas para ler as resenhas dos livros anteriores:


 Cortesia da Editora Arqueiro
Gisela Menicucci Bortoloso
Capixaba, leonina, analista de sistemas e mãe. Apaixonada por livros, sou uma leitora compulsiva e como o tempo é curto, leio em todo o lugar: esperando o elevador, dentro do ônibus, no salão de beleza... Ler é meu prazer e minha paixão!
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

20 comentários:

  1. Olá.
    Já tinha ouvido falar na trilogia, mas nunca parei pra ler uma sinopse se quer.
    Achei bem interessante o enredo trazer mulheres cruéis e corruptas, afinal o que geralmente vemos são os homens nesses postos. Gostei dessa "inversão de papeis".
    Fiquei curiosa e é uma série que entrou para a minha lista.

    ResponderExcluir
  2. Oi Gi.
    Eu estou louca apara ler essa trilogia, adorei a coisa toda dos animais falarem com as pessoas isso foi bem intrigante.
    Adorei essa premissa e estou muito ansiosa para desfrutar dessa leitura.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  3. cara Gi, esta saga me parece ser uma loucura! tanta gente boa que já me indicou que começo a me achar um peixe fora d'água. o trabalho editorial já havia me ganhado, sua resenha inspirada corrobora todos aqueles que ficam me instigando. vai pra minha listinha que já nem cabe no skoob :D

    ResponderExcluir
  4. Quero muito ler essa trilogia, ela esta na minha lista de compra, ainda mais por ser diferente, pois o mesmo do mesmo cansa adoro um diferencial, achei as rainhas que mantem o machos escravizados, elas tem uma garra e devem ser bem decididas, mesmo sendo cruéis. Gostei dos animais poderem conversar com as pessoas, adoro uma fantasia.

    ResponderExcluir
  5. Olá, Gi!!
    Já tinha visto essa trilogia, mas não tinha lido a resenha. Mas gostei muito da história, de ser bem de fantasia, pois animais falarem com pessoas é um pouco incomum, né?
    Enfim, gostei de tudo.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Oi Gisela, tudo bem?
    Rola esse medinho sempre que começo uma série nova que não tem todos os livros lançados. Que bom você teve o final da história. Eu gosto muito desse gênero, e embora não seja uma leitura fácil, para ter te prendido nos três livros, deve ser bom mesmo. Vou lê-los haha.
    Beijokas
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  7. Eu tenho o primeiro livro da trilogia na minha lista na época que foi lançado e sinceramente pensava que era livro único, fiquei bem interessada pelos livros porque traz rainhas más acima dos homens e eles fazendo o que elas querem, invertendo o que normalmente vemos. Quando tiver a oportunidade de lê-los vou fazer seguir tua dica e fazer com calma, as vezes me empolgo e acabo passando algum detalhe.

    ResponderExcluir
  8. Oi Gi...
    Já tinha ouvido falar dessa trilogia, mas ainda não tive oportunidade de começar a lê-la... Realmente é tenso quando nos apaixonamos por uma série e a editora ou demora para lançar os próximos livros ou resolve não lançá-los... É realmente desesperador... Ainda bem que isso não aconteceu com esta série, né? Fiquei bastante curiosa para ler os livros, que traz rainhas cruéis e corruptas e apenas uma rival, Jaenelle, capaz de mudar tudo o que acontece no reino... Com certeza quero ler em breve...
    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  9. Ainda não li a nenhum livro mas sua resenha fez com que me despertasse um breve interesse que sabe eu não começo minha coleção as capas eu sei que são lindas, apesar de fantasia não ser muito o meu forte gostei bastante.
    Até mais!!!

    ResponderExcluir
  10. Olá Gisela,
    Já tinha visto a capa deste livro e achei maravilhosa. Não conhecia a série em si e achei um tema bem diferente. Muito legal ela utilizar as mulheres como personagens fortes (e até mesmo cruéis).
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oii Gi! Adorei conhecer essa trilogia, eu conhecia um livro só, mais nunca li, pelo enredo parece bacana, sem contar as capas, são lindas...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  12. Amem que o livro foi muito melhor do que o esperado não é mesmo, tenho certeza que deu aquela sensação de contentamento que sempre dar ao terminar de ler uma trilogia que teve uma ótima finalização. Ainda bem que a editora resolveu publicar o ultimo livro já que ninguém gostaria de deixar uma trilogia sem finalização. Obrigada pela resenha.

    ResponderExcluir
  13. Gi!
    É uma das séries que mais ando com vontade de ler, porque tem de tudo nela, amor, magia, traição, mistério, enfim, tudo que devemos apreciar em uma boa literatura fantástica e fico feliz que esse último exemplar traga muitas respostas e finalmente eles possam curtir o amor.
    Desejo um ótimo final de semana!
    “ O amor é a sabedoria dos loucos e a loucura dos sábios.” (Samuel Johnson)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP COMENTARISTA ABRIL especial de aniversário, serão 6 ganhadores, não fique de fora!

    ResponderExcluir
  14. Olá,
    nossa me apaixonei pela capa, a historia é perfeita, amo livros de fantasia, poderes incriveis..
    nunca li nenhum livros e nem da autora mas me deixou com ar de curiosa!

    ResponderExcluir
  15. Olá!!! Já vinha acompanhando essa série, mas acabei não lendo, pois esperei para que todos os livros tivessem sido lançados, mas agora posso finalmente ler né? Eu gostei muito da premissa, esse toque de fantasia, romance e aventura, e as capa são espetaculares.

    ResponderExcluir
  16. Oi Gisela,
    Já vi as capas destes livros em livrarias, mas confesso que não tive muito interesse em conhecer a história, mesmo sendo de um gênero que adoro ler. A autora arriscou em uma trama mais pesada onde as mulheres são dominantes e talvez, cruéis, e não vou negar que isto me intiga, pois é inovador e diferente dos enredos a que estou acostumada. As edições são, realmente, muito bonitas e gostei de saber que o desfecho fez jus a toda trama.

    ResponderExcluir
  17. Oi, Gisela, tudo bem?
    Já tinha ouvido falar sobre essa trilogia, mas infelizmente nunca tinha parado para ler resenha. E gostei bastante da sua, o enredo parece ser muito bom.
    Beijos e abraços.

    ResponderExcluir
  18. A segunda e terceira capa,que charmes,Gi!
    Fiquei bem curiosa com a trama,dificilmente vejo histórias com a sociedade matriarcal,adorei a resenha,instigou minha vontade de ler.

    ResponderExcluir
  19. Achei bem interessante a ideia do livro, nunca tinha ouvido falar desta história, mas creio que não seria um livro que eu gostaria de ler, sou apaixonada por outro tipo de história, mas parece ser boa essa série.

    ResponderExcluir
  20. Oi!
    Realmente quando gostamos de uma serie ficamos bem apreensivos quando a seu lançamento, mas gostei de saber que a editora lançou todos os livros, sempre vi muito essa serie da Anne Bishop, mas ainda não tinha me interessado por essa historia, porém lendo a resenha fiquei bem curiosa, ainda mais sabendo que a autora consegue trazer um algo a mais e que temos um final que não decepciona, se tiver oportunidade quero ler !!

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

 
Ler para Divertir © 2015 - Blog no ar desde 31.10.2010
topo giovana joris • design e código gabi melo